6 fev por João Ricardo Correia Tags:, , ,

Fies vai oferecer 100 mil vagas a juro zero para alunos de baixa renda

O Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) vai ofertar 100 mil vagas na modalidade juro zero e 450 mil na modalidade P-Fies. Os números foram divulgados há pouco pelo Ministério da Educação (MEC). As inscrições para o programa começam amanhã (7) e vão até o dia 14. 

O Fies a juro zero é voltado para alunos cuja renda familiar bruta mensal por pessoa não ultrapasse três salários mínimos. Já o P-Fies, para estudantes cuja renda familiar bruta mensal por pessoa não exceda cinco salários mínimos.
 
O financiamento mínimo na modalidade juro zero é de 50% do curso escolhido, desde que o limite financiável não passe de R$ 42.983,70 por semestre. Essa condição passou a valer a partir da edição do segundo semestre de 2018.

Podem participar os estudantes que fizeram o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), a partir da edição de 2010, e obtiveram média das notas nas provas igual ou superior a 450. Além disso não podem ter zerado a redação. 

Os bolsista parciais do Programa Universidade para Todos (ProUni), ou seja, aqueles que têm bolsa de 50% da mensalidade, poderão participar do processo seletivo do Fies e financiar a parte da mensalidade não coberta pela bolsa. 

Cronograma

15 out por João Ricardo Correia Tags:, , , , , , ,

PEC 241 pode dificultar cumprimento de metas do PNE, dizem entidades

professor_fgsbr O novo regime fiscal, decorrente da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 241, poderá inviabilizar o  cumprimento das metas de melhoria da educação previstas no Plano Nacional de Educação (PNE), segundo entidades que atuam no setor. Enquanto a PEC prevê um teto global para os gastos do governo, o PNE estabelece uma expansão de investimentos, mais vagas e escolas melhores, que necessitarão de investimento em infraestrutura. O PNE, lei sancionada em 2014, estabelece metas e estratégias para melhorar a qualidade da educação até 2024. As metas vão desde a educação infantil até a pós-graduação e incluem valorização dos professores e melhorias em infraestrutura.
18 fev por João Ricardo Correia Tags:, , , , ,

MEC autoriza processo para implantar campus de Medicina em Mossoró e Assu

FATIMMEDICINAUFERSA1_VINICIUS-EHLERS As populações dos municípios de Mossoró e Assu, no Rio Grande do Norte, poderão em breve realizar o tão acalentado sonho de contar com cursos de Medicina na região. Em audiência com a senadora Fátima Bezerra e o reitor da Universidade Federal Rural do Semi-Árido (Ufersa), José de Arimatea de Matos, o secretário-executivo do Ministério da Educação (MEC), Luiz Cláudio Costa, autorizou, terça-feira passada, a abertura do processo licitatório para início das obras dos campi de Medicina de Mossoró e de Assu. Em Mossoró, a Ufersa já contratou professores contratados e selecionou alunos pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu). O início das aulas será no 2º semestre deste ano. Já o campus de Assu depende de um replanejamento do MEC. A previsão do início do curso é para o próximo ano. Segundo a senadora, essas iniciativas vêm não só fortalecer a educação, mas a saúde e a cidadania de todo a população potiguar. “ A interiorização do curso de Medicina, por meio do programa Mais Médicos, do governo federal, está possibilitando avanços extraordinários na democratização do curso de Medicina em todo o país.  O sonho da juventude de Assu está se realizando: cada um desses jovens terá a chance de se tornar doutor”, destacou a senadora. Para Fátima, ações como essa vão contribuir para melhorar a assistência à saúde da população. “São passos importantes em prol da cidadania do povo de Mossoró, de Assu, enfim, de todo a população potiguar”, adianta. O secretário Luiz Cláudio Costa reiterou a disposição do ministério em analisar a aquisição de um hospital universitário para o curso de Medicina da Ufersa, em Mossoró. Também ficou garantida, de acordo com o reitor José de Arimatea de Matos, a finalização das 26 obras da universidade, já em andamento. Fonte: Assessoria de imprensa da senadora Fátima Bezerra - PT/RN Foto: Vinícius Ehlers
20 jan por Henrique Goes Tags:, ,

MEC divulga hoje primeira chamada do ProUni

O Ministério da Educação divulga hoje (20) o resultado da primeira chamada dos pré-selecionados para o Programa Universidade para Todos (ProUni). O estudante pode conferir o resultado na página do ProUni, na Central de Atendimento pelo telefone 0800 616161 e nas instituições participantes do programa. Os pré-selecionados têm de hoje a sexta-feira (24) para apresentar os documentos que comprovem as informações prestadas no ato da inscrição.   [caption id="attachment_12864" align="aligncenter" width="480"]PROUNI1 Divulgação[/caption]   O candidato deve verificar na instituição os horários e o local ao qual deve comparecer para prestar as informações. Na página do ProUni estão relacionados os documentos a serem entregues, entre eles os de identificação pessoal como carteira de identidade, comprovante de reservista, comprovantes de rendimento e residência e de conclusão do ensino médio. A lista completa está no site do MEC. Quem perder o prazo ou não comprovar as informações é reprovado. O resultado da segunda chamada será divulgado no dia 3 de fevereiro e a comprovação de informações deverá ser feita entre os dias 3 e 6. O estudante que não for pré-selecionado em nenhuma das duas chamadas pode aderir à lista de espera nos dias 13 e 14 de fevereiro, com entrega dos documentos nos dias 19 e 20 de fevereiro. A pré-seleção em qualquer das chamadas do ProUni assegura ao candidato apenas a expectativa de direito à bolsa, condicionando a participação no programa à aprovação nas fases posteriores do processo seletivo e também à formação de turma no período letivo inicial do curso. O ProUni oferece bolsas de estudo integrais e parciais em instituições particulares de educação superior. Nesta primeira edição do ano são ofertadas 131.636 bolsas integrais e 59.989 parciais.   Fonte: Agência Brasil
18 set por Henrique Goes Tags:, , , ,

MEC aponta crescimento na EAD maior que no modo presencial nos últimos dois anos

A educação a distância (EAD) cresceu mais que a educação presencial de 2011 a 2012. Em um ano, houve um aumento de 12,2% nas matrículas da EAD, enquanto a educação presencial teve um aumento de 3,1%. Apesar do crescimento, o ensino a distância ainda representa 15,8% das matrículas. Os dados são do Censo da Educação Superior de 2012, divulgados pelo Ministério da Educação (MEC). [caption id="attachment_15927" align="aligncenter" width="480"]educação-online Imagem de internet[/caption] O índice do ensino fora de sala de aula ainda é baixo, segundo o ministro da Educação, Aloizio Mercadante. "Quando olha para a OCDE [Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico], quase a metade das vagas é a distância. Temos espaço para crescer". Ele ressalta que é preciso garantir a qualidade do ensino. A intenção é ampliar a oferta nas instituições federais. De acordo com o censo, a maior parte das matrículas em EAD está na rede privada (83,7%) e é oferecida por universidades (72,1%). No ensino presencial, o ministro destacou o crescimento das matrículas nos cursos tecnológicos, que aumentaram 8,5% de 2011 a 2012. Segundo Mercadante, o crescimento foi significativo, embora os cursos concentrem apenas 13,5% das matrículas. As matrículas de bacharelado cresceram 4,6% e representam 67,1% do total, enquanto nos cursos de licenciatura, o crescimento foi 0,8% - 19,5% das matrículas são em licenciatura. Quanto ao turno, em 2012, mais de 63% dos alunos dos estidantes presenciais de graduação estudavam à noite. Na rede privada, 73% das matrículas é nesse turno. Na rede federal, a maior parte das matrículas, 70% é no turno diurno. O ministro explica que o ensino noturno é importante para que parcela da população que precisa trabalhar tenha acesso ao ensino superior. "Temos aumentado a oferta de ensino noturno nas federais também, mas essas instituições mantêm também o diurno", diz. "O ensino diurno permite mais tempo ao estudo. Quem estuda no noturno em geral trabalha durante o dia. No diurno, estuda-se em um turno e trabalha-se no contraturno. Na média, o diurno tem desempenho acadêmico melhor que o noturno". Os cursos com maior número de alunos no Brasil são administração (833.042), direito (737.271) e pedagogia (602.998). Em seguida vem ciências contábeis (313.174), enfermagem (234.714), engenharia civil (198.326), serviço social (172.979), psicologia (162.280), gestão de pessoal (157.753) e engenharia de produção (129.522). O censo aponta que o ensino superior atingiu, no ano passado, 7.037.688 de matrículas na graduação, o que representa crescimento de 4,4% em relação a 2011. O número de calouros foi 2.747.089, um crescimento de novas matrículas de 17,1% em relação a 2011. O número de concluintes teve uma variação menor, 3,3%, passando de 1.016.713 em 2011 para 1.050.413 em 2012. Fonte: Agência Brasil
9 set por Henrique Goes Tags:, ,

Sai hoje resultado do Enade 2012

O Ministério da Educação (MEC) divulga hoje (9) pela internet o resultado preliminar do Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade) de 2012 às instituições de educação superior. As entidades terão acesso ao Conceito Enade e à informações sobre o cálculo no e-MEC. Elas poderão se manifestar até o dia 15 de setembro. O resultado final será divulgado no dia 23. [caption id="attachment_13995" align="aligncenter" width="480"]Educação_-reprodução-internet Imagem de internet[/caption] O Conceito Enade é obtido a partir dos resultados do exame aplicado aos estudantes e é um dos indicadores de qualidade da educação superior brasileira. As instituições poderão acessar informações sobre o curso e a área avaliados em 2012, além de respostas do questionário do estudante sobre infraestrutura e organização didático-pedagógica. Em 2012, foram avaliados os cursos de administração, ciências contábeis, ciências econômicas, comunicação social, design, direito, psicologia, relações internacionais, secretariado executivo e turismo. Os cursos superiores de tecnologia das áreas de gestão comercial, gestão de recursos humanos, gestão financeira, logística, marketing e processos gerenciais também foram avaliados. Em todo o país, 469.478 estudantes concluintes de cursos superiores de graduação ou tecnológicos fizeram a prova.   Fonte: Agência Brasil
18 jun por Henrique Goes Tags:, ,

SISU TEVE A ADESÃO DE CERCA DE 800 MIL ESTUDANTES

O Sistema de Seleção Unificada (Sisu) do segundo semestre deste ano teve 788.819 estudantes inscritos, informou o ministro da Educação, Aloizio Mercadante. As inscrições terminaram sexta-feira (17) e foram feitas exclusivamente pela internet. Nesta edição do Sisu foram ofertadas 39.724 vagas em 54 instituições públicas de ensino superior. O número equivale a quase 20 candidatos por vaga. [caption id="attachment_2227" align="aligncenter" width="480"]sisu Imagem de internet[/caption] Como cada estudante pode escolher até duas opções de curso, o número de inscrições chegou a 1.527.446. Em relação às cotas, 42,40% dos inscritos são cotistas – 334.461 estudantes, todos egressos da escola pública. O Ministério da Educação (MEC) divulgou, também nesta segunda-feira, a lista com os selecionados na primeira chamada do Sisu, no site do programa. Os candidatos pré-selecionados em primeira chamada deverão comparecer às instituições de ensino nos dias 21, 24 e 25 próximos para fazer a matrícula. A segunda chamada deve ser divulgada em 1º de julho, com matrícula nos dias 5, 8 e 9 do próximo mês. Quem não for convocado em nenhuma das chamadas poderá aderir a uma lista de espera, no próprio site do Sisu, entre os dias 1º e 12 de julho.   Fonte: Agência Brasil
17 jun por Henrique Goes Tags:, ,

MEC DIVULGA HOJE RELAÇÃO COM APROVADOS NO SISU

Os candidatos que se inscreveram para participar da edição do segundo semestre de 2013 do
Sistema Seleção Unificada (Sisu) saberão, a partir hoje, se foram ou não
aprovados. A lista dos selecionados em primeira chamada será divulgada no próprio site do
  [caption id="" align="aligncenter" width="480"]Sisu é o programa federal que seleciona estudantes para instituições públicas de ensino superior com base na nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) Reprodução/Veja[/caption] O prazo para inscrição terminou na sexta-feira (14), às 23h59. O Ministério da Educação (MEC) ainda não informou o balanço final de inscrições. Até as 18h de sexta, o sistema contabilizava 738 mil inscritos. Para o segundo semestre de 2013, o sistema ofereceu 39.724 vagas em 54 instituições públicas de ensino superior. Os candidatos pré-selecionados em primeira chamada deverão comparecer às instituições de ensino nos dias 21, 24 e 25 de junho para efetuar a matrícula. Uma segunda chamada está prevista para ser divulgada em 1º de julho, com matrícula em 5, 8 e 9 de julho. Quem não for convocado em nenhuma das chamadas poderá aderir a uma lista de espera, no próprio site do Sisu, entre os dias 1º e 12 de julho. O Sisu foi desenvolvido pelo MEC para selecionar os candidatos às vagas das instituições públicas de ensino superior a partir da nota obtida no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). A seleção é feita pelo sistema com base na nota obtida pelo candidato. Fonte: Agência Brasil
13 jun por Henrique Goes Tags:, ,

SISU ULTRAPASSA OS 1 MILHÃO DE INSCRIÇÕES

O Ministério da Educação informou que foram feitas 1.117.234 inscrições no Sistema de Seleção Unificada (Sisu). As inscrições vão até amanhã (14) e o resultado definitivo da primeira chamada será divulgado na próxima segunda-feira (17) . Podem se inscrever os estudantes que participaram da edição do ano passado do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e que não tenham zerado a redação. O Sisu é um sistema informatizado usado por universidades e institutos federais de ensino superior que selecionam estudantes por meio do Enem. O estudante concorre a vagas em cursos de graduação dessas instituições. Nesta edição, serão ofertadas 39.724 vagas em 1.179 cursos de 54 instituições. Na página do Sisu estão disponíveis as etapas da inscrição para orientar os candidatos. Cada um pode escolher até duas opções de curso. Estará disponível um sistema de busca com os detalhes de cada opção disponível. O candidato deve clicar no curso para ver o número de vagas e as modalidades oferecidas. É preciso estar atento também à documentação exigida por cada instituição no momento da matrícula. Confirmada a inscrição, é possível alterar as opções apenas até sexta-feira. Fonte: Agência Brasil
3 maio por Henrique Goes Tags:, , ,

MEC LANÇA PROGRAMA PARA ESTIMULAR FORMAÇÃO DE PROFESSORES NA ÁREA DAS EXATAS

Com a meta de atrair 100 mil estudantes de ensino médio para seguir a carreira de professor da educação básica nas áreas de ciências exatas, o Ministério da Educação (MEC) irá lançar um programa de estímulos por meio de bolsas de estudo. [caption id="" align="aligncenter" width="359"] Imagem de internet[/caption] O governo quer atrair também os 10 mil estudantes de graduação em cursos de licenciatura do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência que oferece bolsas a alunos que se dediquem a estágio nas escolas públicas e se comprometam com o exercício do magistério na rede pública. De acordo com o MEC, a proposta está em fase de elaboração e prevê a oferta de bolsas de incentivo. Serão criados também estímulos a programas de formação e pesquisas de universidades, centros de pesquisas e institutos nas áreas de licenciatura e científica que envolvam professores e estudantes da educação básica. Ao participar de audiência pública na Comissão de Educação da Câmara dos Deputados, em abril, o ministro da Educação, Aloizio Mercadante, manifestou preocupação com a baixa procura por cursos superiores de licenciatura em física, química, matemática e biologia e antecipou que o MEC preparava um programa para, desde o ensino médio, atrair os estudantes para o magistério nessas áreas. Fonte: Agência Brasil
2 fev por Henrique Goes Tags:, , ,

MEC REGISTRA AUMENTO DE 140% EM ESTUDANTES CUSTEADOS PELO FIES

De acordo com o Ministério da Educação (MEC), foi registrado um aumento de 140% na quantidade de estudantes do ensino superior que custeiam seu curso por meio do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). Os números são relativos ao biênio 2011/2012, e, segundo a pasta, no ano passado foram 368 mil novos financiamentos, ao passo que em 2011, foram firmados 153 mil novos contratos. [caption id="attachment_2715" align="aligncenter" width="480"]000Universitários Imagem de internet[/caption] O financiamento permite que o universitário financie de 50% a 100% das mensalidades do curso, tendo como base a renda familiar do estudante e o comprometimento desse valor com investimentos educacionais. Os juros são 3,4% ao ano, para todos os cursos, e o pagamento começa 18 meses após a formatura. Enquanto está na universidade, o estudante paga, a cada trimestre, o valor máximo de R$ 50, referente a juros incidente sobre o financiamento. Em novembro de 2012 ,  uma medida provisória concedeu o repasse de R$ 1,683 bilhão a mais para que fosse ampliada a oferta de crédito a estudantes que queiram ingressar em universidades particulares. O FIES O Fies financia o ingresso de estudantes em cursos de graduação de faculdades particulares com nota igual ou maior a três no Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (Sinaes). Os candidatos ao benefício devem ter feito o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Estudantes com renda familiar mensal bruta maior que 20 salários mínimos ou comprometimento menor que 20% dessa renda com educação não podem participar.   Com informações da Agência Brasil
30 jan por Henrique Goes Tags:, , ,

PREFEITOS SOLICITAM AO MEC MERENDA ESCOLAR TAMBÉM PARA PROFESSORES DA EDUCAÇÃO BÁSICA

Ampliar a distribuição da merenda escolar para os professores da educação básica da rede pública. Este foi um dos pedidos de prefeitos ao ministro da Educação, Aloizio Mercadante, durante encontro realizado em Brasília, na última terça-feira (29). O chefe da pasta manifestou apoio ao pedido, cuja implantação dependerá de aprovação de projeto de lei específico.

[caption id="" align="aligncenter" width="480"] Imagem de internet[/caption] “Os prefeitos solicitaram que os professores também fizessem a alimentação com os alunos na merenda escolar. Hoje a lei proíbe. Só é possível se houver uma alteração em lei. O impacto é muito pequeno dado o número de professores da rede pública. Acho razoável que eles estejam trabalhando e possam comer a mesma merenda que os estudantes, disse Mercadante aos jornalistas após participar do Encontro Nacional de Novos Prefeitos e Prefeitas. Durante encontro com prefeitos, o ministro fez uma apresentação das ações e programas que o MEC desenvolve em parceria com as administrações municipais e disse que uma das prioridades do governo é a construção de creches. Até 2016, a meta dogoverno é chegar a seis mil novas unidades. De acordo com Aloizio Mercadante, 742 unidades já foram entregues nos dois primeiros anos do governo de presidenta Dilma Rousseff e há 5.678 em construção.

Com informações da Agência Brasil

22 jan por Henrique Goes Tags:, ,

ESTUDANTES DO ENSINO MÉDIO TERÃO E-BOOKS A PARTIR DE 2015

O Programa Nacional do Livro Didático (PNLD) abre a partir desta semana o período para inscrições de livros destinados a alunos e professores do ensino médio da rede pública para o ano letivo de 2015. A novidade é que agora, as editoras também poderão inscrever os e-books, que são aqueles livros digitais, cujo acesso pode ser feito em computadores ou em tablets. [caption id="attachment_1727" align="aligncenter" width="480"]8905.16735-E-book Imagem de internet[/caption] Mas isso não significa que haverá substituição dos livros tradicionais, a versão digital deve vir acompanhada da impressa, ter o mesmo conteúdo e incluir material educacional digital como vídeos, animações, simuladores, imagens e jogos para auxiliar na aprendizagem. A adoção da tecnologia, no entanto, não é obrigatória. Continua permitida a apresentação de obras somente na versão impressa para facilitar a participação das editoras que ainda não dominam as novas tecnologias. Além dos livros eletrônicos, serão adquiridos pelo governo federal títulos de arte para os alunos do ensino médio da rede pública, bem como as obras já tradicionais de português, matemática, geografia, história, física, química, biologia, inglês, espanhol, filosofia e sociologia. GUIA DO MEC Os livros inscritos pelas editoras passam por uma avaliação do Ministério da Educação (MEC), que elabora o Guia do Livro Didático com resenhas de cada obra aprovada. Esse guia é disponibilizado às escolas que aderiram ao PNLD do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE). Cada escola seleciona os livros que deseja utilizar.O MEC prevê adquirir 80 milhões de exemplares para atender a uma demanda de mais de 7 milhões de alunos em 2015. PRAZOS O período de inscrição de obras pelo PNLD vai até 21 de maio. De 3 a 7 de junho, estará aberto o período de entrega de livros impressos e da documentação. De 5 a 9 de agosto, o de entrega de obras digitais e respectivos documentos.   Com informações da Agência Brasil
15 jan por Henrique Goes Tags:, ,

SISU: 44% DOS INSCRITOS SÃO COTISTAS

Dos 1.949.958 inscritos no Sistema de Seleção Unificada (Sisu), 864.830 deles fizeram uso de cotas, sejam raciais ou econômicas, diz o levantamento do Ministério da Educação (MEC). O quantitativo corresponde a 44% do total de estudantes que tentaram um vaga numa instituição pública de ensino superior. Do total de inscritos no Sisu pelas cotas, 349.904 candidatos se declararam pretos, pardos ou indígenas com renda familiar igual ou inferior a 1,5 salário mínimo. Já 193.238 alunos se autodeclararam das mesmas etnias que os anteriores, mas sem utilizarem a variável da renda familiar. O número de estudantes que utilizaram o critério da renda familiar chegou 168.243 candidatos. Já no tocante àqueles que fizeram o ensino médio na rede pública, foram inscritos contabilizados 153.445 alunos.   RESERVA PROGRESSIVA DE VAGAS O sistema de seleção vai dispor de uma reserva progressiva de vagas em quatro anos. A Lei de Cotas destina, este ano, 12,5% do total de vagas do ensino superior para estudantes que concluíram o ensino médio na rede pública, alunos com renda familiar igual ou inferior a 1,5 salário mínimo, além de garantir o acesso aos alunos autodeclarados pretos, pardos ou indígenas. Para o próximo ano, o percentual de reserva se amplia para 25% do total. Em 2015, chega a 37,5%. A meta do MEC é que em 2016 o percentual de vagas destinadas aos segmentos descritos no texto da lei alcance os 50%. O ministro da Educação, Aloizio Mercadante, avaliou que o número de inscritos no sistema de cotas “foi um salto extraordinário”. “Oitenta por cento dos alunos que concluem o ensino médio são da rede pública, eles terem feito quase metade das inscrições no Sisu é um passo bastante importante", destacou.   Com informações da Agência Brasil
7 jan por Henrique Goes Tags:, ,

INSCRIÇÕES PARA O SISU COMEÇAM HOJE

Os estudantes que fizeram o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) precisam ficar atentos aos prazos para inscrição no Sistema de Seleção Unificada (Sisu), que possibilita o ingresso em instituições públicas de ensino superior. De hoje (7) até sexta-feira (11) serão realizadas as inscrições, somente pela internet (http://sisu.mec.gov.br/ ) . Estão aptos a concorrerem às vagas os estudantes que obtiveram nota superior a zero na redação. Durante o procedimento, o interessado deve optar por dois cursos - estabelecendo uma ordem de preferência -, a instituição e o turno desejados. Vale lembrar que o processo é gratuito e as universidades e institutos técnicos deverão facilitar o registro de interesse oferecendo acesso à internet para os estudantes Para o semestre 2013.1 serão válidas as notas do Enem 2012, publicadas pelo Ministério da Educação (MEC) no fim do mês passado.   PRAZOS: Os resultados serão divulgados no site do Sisu e das instituições. Primeira chamada: 14 de janeiro; Segunda chamada: 28 de janeiro; Matrículas: 18,21 e 22 de janeiro para os estudantes relacionados na primeira chamada; e, 1º, 4 e 5 de fevereiro para os da segunda chamada. Com informações do Ministério da Educação
× Fale no ZAP