Tag: Policial

28 out por João Ricardo Correia Tags:, , , , , ,

Brasil tem mais mortes violentas do que a Síria e RN lidera ranking

homicidio3_redepindoramacom O Brasil registrou mais mortes violentas de 2011 a 2015 do que a Síria, país em guerra, em igual período. Os dados, divulgados hoje (28), são do Anuário Brasileiro de Segurança Pública, do Fórum Brasileiro de Segurança Pública. Foram 278.839 ocorrências de homicídio doloso, latrocínio, lesão corporal seguida de morte e mortes decorrentes de intervenção policial no Brasil, de janeiro de 2011 a dezembro de 2015, frente a 256.124 mortes violentas na Síria, entre março de 2011 a dezembro de 2015, de acordo com o Observatório de Direitos Humanos da Síria. “Enquanto o mundo está discutindo como evitar a tragédia que tem ocorrido em Alepo, em Damasco e várias outras cidades, no Brasil a gente faz de conta que o problema não existe. Ou, no fundo, a gente acha que é um problema é menor. Estamos revelando que a gente teima em não assumi-lo como prioridade nacional”, destacou o diretor-presidente do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, Renato Sérgio de Lima.
21 abr por João Ricardo Correia Tags:, , , , ,

11º Distrito Policial já tem novo endereço em Cidade Satélite

DELEGACIACIDADESATELITE1_JRC João Ricardo Correia Após ser interditad0 no dia 8 de janeiro passado, porque o prédio onde funcionava corria o risco do teto desabar, o 11º Distrito Policial já tem novo endereço: rua Bem-te-vi, 8091, conjunto Cidade Satélite, na lateral da Escola Estadual Djalma Aranha Marinho, zona Sul de Natal. A unidade policial ainda não foi inaugurada e está instalada num imóvel alugado, que servia como residência. Já existe uma placa, na esquina da avenida dos Caiapós com a rua do Bem-te-vi, indicando o 11º DP. O 11º DP atende os bairros Pitimbu, Planalto e Guarapes. Por enquanto, o serviço está sendo prestado no andar superior da 8ª Delegacia de Polícia, no bairro da Cidade da Esperança, na Zona Oeste. O imóvel interditado, também no conjunto Cidade Satélite, permanece fechado. Segundo fontes da Polícia Civil, em seu lugar um novo prédio será erguido, mas a obra ainda não tem data para iniciar.  
23 dez por João Ricardo Correia Tags:, , , ,

Cabo PM baleado no rosto por assaltantes continua internado

PEDROFERNANDESNETOCBPM1_CEDIDA O cabo PM Pedro Fernandes Neto, baleado no rosto durante assalto em Parnamirim(RN), nesta terça-feira à noite, continua internado no Hospital Regional Deoclécio Marques de Lucena, naquele município. As investigações feitas até agora apontam que o militar teria reagido a um assalto, em um estabelecimento comercial atacado por bandidos, e terminou atingido no rosto, abaixo no olho esquerdo, por um disparo que transfixou a nuca. O incidente aconteceu na rua Rio Nilo, no Parque Industrial. O cabo está em uma enfermaria. Ele foi submetido a uma tomografia e deverá ser transferido para o Hospital Central Coronel Pedro Germano (Hospital da PM), em Natal, onde deverá ser operado. Foto: Cedida
27 abr por João Ricardo Correia Tags:, , , ,

Vínculo trabalhista entre PM e Igreja Universal é reconhecido

JUSTICA6 A Sexta Turma do Tribunal Superior do Trabalho não acolheu recurso da Igreja Universal do Reino de Deus e manteve condenação que a obrigou a reconhecer o vínculo de emprego de um policial militar que prestava serviço como segurança para a instituição em Belo Horizonte (MG). De acordo com o ministro Augusto César de Carvalho, relator do processo na Turma, a condenação está de acordo com a Súmula 386 do TST, que reconhece a relação de emprego entre policial militar e empresa privada independentemente do eventual cabimento de penalidade disciplinar imposta pela corporação devido ao acúmulo de funções. O policial começou a trabalhar na Igreja Universal em outubro de 2003 sem a assinatura da carteira de trabalho, e foi demitido em fevereiro de 2008.  Durante esse período, sua escala de serviço era compatível com a da Polícia Militar. O juízo da 10ª Vara do Trabalho de Belo Horizonte (MG) reconheceu o vínculo e determinou o registro na CTPS e o pagamento de horas extras e verbas rescisórias. A Universal recorreu da decisão ao Tribunal Regional do Trabalho da 3ª Região (MG), alegando que, sendo o reclamante um policial militar, o vínculo seria nulo, pois a prestação de serviço privada seria "expressamente vetada" pelo regulamento interno da Polícia Militar. O caso, de acordo com a igreja, seria similar ao da contração sem concurso pelo serviço público ou a acumulação remunerada de cargos públicos. No entanto, o TRT manteve a condenação, considerando a sentença "clara e objetiva quanto à presença dos pressupostos da relação de emprego", estando o recurso da Igreja "em confronto à Súmula 386". TST A Universal interpôs agravo de instrumento ao TST com o objetivo de liberar seu recurso de revista, trancado pelo Regional, para análise pela Corte. A Sexta Turma, porém, não deu provimento ao agravo com base nas Súmulas 386, que reconhece o vínculo privado com policiais militares, e 126, que não permite o reexame de fatos e provas nessa fase do processo.   Fonte: Portal do TST
9 fev por João Ricardo Correia Tags:, , , , ,

Cabo PM é assassinado ao tentar evitar assalto em Parnamirim

[caption id="attachment_32303" align="aligncenter" width="1024"]TIROS_GAZETADAREGIAOCOM Ilustração: gazetadaregiao.com[/caption]   A violência faz mais uma vítima na Grande Natal. Dessa vez, quem perdeu a vida foi cabo PM Estevan Barbosa, lotado no 3º Batalhão, no município de Parnamirim. Segundo nota de pesar emitida pela corporação, o policial tentava evitar um assalto na divisa dos bairros Jóquei Clube, Monte Castelo e Bela Parnamirim, quando perseguia um suspeito e terminou sendo atingido pelo tiro deflagrado por um segundo desconhecido. A vítima chegou a ser socorrida, mas morreu no Hospital Regional Deoclécio Marques, em Parnamirim.   Eis a nota da PM sobre o ocorrido:   "É com pesar e profunda consternação que a Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social (Sesed), por meio do Comando da Policia Militar do Estado do Rio Grande do Norte (PMRN), comunica o falecimento do Cabo PM Estevan Barbosa, do 3º Batalhão da Polícia Militar (3º BPM), atingido por disparo de arma de fogo na noite desta segunda-feira (9) ao tentar evitar um assalto na divisa dos bairros Jóquei Clube, Monte Castelo e Bela Parnamirim, no município de Parnamirim. Enquanto perseguia um suspeito, o Cabo PM Estevan foi surpreendido por outro meliante, sendo ferido gravemente, vindo a falecer no Hospital Regional Deoclécio Marques, na região metropolitana de Natal. “Neste momento de dor para todos, reconhecemos a dedicação e a bravura do Cabo PM Estevan, que sempre desempenhou com a coragem dos destemidos, a sua nobre função, honrando sua farda, lutando contra o mal e buscando a paz para toda a sociedade. Policial amigo, sempre pronto a cumprir sua missão! Descanse em Paz!”, disse o Comandante Geral da PMRN,  Coronel Ângelo Dantas. Neste momento, a Policia Militar está em diligências para localizar os suspeitos em cometer o crime. O Comandante Geral da Corporação, Coronel Ângelo Dantas, manteve contato pessoalmente com o Delegado Geral de Polícia Civil, Stênio Pimental, e pediu apoio nas investigações para encontrar os criminosos que tiraram a vida do nobre policial. “Reiteramos que estamos profundamente abalados com o ocorrido com o Cb PM Estevan, policial militar com extenso rol de ocorrências bem resolvidas, de conduta iliba e irrepreensível, autor de feitos bravos, digno e extraordinário, um valoroso policial militar que deixará muitas saudades como exemplo de profissional, pessoa e pai de família que era”, lamentou o Comandante da PMRN. O Comando da Policia Militar informou que estará dando toda a assistência necessária aos familiares do Cb Estevan. Neste instante, colegas de farda do policial, oficiais e praças da Polícia Militar, se deslocaram para a residência do militar para apoiar e prestar solidariedades à seus familiares e amigos."
× Fale no ZAP