Tag: verão

12 jan por João Ricardo Correia Tags:, , ,

Ministério da Saúde alerta para picadas de escorpião

O período do verão – entre dezembro e março – exige maior cuidado dos brasileiros em relação aos acidentes com escorpiões, já que o clima úmido e quente é considerado ideal para o aparecimento desse tipo de animal peçonhento, que se abriga em esgotos e entulhos. A limpeza do ambiente e a adoção de hábitos simples, de acordo com o Ministério da Saúde, são fundamentais para prevenir picadas.

No ambiente urbano, a orientação para evitar a entrada de escorpiões em casas e apartamentos é usar telas em ralos de chão, pias e tanques, além de vedar frestas nas paredes e colocar soleiras nas portas. Os cuidados incluem ainda afastar camas e berços das paredes e vistoriar roupas e calçados antes de usá-los. Já em áreas externas, a principal dica é manter jardins e quintais livres de entulhos, folhas secas e lixo doméstico.

Também é importante manter todo o lixo da residência em sacos plásticos bem fechados para evitar baratas, que servem de alimento e, portanto, atraem os escorpiões. Outra recomendação é manter o gramado sempre aparado, não colocar a mão em buracos, embaixo de pedras ou em troncos apodrecidos e usar luvas e botas de raspas de couro na hora de manusear entulhos e materiais de construção e em atividades de jardinagem.

O ministério não recomenda o uso de produtos químicos como pesticidas para o controle de escorpiões. “Estes produtos, além de não possuírem, até o momento, eficácia comprovada para o controle do animal em ambiente urbano, podem fazer com que eles deixem seus esconderijos, aumentando a chance de acidentes”, informou.

Por Paula Laboissière - Repórter da Agência Brasil / Brasília
Foto: Divulgação / Ministério da Saúde

20 dez por João Ricardo Correia Tags:, , , ,

MP firma TAC para evitar poluição sonora em festas durante o veraneio em Pirangi

Não emitir ruídos acima dos índices permitidos pela legislação durante eventos festivos realizados no veraneio em Pirangi. Essa é a principal finalidade de um termo de ajustamento de conduta que o Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN), por meio da 10ª Promotoria de Justiça de Parnamirim, firmou com a empresa organizadora de uma série de shows na Arena Ecomax, em janeiro de 2019. A empresa assumiu a obrigação de realizar cada festa com duração máxima de oito horas, devendo o início ser sempre após as 15h e o término improrrogavelmente às 3h do dia seguinte, se às sextas e sábados. Para eventos marcados para os demais dias da semana, o encerramento deverá ocorrer até a meia noite. Para festas com músicas ao vivo, o organizador terá que pedir autorização ou licença junto ao órgão municipal ambiental. Os horários de encerramento implicam na cessação de todas as emissões sonoras, seja através das bandas, seja através de qualquer outro aparelho/equipamento sonoro sob responsabilidade direta do organizador. O TAC é específico para os dias 5, 6, 11, 12, 19, 20, 26 e 27 de janeiro. Assim, caso a empresa queira promover mais eventos entre dezembro de 2018 e março de 2019, também deverá buscar autorização especial da Prefeitura e buscar celebrar um novo ajustamento de conduta com o MPRN. O termo de ajustamento ainda tem cláusulas que versam sobre obrigações assumidas relativas à limpeza, segurança, presença de crianças e adolescentes nos eventos e a venda de ingressos com valor de meia-entrada. Fonte: MPRN
3 jan por João Ricardo Correia Tags:, , , , ,

Sociedade Brasileira de Dermatologia alerta sobre cuidados com a pele no verão

VERAO1 Durante o verão, aumentam as atividades realizadas ao ar livre. A radiação solar incide com mais intensidade sobre a Terra, aumentando o risco de queimaduras, câncer da pele e outros problemas. Por isso, não podemos deixar a fotoproteção de lado. Veja a seguir dicas para aproveitar a estação mais quente do ano sem colocar a saúde em risco. Roupas e acessórios Além do filtro solar (nosso de todo dia), no verão é importante usar chapéu e roupas de algodão nas atividades ao ar livre, pois  retêm cerca de 90% das radiação UV.  Tecidos sintéticos, como o nylon, retêm apenas 30%. Evite a exposição solar entre 10h e 16h (horário de verão). As barracas usadas na praia devem ser feitas de algodão ou lona, materiais que absorvem 50% da radiação UV.  Outro objeto que tem extrema importância são os óculos de sol, que previnem cataratas e lesões á córnea. Filtro solar O verão é o momento de intensificar o uso de filtro solar, que deve ser aplicado diariamente, e não somente nos momentos de lazer.  Os produtos com Fator de Proteção Solar (FPS) 15 ou 20 podem ser usados no dia a dia; e o FPS 30 ou superior  é ideal para uma exposição mais longa ao sol (praia, piscina, pesca etc.). O produto deve proteger contra os raios UVA (indicado pelo PPD) e contra os raios UVB (indicado pelo FPS). Aplique o produto 30 minutos antes da exposição solar, para que a pele o absorva. Reaplique-o a cada duas horas, mas fique atento, esse tempo diminui se houver transpiração excessiva ou se você entrar na água. Aplique o protetor uniformemente em todas as partes de corpo, isso inclui mãos, orelhas, nuca, pés Uma dica bacana é que o uso de fluidos siliconados nas pontas dos cabelos impede que eles se danifiquem com o vento, calor ou maresia. Não se esqueça de proteger as cicatrizes. Quando novas podem ficar escuras se não forem protegidas. Se antigas podem desenvolver tumores na pele, apesar de ser um evento raro. Pode ser colocado o filtro na própria cicatriz ou protegê-las com adesivos ou esparadrapos. Em crianças, inicia-se o uso do filtro solar a partir dos seis meses de idade, utilizando um protetor adequado para a pele sensível da criança, de preferência os filtros físicos. Você pode pedir orientação a um pediatra ou a um dermatologista sobre qual o melhor tipo para cada caso. É preciso que as crianças e jovens criem o hábito de usar o protetor solar diariamente, pois 75% da radiação acumulada durante toda a vida ocorre na faixa entre 0 e 20 anos. Alerta: as pessoas de pele negra têm uma proteção “natural” da pele, pela maior quantidade de melanina produzida, mas não podem esquecer da fotoproteção, pois também estão sujeitas a queimaduras, câncer da pele e outros problemas. Assim como as pessoas de pele mais clara, precisam usar filtro solar, roupas e acessórios apropriados diariamente. Ótimo! HÁBITOS DIÁRIOS As temperaturas mais quentes exigem hidratação redobrada, por dentro e por fora. Aumente a ingestão de líquidos no verão e abuse da água, suco de frutas e da água de coco. Todos os dias, aplique um bom hidratante, que ajuda a manter a quantidade de água na pele entre 10% a 30%. Alguns alimentos podem ajudar na prevenção dos danos que o sol causa à pele, como cenoura, abóbora, mamão, maçã e beterraba, pois contêm carotenóides, substância que se deposita na pele e retém as radiações ultravioletas. Esta substância é encontrada nas frutas e legumes de cor alaranjada ou vermelha. No verão estamos mais dispostos a comer alimentos saudáveis, carnes grelhadas, alimentos crus e cozidos. Frutas e legumes com alto teor de água e com baixo teor de carboidratos e muitas fibras também são muito comuns nesta época. Aposte nestes alimentos para ajudar na hidratação do corpo, prevenir doenças e os sinais do envelhecimento. No banho, use sabonetes compatíveis com o tipo de pele. A temperatura da água deve ser fria ou morna, para evitar o ressecamento. DOENÇAS DE PELE A combinação sol, praia, areia ou piscina mais o excesso de suor elevam o risco de algumas doenças da pele. Saiba mais a seguir. Micoses As micoses podem se manifestar na pele, no couro cabeludo e nas unhas. Vale lembrar que ninguém está livre delas, crianças, jovens, adultos e idosos. Os pés, a virilha e as unhas são os lugares mais comuns em que elas aparecem, mas isso não significa que outras partes do corpo estejam livres das terríveis micoses. São infecções causadas por fungos que se alimentam da queratina presente nesses locais. Quando encontram condições favoráveis ao seu crescimento, como: calor, umidade, baixa de imunidade ou uso de antibióticos sistêmicos em longo prazo, estes fungos se reproduzem e passam então a causar a doença. A melhor forma de evitar as micoses é mantendo hábitos de higiene, como: secar-se após o banho, principalmente áreas de dobras da pele, como virilha, entre os dedos dos pés, axilas. Não andar descalço em pisos constantemente úmidos (lava-pés, vestiários, saunas). Usar somente o seu material de manicure. Evite usar calçados fechados o máximo possível.  Opte pelos mais largos e ventilados. Brotoejas Aquelas pequenas bolinhas na pele também costumam dar o ar da graça nos dias de calor. Elas surgem principalmente em bebês por conta do contato da pele com o suor nas “dobrinhas” da pele ou das roupas. Elas aparecem quando há entupimento das glândulas sudoríparas. Podem ser bolhas transparentes e podem não coçar quando a obstrução for superficial; ou avermelhadas e coçarem muito quando a obstrução dos canais das glândulas por mais profundo. Usar roupas frescas no calor, evitar locais muito abafados que propiciam a sudorese excessiva, são algumas dicas para evitar brotoejas, principalmente em pessoas predispostas. Manchas e sardas brancas As manchas e as sardas brancas surgem devagar e quando menos se espera, elas estão lá fixadas na pele como mini-pontinhos. Elas são danos que os raios solares causaram na pele e aparecem como tempo. As manchas são conhecidas como manchas senis, ou melanoses solares. Em geral, são manchas escuras, de coloração entre castanho e marrom, geralmente pequenas. Surgem em áreas que ficam muito expostas ao sol, como a face, o dorso das mãos e dos braços, o colo e os ombros. As sardas brancas aparecem quando há ação acumulativa da radiação solar sobre áreas de pele expostas ao sol de forma prolongada e repetida ao longo da vida, provocando alterações nos melanócitos. A melhor forma de evitá-las é não se esquecendo do protetor solar para que não apareçam novas lesões. As manchas e sardas têm tratamento, feito por um dermatologista especializado. Ele irá avaliar sua pele e as lesões e indicar o melhor tratamento. Essas lesões são benignas, não evoluem para o câncer da pele; entretanto, são marcadores de fotoexposição e fotodano. Por esse motivo, o acompanhamento regular desses pacientes com dermatologista, é fundamental para uma perfeita avaliação e acompanhamento. Acne solar É provocada pela mistura da oleosidade da pele com o uso do filtro solar. Lave o rosto com sabonete ideal para o tipo de pele, use tônicos mais adstringentes e procure usar filtros solares com base aquosa ou em gel, esses produtos deixam a pele mais seca, o que pode diminuir a oleosidade da pele.     Fonte: Portal da Sociedade Brasileira de Dermatologia
4 out por João Ricardo Correia Tags:, , , , ,

Dietas radicais não são indicadas para perder peso

ACADEMIA1 Com a chegada da primavera e a entrada no mês de outubro, muita gente começa a se preocupar com os quilinhos extras que deseja perder para o verão. No entanto, segundo especialistas, dietas radicais não são indicadas e o excesso de exercícios físicos podem causar lesões. Dentre as dicas para perder peso com saúde e ganhar tônus muscular, além de se preparar para a estação mais quente do ano estão: beber muita água, exercícios físicos regulares e alimentação saudável. Acivan Lopes, profissional de educação física e personal trainer em Brasília, conta que já viu muitas pessoas fazendo loucuras para perder peso rapidamente. “Lembro de uma garota que só comia biscoito de água e sal e bebia água. Ela vivia desmaiando na academia!”. Entre as loucuras cometidas em busca do corpo perfeito, algumas pessoas ingerem medicamentos para emagrecer – sem qualquer orientação ou prescrição médica – e fazem uso de anabolizantes para ganhar músculos em tempo recorde. “Essas práticas podem até levar ao óbito. E há também aquelas (pessoas) que a vida toda foram sedentárias e que em dois meses querem transformar o corpo e o 'estilo de vida', querem malhar como verdadeiros atletas, sem a orientação de um profissional especializado”, conta Mário Villas Boas, presidente da Associação Brasileira de Academias - ACAD Brasil. Mário afirma que não há milagre quando o assunto é emagrecer. “A expressão em pouco tempo pode ser muito perigosa, pois historicamente um número expressivo de pessoas lança mão de práticas nada saudáveis para emagrecer ou ganhar músculos rapidamente”, disse. Acivan afirma que o ganho de massa muscular ou a redução de gordura corporal só é possível quando existe uma combinação entre o treinamento, o descanso e a alimentação. “Quando um destes fatores não está adequado, sem dúvida o processo de hipertrofia (aumento da massa muscular) ou emagrecimento será prejudicado”, explica. Ou seja, para estar bem fisicamente durante o verão, não é recomendado que as pessoas comecem dietas radicais, passem dias sem comer, se alimentem apenas de sucos ou exagerem nos exercícios. Quem não conhece alguém que já fez um regime maluco? E as dietas que surgem e viram moda? Tem a dieta da sopa, da proteína, do vinagre, das 600 calorias, dos alimentos crus... Tem até a dieta do alfabeto, aquela que no primeiro dia você só come alimentos que começam com a letra 'a'; no segundo dia, com a letra 'b'; e assim por diante. O lado bom é que ela dura apenas 23 dias! O que os profissionais da saúde recomendam é que, sempre antes de começar qualquer processo de emagrecimento ou de tonificação muscular, as pessoas devem procurar orientação profissional. “Essa orientação deve ser com endocrinologista, nutricionista - dependendo das necessidades de cada um - e profissional de Educação Física. Alimentação saudável e prática de atividade física regular e sob a orientação profissional são as dicas mais eficazes, ainda que possam demorar um pouco mais do que um só verão para se chegar ao resultado desejado”, afirmou Mário. Além destes profissionais, também é indicado que se faça uma avaliação geral junto a um cardiologista, que costuma solicitar um teste ergométrico. “Esse teste é altamente recomendável e ajuda o praticante de atividade a acompanhar seu estado físico, sua condição para malhar, mostrando a frequência cardíaca ideal para os exercícios e contribuindo para que as metas sejam traçadas”, disse Mário. Acivan alerta para o risco de se fazer atividades intensas e não adequadas ao condicionamento físico, à estrutura muscular e às articulações de cada um. “Muitas pessoas buscam treinos de famosos na internet, de gente que têm uma outra estrutura física; ou treinam com séries antigas que em algum momento da sua vida tinha dado resultado, não levando em conta que a vida delas não é a mesma. Há vários fatores como idade, estresse e comportamento que mudam ao longo dos anos, podendo ocasionar lesões e até mesmo uma fadiga extrema do corpo”, explica. Para emagrecer e ganhar tônus muscular até o verão, o personal recomenda um projeto de 3 meses, associando musculação e atividades aeróbicas para que seja estimulante para o aluno. “Aumentando a intensidade ou os métodos entre quatro a cinco semanas, eu garanto que o aluno terá um resultado parcial e visual da melhora do seu corpo, começando com condicionamento físico, oxigenação muscular, melhora postural e diminuição do percentual de gordura”, afirma. Mário conta que a ACAD fez, há dois anos, um levantamento com mais de 2 mil academias no Brasil sobre o aumento do movimento nos meses que antecedem o verão. O resultado apontou um crescimento (de novos clientes ou daqueles que retornaram) de até 30%, sendo maior em cidades como Rio de Janeiro e Florianópolis, e outras regiões de praia. As mudanças no corpo não aparecem do dia para a noite. É com o passar dos meses que os resultados se tornam permanentes e o aluno ganha em estrutura muscular e qualidade de vida. Além da prática de exercícios físicos, é fundamental beber bastante água e ingerir comidas leves, frutas e fibras, pelo menos a cada três horas. Segundo a Associação Brasileira de Defesa do Consumidor (Proteste), a obesidade já é uma epidemia mundial. No Brasil, quase metade da população (48%) está acima do peso e 15% são considerados obesos. A mudança de hábitos é muito importante para a forma física mas também para a saúde mental.     Fonte: Agência Brasil
7 jan por João Ricardo Correia Tags:, , ,

Circuito Verão Sesc começa neste fim de semana em Mossoró

SESCVERAO1_MORAESNETO Começa neste final de semana mais um Circuito Verão Sesc. A abertura acontece no sábado (10/01), no Sesc Mossoró, às 11h, e a programação segue até o domingo (11/01). A novidade este ano é o formato indoor: as atividades acontecem dentro das unidades Sesc, para oferecer ainda mais conforto e segurança ao público. A programação, que é totalmente gratuita e realizada nos finais de semana de janeiro, inclui esportes, cultura, recreação infantil e saúde. O Circuito Verão é realizado em Natal, Mossoró e Caicó pelo Sistema Fecomércio, por meio do Serviço Social do Comércio do Rio Grande do Norte (Sesc RN). “Nas unidades, teremos condições de oferecer uma gama de atividades que as praias e outros locais externos não nos possibilitavam. Tenho certeza de que será mais um sucesso”, ressalta o presidente do Sistema Fecomércio RN, Marcelo Queiroz. Os esportes são o grande destaque da programação: torneios competitivos de vôlei de areia e futebol de campo fazem parte da programação, além dos torneios recreativos de vôlei de areia, mini futebol de campo e queimada. Cinema, música e apresentações artísticas – como de mágica e de mamulengos – estarão entre as atrações na área de cultura. Já em saúde, serão feitas medições do índice glicêmico e orientações sobre câncer de pele de forma descontraída com o grupo Sesc Dramaturgia. Na área da recreação, uma série de atividades será oferecida, como jogos de tabuleiro, recreação aquática, aulas de dança e um espaço kids com oficinas de balão, pintura em rosto, piscina de bolinha e confecção de brinquedos. O Sesc Seridó, em Caicó, será o segundo a realizar o Circuito Verão (dias 17 e 18/01) e, no Sesc Ponta Negra, em Natal, o evento acontece nos dias 24 e 25/01. SESCVERAO2_MORAESNETO A programação do projeto será encerrada dia 31/01, na praia de Pirangi (Parnamirim), com a última apresentação de Alpendre, 4º show-concerto do projeto Parcerias Sinfônicas Sesc. "O Circuito Verão é um evento que a cada ano se consolida, oferecendo lazer, saúde, cultura e entretenimento aos comerciários e comunidade em geral. A cada edição, trabalhamos para aprimorar o evento", frisa a diretora regional do Sesc, Jeane Amaral. Serviço: O quê? Circuito Verão 2015 começa neste final de semana Quando? Dias 10/01/15 (11h às 17h) e 11/01/15 (8h às 15h) Onde? Sesc Mossoró (Rua Dr. João Marcelino, S/N | Nova Betânia) DEMAIS POLOS: CAICÓ: Sesc Seridó | 17/01/15 (16h às 20h) | 18/01/15 (8h às 15h) NATAL: Sesc Ponta Negra | 24 e 25/01/15 (8h às 15h) ENTRADA GRATUITA Programação completa: www.sescrn.com.br   Fonte: Assessoria de Comunicação do Sesc
13 mar por Henrique Goes Tags:, ,

‘DE OLHO NO VERÃO’: EM OPERAÇÃO, IPEM VERIFICA MAIS DE 400 PRODUTOS E REPROVA MARCA DE SORVETE

No primeiro bimestre de 2013, fiscais do Instituto de Pesos e Medidas do Rio Grande do Norte (Ipem-RN) coletaram e analisaram produtos pré-medidos diretamente relacionados ao período mais quente do ano. O objetivo da Operação “De Olho do Verão” era verificar se protetores e bloqueadores solares, bronzeadores, hidratantes, repelentes e sorvetes estavam nas quantidades indicadas em suas respectivas embalagens. [caption id="attachment_5165" align="aligncenter" width="480"]Operação de Olho no Verão_Técnicos do Ipem analisam protetores solares (1)_Credito Assessoria Operação 'De Olho no Verão': técnicos do Ipem-RN fazem análise de protetores solares
Foto: Assessoria de Comunicação Ipem-RN[/caption] Foram visitados 13 estabelecimentos em Natal, entre supermercados, atacados e maganizes, nos quais foram fiscalizados 262 produtos. Outros 196 itens foram coletados e levados para exame no laboratório do Ipem-RN­­, sendo 144 produtos de uso tópico e 52 potes de sorvete de dois litros, totalizando 458 produtos avaliados na Operação. Apenas uma marca de sorvete teve sete unidades reprovadas pelos fiscais. “Sempre intensificamos a verificação nesse período de maior demanda por esses produtos, com a intenção de fazer um acompanhamento de mercado e averiguar se o consumidor não está sendo prejudicado ao comprar esse tipo de item”, conta Rosângela Ramalho, coordenadora operacional do Ipem-RN. Segundo ela, o baixo índice de reprovação é positivo. “É sinal de que os fabricantes estão atentos e sabem das consequências quando do descumprimento das normas”. O fabricante do sorvete reprovado será autuado e responderá a processo administrativo, contando com um prazo de dez dias para apresentação de defesa, podendo ser advertido ou multado. PRÉ-MEDIDOS   Produtos embalados com quantidade definida são pré-medidos. Ou seja, o estabelecimento da quantidade em cada embalagem é decidido antes de sua comercialização, na ausência do consumidor.     ·        O valor definido na embalagem deve ser relativo ao produto; o peso da embalagem não pode entrar nessa discriminação. ·         Embalagens de tamanhos iguais podem ter quantidades diferentes. ·         Produtos embalados em bandejas deverão ter suas especificações descritas em etiquetas adesivas. ·         Exemplos de produtos pré-medidos: arroz, feijão, manteiga, leite, óleo comestível, detergente, sabão em pó, papel higiênico e muitos outros.   Fonte: Ipem-RN
16 fev por Henrique Goes Tags:, , ,

HORÁRIO DE VERÃO:ESPECIALISTA AFIRMA QUE RELÓGIO BIOLÓGICO LEVA UMA SEMANA PARA SE ADAPTAR

Com a chegada do fim do horário de verão na madrugada deste domingo (17), a tendência é que o corpo leve aproximadamente uma semana para adaptar o relógio biológico com o novo ritmo e ações de dormir e acordar. A afirmação é do neurologista e professor da Faculdade de Medicina da Universidade de Brasília (UnB), Raimundo Nonato Delgado Rodrigues. [caption id="attachment_3491" align="aligncenter" width="431"]relogio1 imagem de internet[/caption] O horário de verão começou no dia 21 de outubro do ano passado e está em vigor nas regiões Sul, Sudeste, Centro-Oeste e no Tocantins. Nesta madrugada, será necessário atrasar os relógios em uma hora. Segundo Raimundo Rodrigues, os impactos do fim do horário de verão sobre a saúde da população são menores do que quando ele se inicia. O corpo deve se habituar à mudança aos poucos, num período de adaptação que deve durar cerca de uma semana. Nesta fase, as pessoas terão a tendência de acordar mais cedo e sentir sono mais cedo à noite. “O ideal seria aos poucos fazer com que o sono fosse atrasado, de forma que a pessoa acordasse um pouquinho mais tarde”. O neurologista avalia que horário de verão é um atentado à saúde das pessoas. “Perder uma hora de sono pode parecer pouco, mas o cérebro sente muito mais do que podemos imaginar, não só em termos de cansaço, mas também na alteração na produção hormonal e na fragmentação do sono”, diagnostica. Caso a ruptura de sono seja acumulada, as pessoas podem correr riscos na hora de exercer atividades que necessitem de vigília, como dirigir ou operar máquinas. ECONOMIA DE ENERGIA De acordo com o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), neste ano o horário de verão gerou uma economia de 4,5% no período de pico (entre as 18h e as 21h) nos estados em que foi implementado. A mudança é adotada todos os anos no país para aproveitar melhor a luminosidade do dia nesta época do ano, reduzindo o consumo de energia nos horários de pico e evitando o uso de energia gerada por termelétricas, que é mais cara e mais poluente do que a gerada pelas hidrelétricas. O horário de verão começa sempre no terceiro domingo do mês de outubro e encerra no terceiro domingo de fevereiro do ano seguinte. Com informações da Agência Brasil
× Fale no ZAP