Tag: Salários atrasados

13 fev por João Ricardo Correia Tags:, ,

Funcionalismo continua levando fumo: Estado fica livre de pagar salários em ordem cronológica

Fátima Bezerra alega que Governo não tem dinheiro

A Presidência do Tribunal de Justiça deferiu, na tarde desta quarta-feira (13), o Pedido de Suspensão de Liminar, feito pelo Estado do Rio Grande do Norte, para sustar os efeitos da decisão proferida, em primeiro grau, pela Segunda Vara da Comarca de Currais Novos, que estabelecia que o Estado realizasse o pagamento de salários dos servidores da ativa e dos aposentados em obediência à ordem cronológica.

A medida considera a "atual e notória insuficiência de recursos" do Erário estadual para quitar todas as dívidas de maneira simultânea, além de levar em conta também a defesa na qual o Poder Executivo aponta seu esforço na definição de calendário de pagamento que contemple a quitação dos salários referentes ao exercício de 2019, aliado ao compromisso de buscar receitas extraordinárias para a quitação do passivo salarial gerado nos anos de 2017 e 2018.

4 fev por João Ricardo Correia Tags:,

Servidores da saúde do RN começam greve exigindo pagamento de salários atrasados

Os servidores estaduais da saúde do Rio Grande do Norte entram em greve nesta terça-feira, 5. O início da paralisação vai coincidir com um ato unificado, com todos os servidores públicos do RN, em frente à Governadoria, às 9 horas.

De acordo com o Sindsaúde, a greve é fruto dos constantes ataques que os servidores estaduais vêm sofrendo nos últimos anos. "O parcelamento dos salários de janeiro gerou muita revolta dos servidores da saúde que estão com os salários de dezembro e o 13º de 2018 ainda atrasados", disse o comunicado.

Ainda segundo o Sindicato, a governadora Fátima Bezerra (PT) publicou no último dia (21), um decreto suspendendo o pagamento e o gozo da licença-prêmio, direito garantido por lei a todos os servidores. O decreto foi revogado pelo governo após reunião com o Fórum dos servidores, mas está sendo proibido solicitar a licença pelas direções dos hospitais. 

A saúde é a primeira categoria a iniciar uma greve por tempo indeterminado no novo Governo. “Atacou nossos direitos, vamos para as lutas!”, enfatiza Manoel Egídio, coordenador-geral do Sindsaúde-RN.

Com informações do Sindsaúde-RN

× Fale no ZAP