Tag: Robinson Faria

18 jan por João Ricardo Correia Tags:, , ,

Fátima Bezerra pediu votos para Robinson Faria e depois foi criticá-lo pelo atraso de salários dos servidores

Fátima pediu votos para Robinson ser governador e ele pediu votos para ela ser senadora

A governadora Fátima Bezerra enfrenta sérios problemas por causa da crise financeira do Rio Grande do Norte e não tem previsão de quando vai colocar os salários em dia, prejudicando milhares de trabalhadores. Há servidores que ainda não receberam nem o décimo-terceiro de 2017, tudo deixado de "herança" por Robinson Faria, para quem Fátima pediu votos para governador.

Meses depois de Robinson ser governador, houve o rompimento político entre ambos e Fátima passou a criticar seu ex-aliado por atrasar os salários e, agora, no começo de sua gestão, está fazendo exatamente a mesma coisa.

Como senadora, Fátima não poupava Robinson:

https://www.youtube.com/watch?v=yt_gxASM2nc
5 jan por João Ricardo Correia Tags:, , ,

Justiça determina que Governo do RN pague 13º salário dos servidores da Saúde

[caption id="attachment_56004" align="aligncenter" width="655"] Fátima e seu antecessor Robinson, em debate na Band Natal (Foto: José Aldenir/Joinha)[/caption] Na manhã desta sexta-feira (04), o Sindsaúde-RN protocolou na justiça uma ação de cobrança com pedido liminar para o pagamento do 13º salário de todos os servidores da saúde: ativos, aposentados e pensionistas. A decisão da justiça saiu no mesmo dia: o Estado será intimado para fazer o pagamento de imediato. Se não pagar, tem uma multa de R$ 10.000,00 (dez mil reais) diário de atraso no cumprimento da decisão judicial. Para Rosália Fernandes, do Sindsaúde-RN, a decisão é uma vitória, mas é necessário que o governo de Fátima Bezerra não recorra. "Esperamos que a governadora realmente pague o 13º salário dos servidores da saúde, e que o discurso de que os servidores é uma prioridade seja demonstrado na prática. A governadora não pode repetir os mesmos erros do governo Robinson", disse a sindicalista. Com informações do Sindsaúde-RN
2 jan por João Ricardo Correia Tags:, , , , ,

Capitão PM chama ex-governador de “Robinho”, considera governo “nefasto” e sugere que seja candidato a síndico de condomínio

O capitão PM Lenarte Azevedo postou em seu perfil no Facebook, na manhã de hoje, 2, críticas ao ex-governador Robinson Faria, a quem chamou de "Robinho", que "esqueceu de reformar os quartéis da Policia Militar, onde provavelmente se hospedará". Lenarte, em tom irônico, ainda escreveu: "Inclusive, já que estás desempregado, diria para se candidatar ao cargo de síndico do Porto Brasil, mas soube que já houve eleições esses dias por lá". O Porto Brasil é um condomínio de casas de alto padrão, no litoral Sul do Rio Grande do Norte. A postagem já provocou alguns comentários, todos de apoio ao policial. Confira:    
27 dez por João Ricardo Correia Tags:, , , ,

Polícia Civil: Robinson Faria propõe não pagar a aposentados e pensionistas e greve continua

[caption id="attachment_55768" align="aligncenter" width="675"] Em campanha, Robinson recorreu até a Lula, que pediu votos para ele governar o RN[/caption] O governador do Rio Grande do Norte, Robinson Faria, reprovado nas urnas em outubro passado, faltando quatro dias para encerrar o mandato, tentou deixar aposentados e pensionistas de fora do pagamento do 13º salário de 2017. Isso mesmo: de 2017! O pai do deputado federal Fábio Faria não somente provocou a continuação da greve dos agentes e escrivães, como também terminou fazendo com que os delegados aderissem ao movimento. Os policiais civis e servidores da Segurança decidiram, no final da manhã desta quinta-feira (27), continuar a Operação Zero. As categorias não aceitaram a proposta apresentada pelo Governo do Estado de deixar os aposentados sem receber o 13° salário. A Operação Zero foi deflagrada pelos policiais civis e servidores da Sesed nesta quarta-feira (26). Em todo o Estado, as unidades da Polícia Civil foram fechadas. Na Grande Natal, as categorias se concentram na Central de Flagrantes. No interior, os Agentes e Escrivães estão concentrados nas delegacias regionais. Nilton Arruda, presidente do SINPOL-RN, explica que o Sindicato foi chamado para uma reunião na Secretaria de Segurança, na manhã desta quinta-feira. "Infelizmente, não é o desejo dos policiais civis e servidores da Segurança continuar com o movimento, mas por culpa do Governo somos obrigados a lutar pelo nosso direito mais básico que é o salário em dia", disse. "Mais uma vez, o governador mostrou desrespeito ao anunciar o pagamento do 13° de 2017 apenas para os servidores da ativa, deixando os aposentados e pensionistas sem receber. Nós não aceitamos por entender que não é justo fazer essas discriminação, assim como não é justo pagar apenas aos policias militares em detrimento aos demais operadores da Segurança Pública", acrescentou o presidente. Com informações do SINPOL RN
26 dez por João Ricardo Correia Tags:, , , ,

Futura chefe da Polícia Civil vai precisar de habilidade para “segurar” a categoria

A futura chefe da Polícia Civil do Rio Grande do Norte, delegada Ana Cláudia Saraiva Gomes (FOTO), sempre demonstrou desenvoltura para o diálogo e circula bem no meio político. Essas duas qualidades foram evidenciadas recentemente, quando ela presidiu a Adepol, Associação que representa sua categoria. Mas a partir do próximo mês, como se diz popularmente, "o buraco é mais embaixo": além da falta de estrutura e da defasagem de pessoal, encontrará profissionais revoltados e desacreditados nas promessas de gestores como Robinson Faria, governador que termina o mandato dia 31 próximo, deixando milhares de pais e mães de famílias com salários atrasados. Agentes, escrivães e delegados de Polícia Civil vivem a expectativa de como será a gestão de Fátima Bezerra, revelada no movimento sindical, que foi deputada estadual, deputada federal, ainda ocupa o cargo de senadora e foi eleita governadora do RN. Teoricamente, a futura chefe do Executivo Estadual deve ser preparada para conviver com protestos e outros movimentos de servidores, uma vez que ganhou notoriedade também por liderar diversas greves. Saber se Ana Cláudia terá habilidade para intermediar os interesses da gestão petista junto aos "companheiros" da Polícia Civil é uma questão de tempo. A categoria, segundo fontes deste informativo, estaria dando crédito à futura líder, no entanto, depois dos últimos quatro anos de arrocho, não estaria disposta a esperar muito para poder voltar a receber os salários em dia e ver investimento, principalmente na qualificação profissional. Por João Ricardo Correia  
25 dez por João Ricardo Correia Tags:, , , ,

Robinson Faria pagou a PMs e deixou policiais civis sem salários e revoltados

Os policiais civis do Rio Grande do Norte e os servidores da Secretaria da Segurança Pública e da Defesa Social (Sesed) se reuniram em Assembleia Geral, na manhã da segunda-feira (24), na sede do SINPOL-RN, e decidiram deflagrar Operação Zero a partir da quarta-feira, dia 26 de dezembro. Ficou deliberado que, às 8 horas, todos os Policiais Civis irão para a Central de Flagrantes. A partir de então, a categoria estará mobilizada por tempo indeterminado. Os policiais civis e servidores da Segurança cobram do Governo do Estado o pagamento do restante do 13º de 2017, bem como uma definição sobre o 13º de 2018 e o salário de dezembro. Nilton Arruda, presidente do SINPOL-RN, afirma que se o governador Robinson Faria anunciou pagamento do 13º salário de 2017 dos policiais militares para o dia 28 deve fazer o mesmo para as outras categorias. "O sentimento atual é de grande revolta, pois ao anunciar o pagamento apenas para uma categoria da Segurança o Governo promove uma injustiça e discriminação. Infelizmente, nos últimos dias da sua gestão, o governador gera um caos na Segurança Pública ao adotar esse posicionamento", comenta Nilton Arruda. O SINPOL-RN orienta aos Policiais Civis do interior que, aqueles que puderem, também se dirijam para a Central de Flagrantes, na quarta-feira. Os que não puderem se concentrem nas delegacias regionais, também adotando a Operação Zero. Com informações do Sinpol RN Foto: Sinpol RN
18 dez por João Ricardo Correia Tags:, , ,

Criação irregular de programa em ano eleitoral leva MP a processar Robinson e ex-secretário de Saúde

[caption id="attachment_55575" align="aligncenter" width="554"] Reprovado nas urnas, em outubro passado, Robinson é alvo de novas denúncias[/caption] O Ministério Público Eleitoral ingressou com uma ação de investigação judicial eleitoral (AIJE) contra o atual governador Robinson Faria, contra o ex-secretário de saúde do estado e mais dois servidores da Secretaria Estadual de Saúde (Sesap) por abuso de poder político e conduta vedada. O MP Eleitoral sustenta que o ex-secretário, acompanhado do adjunto e da subcoordenadora de Serviços de Referência da Sesap teriam criado o programa, não executado orçamentariamente em ano anterior, não previsto em lei ou ato administrativo, fora do controle da Central de Regulação de Leitos, sem anuência ou conhecimento do Conselho Estadual de Saúde, em pleno ano e período eleitoral, não se estando ainda diante de situação emergencial ou de calamidade pública. Além de toda a situação irregular, os serviços foram prestados a potenciais eleitores, escolhidos sem critérios objetivos, em desrespeito à fila do Sistema Único de Saúde, como típica medida de promoção de assistência do Estado em troca de votos. Esses serviços, ainda, foram custeados pelo poder público, com recursos públicos, sem lastro contratual, mediante pagamento de “indenizações” a entidades hospitalares privadas não vinculadas ao SUS, nem submetidas a procedimentos prévios de licitação, dispensa ou inexigibilidade de licitação ou mesmo de simples credenciamento. “Houve na situação nítido uso indevido, desvio e abuso de autoridade, em favor do Governador do Estado do Rio Grande do Norte, na época candidato a reeleição, por parte do então Secretário de Estado da Saúde Pública do Rio Grande do Norte, Pedro de Oliveira Cavalcanti Filho, do Secretário Adjunto de Estado da Saúde Pública do Rio Grande do Norte, Sidney Domingos Ferreira de Souza e Santos, bem como da Subcoordenadora de Serviços de Referência da SESAP/RN, Gyankarla Mendes Álvares de Melo, os três últimos envolvidos mais diretamente na implementação do chamado Projeto Fôlego Novo”, destaca a AIJE. Todos eles incidiram, assim, na figura do abuso de poder político (art. 22 da Lei Complementar n. 64/1990), assim como nas condutas vedadas descritas no art. 73 da Lei n. 9.504/1997. “Foram realizadas 918 cirurgias de catarata, em municípios do interior potiguar, entre maio e agosto de 2018, para angariar a simpatia de parte da população e, consequentemente, conseguir votos em favor do primeiro, governador do estado e candidato a reeleição no pleito deste ano”, sustenta. Para o MP Eleitoral, embora o atual governador não tenha sido reeleito, o critério quantitativo não é indispensável à caracterização do ato abusivo ou mesmo da conduta vedada, não sendo nem sequer necessário que o candidato tenha se sagrado vitorioso na disputa eleitoral. Se forem condenados, os envolvidos podem ficar inelegíveis por oito anos subsequentes às eleições de 2018 e podem ter que pagar multa de até R$ 300 mil. Fonte: Assessoria de Comunicação da Procuradoria da República no RN
17 dez por João Ricardo Correia Tags:, , , ,

Militares são convocados para assembleias depois de Robinson dizer que salários da PM estão em dia

O presidente da Associação dos Oficiais Militares do Rio Grande do Norte, major PM Antoniel Moreira, divulgou áudio, por meio do WhatsApp, convocando oficiais e praças para reuniões, nesta terça-feira, 18, à tarde. Ele disse que o governador do RN, Robinson Faria garantiu que os salários dos policiais militares estão em dia e Moreira retrucou afirmando não ter recebido o décimo terceiro de 2017, nem o de 2018. Ouça o que disse o major Moreira: [audio mp3="https://www.companhiadanoticia.com.br/wp-content/uploads/2018/12/MAJOR_MOREIRA.mp3"][/audio]
10 dez por João Ricardo Correia Tags:, , , ,

Atentado contra a saúde pública no RN: hospital vai fechar pronto-socorro obstétrico por falta de médicos e redução de leitos

  Enquanto o governador Robinson Faria, reprovado nas urnas em outubro passado, permanece fazendo uma "retrospectiva" do seu governo por meio do Instagram, chamando asfalto de "tapete", o diretor geral do Hospital Santa Catarina, Jacques Fiuza Campos, informou hoje, 10, que o pronto-socorro obstétrico da referida unidade médica ficará fechado a partir das 7 horas do próximo dia 12, quarta-feira, até 7 horas do dia 1º de janeiro de 2019, por falta de pediatras e diminuição de oito leitos. Abaixo, o documento com a INFORMAÇÃO:  
10 dez por João Ricardo Correia Tags:, , ,

MP Eleitoral ingressa com ação contra governador Robinson Faria por abuso de poder político e econômico

[caption id="attachment_55457" align="aligncenter" width="665"] Robinson foi eleito em 2014, prometendo ser o melhor governador do RN[/caption] Uma ação de investigação judicial eleitoral (Aije) foi impetrada pelo Ministério Público Eleitoral contra o governador do Rio Grande do Norte, Robinson Mesquita de Faria; seu candidato a vice na última eleição, Sebastião Filgueira do Couto; o prefeito de Santo Antônio, Josimar Custódio Ferreira, e mais quatro integrantes e ex-integrantes da gestão de Robinson Faria. Eles deverão responder por abuso de poder político e econômico, a partir de irregularidades que foram alvo de ações eleitorais anteriores, como o uso promocional de programas sociais - “restaurante popular”, “café do trabalhador” e “sopa cidadã” - e a doação de duas ambulâncias no município de Santo Antônio. Também são temas da Aije as propagandas do governo em outdoors no anel viário do aeroporto de São Gonçalo, assim como a inauguração de leitos de UTI no Hospital Regional de Currais Novos (embora ainda não estivessem em funcionamento), a veiculação de publicidade institucional do Detran e finalmente os gastos elevados com publicidade institucional em pleno ano eleitoral. Além dos candidatos e do prefeito, são alvos da ação ainda o secretário estadual de Trabalho, Habitação e Assistência Social (Sethas), Francisco Vagner Gutemberg de Araújo; o assessor de Comunicação do Governo do RN, Pedro Ratts de Ratis; o ex-secretário de Saúde Pedro de Oliveira Cavalcanti Filho; e sua esposa e possível assessora da Secretaria de Saúde, Ana Valéria Barbalho Cavalcanti. Os sete podem ser submetidos à pena de inelegibilidade pelo prazo de oito anos. “Todas essas ações e procedimentos preparatórios eleitorais evidenciam, de forma inconteste, o uso indevido de programas sociais, órgãos e bens públicos pelo investigado em benefício de sua candidatura à reeleição”, resume a procuradora regional eleitoral, Cibele Benevides, autora da Aije. ILÍCITOS Em relação aos programas sociais, foi constatada uma ampliação incomum não só dos investimentos, em pleno ano eleitoral, como também o uso publicitário das ações envolvendo tais programas, sobretudo a inauguração dos chamados restaurantes populares. Informações da própria Sethas apontaram que, em 2018, foram inauguradas 41 novas unidades desses restaurantes (e outros 20 em fase implantação). Em 2017 foram somente 18, em 2016 apenas dois e, em 2015, nenhum. Isso tudo apesar de o cenário de crise ter se acentuado desde 2014 e sempre com ampla divulgação nas redes sociais do governo e do próprio Robinson Faria. Já no que diz respeito às ambulâncias, o então secretário de Saúde Pedro Cavalcanti e sua esposa, Ana Valéria Cavalcanti, estiveram em Santo Antônio em 25 de agosto, já dentro do período de campanha, para realizar a doação de dois desses veículos, promovendo a candidatura do chefe do executivo estadual. Nas imagens da solenidade, o prefeito Josimar Custódio usa camisa da cor da campanha do governador e faz com as mãos, junto dos demais presentes, o número 55, exatamente o do candidato. “(...) não se tratou de um simples ato institucional ou regular de governo, mas foi realizada em circunstâncias de exaltação e favorecimento à então candidatura do governador”, destaca o MP. Em postagens na sua rede social, Valéria utilizou a hashtag #todoscomrobinson55. De forma semelhante, o governador inaugurou leitos de UTI no Hospital Mariano Coelho, em Currais Novos, embora o serviço não estivesse em funcionamento. Houve divulgação no site do governo, com repercussão nos perfis do instagram e facebook, fazendo uso promocional do evento em prol do chefe do Executivo. Para o MP, a atitude evidencia “a má-fé do investigado, mas também a promoção indevida de sua candidatura, por meio de divulgação de falsa propaganda”. OUTDOORS Outro ponto da Aije trata da fixação de nove outdoors no anel viário que leva ao aeroporto de São Gonçalo do Amarante, com intenção promocional e já em período vedado. A inauguração do anel viário ocorreu em 4 de julho, porém os outdoors permaneceram após 7 de julho, quando não seriam mais legalmente aceitos. Ressaltando o que seria a “maior obra viária da história do RN” ou a “obra do século”, os outdoors – na avaliação do MP Eleitoral – tinham o “inevitável efeito de promover pessoalmente o candidato às custas de recursos públicos”. Somado aos demais fatos, o governador ainda veiculou publicidade institucional em período vedado, por meio do Departamento de Trânsito e utilizando televisão, rádio e outdoor eletrônico. Robinson chegou a ser condenado ao pagamento de multa pela justiça eleitoral. Além disso, houve um elevado uso de recursos financeiros em publicidade por parte do estado, “a despeito de atualmente encontrar-se em grave crise econômica e financeira, inclusive com atraso nos pagamentos dos salários e 13ª salário dos servidores estaduais”. Foram destinados R$ 5,4 milhões em publicidade institucional somente no primeiro semestre de 2018. “Ou seja, mesmo inserido num contexto calamitoso, em segurança, saúde e funcionalismo público, o Governo do Estado do Rio Grande do Norte, presidido pelo investigado Robinson Faria, optou por gastar milhões de reais com publicidade institucional, não somente de forma contrária à legislação eleitoral, mas também com claro intento promocional em favor da sua candidatura”. Fonte: Assessoria de Comunicação da Procuradoria da República no RN
3 dez por João Ricardo Correia Tags:, , , ,

MPRN e MPF ajuízam Ação Civil Pública para Estado aplicar R$ 243 milhões em saúde

O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) e o Ministério Público Federal (MPF) ajuizaram uma Ação Civil Púbica (ACP) para obrigar o Governo do RN a aplicar urgentemente mais R$ 243.340.800,69 para custeio da Secretaria de Saúde até o fim deste ano. O montante é o que falta para o Estado atingir os 12% mínimos do orçamento que devem ser destinados à saúde pública, conforme estabelece a Constituição Federal. A ação é direcionada ao governador do RN, Robinson Faria (FOTO), e ao secretário estadual de Planejamento e Finanças, Gustavo Nogueira. Caso descumpram a aplicação legal em saúde, o MPRN e o MPF pedem que eles sejam multados em R$ 1 mil por dia. A Lei Orçamentária do RN projetou receitas da ordem de 8,5 bilhões, como base de cálculo de receitas para o cômputo do piso constitucional. Desse valor, os 12% que o Estado deve aplicar em saúde pública correspondem a R$ 1.022.112.120,00. Contudo, o montante despendido pelo ente até outubro passado e que pode ser computado como ‘despesa com saúde’ foi de R$ 553.771.319,31. Somando-se a essa quantia as despesas com pessoal, verifica-se que o Estado ainda tem que aplicar mais de R$ 243 milhões em saúde até o dia 31 de dezembro para cumprir o que é obrigado constitucional e legalmente.
30 nov por João Ricardo Correia Tags:, , ,

RN: governo ainda não sabe quando terminará de pagar folha de novembro

[caption id="attachment_55287" align="aligncenter" width="489"] Rotina: Robinson Faria continua sem pagar a folha em dia[/caption] O Governo do Estado paga hoje (30) os salários de novembro do funcionalismo. Recebem dentro do mês trabalhado os servidores da Educação, DETRAN, IPERN, IDEMA, JUCERN, DEI e ARSEP. No próximo dia, 07 recebem novembro os servidores da área de segurança: SESED, SEJUC, PC, PM, CBM, ITEP e policiais do GAC e da Vice-Gov (ativos e reformados). Até o dia 11 recebem novembro os servidores ativos da saúde e demais servidores ativos e inativos que ganham até R$ 5 mil. Para o pagamento de novembro da faixa acima de R$ 5 mil, o Governo acompanha as receitas para anunciar a data em breve. Por fim, a pequena parcela remanescente de outubro será paga amanhã (01). Fonte: Assecom-RN
23 nov por João Ricardo Correia Tags:, , , ,

Servidores do RN protestam contra atraso de salários

[caption id="attachment_55152" align="aligncenter" width="550"] Robinson Faria tentou reeleição e continua atrasando salários[/caption] O governador do RN, Robinson Faria, reprovado nas urnas em outubro passado, termina seu mandato em 31 de dezembro deste ano e poderá desocupar a cadeira deixando milhares de servidores sem salários. Revoltados, os trabalhadores se preparam para mais um protesto. O Sindicato dos Policiais Civis e Servidores da Segurança Pública do RN (Sinpol) está convocando as categorias para o ato unificado que acontecerá na terça-feira, 27 de novembro, a partir das 9 horas, na Escola de Governo, no Centro Administrativo, em Natal. O objetivo será cobrar do Governo do Estado o pagamento do 13º salário de 2017, do 13º de 2018 e dos salários restantes deste ano. Com informações da Assessoria de Imprensa do Sinpol
8 out por João Ricardo Correia Tags:, , ,

Reprovado pelos eleitores, Robinson Faria ainda tem chance de apresentar as “mais de mil obras”

Terminado o primeiro turno das eleições, vamos ver se, agora, o Governo do Rio Grande do Norte divulga as tais "mais de mil obras" que Robinson Faria tanto falou enquanto foi candidato à reeleição. Como ficou em terceiro lugar, perdendo para Fátima Bezerra e Carlos Eduardo Alves, talvez ele e seus assessores desejem, pelo menos, mostrar que é verdade o que foi dito ou, então, assumam que tudo não passou de balela, de mentira. Este Companhia da Notícia continua proporcionando ao Governo do RN, a custo zero, a oportunidade de divulgar a lista completa (com andamento e localização) das obras tão faladas por Robinson Faria. Afinal de contas, ele falou a verdade ou mentiu? Abaixo, matéria mais recente publicada sobre o tema: https://www.companhiadanoticia.com.br/fake-news-chapa-branca-governo-do-rn-continua-sem-informar-sobre-as-1-200-obras-anunciadas-por-robinson/
4 out por João Ricardo Correia Tags:, , ,

MP Eleitoral pede cassação de registro de Robinson Faria por uso promocional de programa social

O Ministério Público Eleitoral representou contra o governador e candidato à reeleição Robinson Faria (PSD); o seu candidato a vice, Sebastião “Tião” Couto (PR); o secretário estadual de Assistência Social (Sethas), Francisco Vagner Gutemberg de Araújo; o assessor de Comunicação do governo, Pedro Ratts de Ratis; e a Coligação Trabalho e Superação. Eles são acusados de conduta vedada por se beneficiarem, irregularmente, do programa Segurança Alimentar, que engloba o Restaurante Popular, o Café do Trabalhador e o Sopa Cidadão. A representação destaca a importância do programa para a população, porém aponta que vem sendo utilizado com fins eleitoreiros pelo atual governador. De acordo com informações da própria Sethas, em 2018, frente à proximidade do pleito eleitoral, foram inauguradas 41 novas unidades dos chamados restaurantes populares (além de haver outras 20 em fase implantação). No ano de 2017 foram somente 18, em 2016 apenas duas e, em 2015, absolutamente nenhuma, embora o cenário de crise tenha se acentuado desde o ano 2014.
× Fale no ZAP