Tag: internet

18 maio por João Ricardo Correia Tags:,

Anatel anuncia medidas para banda larga mais acessível

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) anunciou nesta sexta-feira (17) uma série de intervenções no mercado de atacado de telecomunicações - formado por grandes redes de tráfego, por onde passam informações e dados dos serviços (como a voz em uma ligação ou uma mensagem de e-mail). 

As medidas, previstas no Plano Geral de Metas de Competição (PGMC), visam favorecer a competição na oferta de serviços em 3.909 municípios com pouca ou nenhuma competição no setor.

Conforme estabelecido, as grandes empresas - como Oi e Telefônica, na telefonia fixa; e Vivo, Claro, TIM e Oi na telefonia celular - terão que disponibilizar para os pequenos provedores de serviços de telecomunicação acessos a dutos de cabeamento, roaming nacional, troca de dados em alta capacidade e interconexão telefônica. 

O diretor-presidente da Anatel, Leonardo Euler de Morais, assinala que a iniciativa visa tornar o mercado mais eficiente, e podem resultar em redução no preço dos serviços para o consumidor final, em especial na banda larga.

Por Luciano Nascimento - Repórter da Agência Brasil / Brasília

18 jan por João Ricardo Correia Tags:, , ,

Prefeitura de Alto do Rodrigues deve pagar empresa por serviços de internet

O Município de Alto do Rodrigues deve pagar o valor de R$ 10.444,80, acrescido de juros e correção monetária, a empresa Altonet Equipamentos de Informática Ltda. em virtude de prestação de serviço de fornecimento de internet ao ente público municipal que não foi pago pela Prefeitura.

Na ação, apreciada pelo juiz Arthur Bernardo Maia do Nascimento, a empresa afirmou que pactuou com o município prestação de serviço de fornecimento de internet para a sede da prefeitura e para as secretarias de saúde, assistência social e de educação, com pagamentos através de empenhos.

19 dez por João Ricardo Correia Tags:, , , ,

Seguro-desemprego poderá ser solicitado pela internet

Os trabalhadores brasileiros poderão solicitar o seguro-desemprego pela internet a partir de hoje (19), às 18h, pelo portal Emprega Brasil. O chamado seguro-desemprego 100% web permitirá que o benefício seja concedido sem a necessidade de comparecimento a um posto de atendimento. O serviço foi lançado nesta tarde, pelo Ministério do Trabalho. Pelo portal, o trabalhador poderá consultar também oportunidades de trabalho e cursos de qualificação profissional que estejam sendo ofertados próximos ao local onde reside. O trabalhador que quiser o benefício deve acessar o portal Emprega Brasil e seguir o passo a passo informado. Deve informar os dados pessoais e responder um breve questionário sobre a vida laboral e previdenciária. O sistema irá checar se as informações necessárias constam nas bases de dados do governo. Caso não haja necessidade de complementação, o benefício será concedido em 30 dias, mesmo prazo necessário caso o trabalhador vá diretamente a uma agência. Caso contrário, será necessário o comparecimento a postos de atendimento. O Ministério do Trabalho estima que um em cada quatro trabalhadores desempregados possa receber o seguro apenas com o acesso on-line. “Queria estar tratando do seguro emprego e não do seguro-desemprego, mas, infelizmente, devido à questão da rotatividade, do desemprego, a questão econômica, aparece essa ferramenta que tem como finalidade garantir uma subsistência ao trabalhador no período em que está completamente desativado da sua função”, disse o ministro do Trabalho, Caio Vieira de Mello, no discurso de lançamento da nova modalidade. Segundo a pasta, há atualmente 600 mil requerimentos mensais do benefício. A estimativa é que com a possibilidade de pedido pela internet esse número cresça. De acordo com os últimos dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o país tem 12,5 milhões de desempregados. Podem receber o seguro-desemprego trabalhadores que foram dispensados de trabalhos formais, com carteira de trabalho assinada. Atualmente existem cinco modalidades para pagamento do seguro-desemprego. Pelo seguro-desemprego formal, os trabalhadores recebem entre R$ 954 e 1.677,74. Há ainda as modalidades pescador artesanal, empregado doméstico, trabalhador resgatado e bolsa de qualificação profissional. Por Mariana Tokarnia - Repórter da Agência Brasil / Brasília
14 nov por João Ricardo Correia Tags:, , , , ,

Ivênio Hermes: pesquisador é vítima de “juízes” e “especialistas” na internet

Nos últimos dois, três dias, "especialistas" e "juízes" formados e deformados em redes sociais passaram a agredir e condenar Ivênio Hermes, graduado em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade da Amazônia, com experiência na área de Ciência Política, atuando, principalmente, nos temas: segurança pública, problemas sociais, gestão pública, violência homicida e direitos humanos. Pelo que entendi, os xingamentos seriam provocados pela relação de Ivênio com os direitos humanos. Ele está na equipe de transição da futura governadora Fátima Bezerra. Seu nome tem até sido citado como possível secretário da Segurança Pública e da Defesa Social do RN, a partir de janeiro próximo. Conversei pessoalmente apenas uma vez com Ivênio, depois mantivemos contado por meio da internet, ele atuando como pesquisador e eu como jornalista. É um cidadão educado, inteligente, trabalhador, atencioso. Lutar pelos direitos humanos não é crime! Defender criminosos, sim, é injustificável. Não sei quais seriam as diretrizes do trabalho de Ivênio, caso ele viesse a ocupar a principal cadeira na Sesed, mas considero um absurdo a forma com que vem sendo destratado. O Brasil só vai melhorar quando esses radicalismos babacas acabarem, quando essas picuinhas deixarem de existir, quando o respeito entre os cidadãos e cidadãs prevalecer. Será que Ivênio não daria certo no comando da Segurança? E tantos que já passaram por lá, estrelados, famosos, que não resolveram nada??? Num país onde se fala tanto em educação, cultura, inteligência, não caberia um estudioso nesse cargo, auxiliado por uma equipe multidisciplinar tão dedicada quanto?! Acompanho a Segurança Pública do RN desde 1992, como repórter, indo atrás da notícia, fuçando, frequentando delegacias, quartéis, presídios, hospitais, necrotérios, ouvindo relatos, buscando provas, dando espaços para debates. Não sou, graças a Deus e ao meu trabalho, apenas mais um curioso. Quem me conhece sabe o quanto não gosto de bandidos, o quanto defendo rígidas ações policiais, leis mais fortes. Ivênio não é a primeira e não será a última vítima dos "donos do mundo" que se escondem na rede mundial de computadores e passam a denegrir pessoas e instituições. Ivênio desenvolve um trabalho sério de pesquisa sobre a violência, que serve de fonte de informações para milhares de pessoas. É reconhecido Brasil afora e tem muito com que colaborar para nosso sofrido Rio Grande do Norte, seja na gestão de quem for. A hora é de trabalho, união, bom senso. As eleições já fazem parte do passado. Depois, teremos novas oportunidades de votar, de reeleger, de não eleger, enfim, de exercer a democracia, mesmo cheia de questionamentos e falhas, mesmo dando oportunidades a bandidos que se elegem e metem a mão no dinheiro público, mas essa é outra história. João Ricardo Correia
9 nov por João Ricardo Correia Tags:, , , , ,

Escola é condenada por manter vídeos na internet com imagem de professora demitida

O Colégio Dom Bosco, de Curitiba (PR), e outras escolas do grupo foram condenados a pagar R$ 50 mil de reparação a uma professora por manter no site institucional e no YouTube vídeos em que ela fazia correção de questões de provas de vestibular mesmo após seu desligamento. Para a Segunda Turma do Tribunal Superior do Trabalho, o uso comercial da imagem sem a devida autorização, após a rescisão do contrato de trabalho, é motivo de dano moral indenizável, independentemente de comprovação de abalo à moral ou à honra do profissional que teve a imagem exposta. Erro de comunicação A professora deu aulas de pré-vestibular de Língua Portuguesa nas unidades educacionais do Grupo Dom Bosco por 10 anos e foi dispensada em 2009. Em sua defesa, o estabelecimento argumentou que a professora não pediu a remoção de sua imagem do site. Alegou ainda que os vídeos em que ela aparecia continuaram sendo veiculados “por erro de comunicação interna”, mas foram removidos após ciência do ajuizamento da ação. Outro argumento da escola foi que não obteve vantagem ou lucro indevido com a utilização da imagem da professora porque as aulas não tinham fins comerciais e eram acessadas somente para consulta dos próprios alunos.
17 ago por João Ricardo Correia Tags:, , , ,

Propaganda eleitoral paga na internet terá que ser identificada

Com o começo oficial da campanha eleitoral, teve início também a divulgação de publicidade voltada à disputa de outubro. Além dos tradicionais anúncios em rádio e TV, abre-se o período, de maneira inédita, para a divulgação de propaganda paga de candidatos e partidos em redes sociais. A novidade foi introduzida pela Minireforma Eleitoral (Lei 13.488), aprovada no ano passado. A norma prevê as modalidades de impulsionamento de conteúdo (praticadas pelo Facebook, por exemplo) e de priorização paga de conteúdos em mecanismos de busca (adotada pelo Google, por exemplo). O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) aprovou uma resolução (23.551/2017) detalhando exigências para essa modalidade de campanha. As mensagens com essa finalidade devem estar identificadas como tal, por meio da criação de selos (como no caso do Facebook) ou outras marcas. O TSE também definiu a necessidade das publicações trazerem as informações sobre o candidato ou partido, como os nomes e o CPF ou CNPJ do patrocinador daquela publicação.
24 jul por João Ricardo Correia Tags:, ,

Mais de um terço dos domicílios brasileiros não tem acesso à internet

Mais de um terço (39%) dos domicílios brasileiros ainda não tem nenhuma forma de acesso à internet. Segundo a pesquisa TIC Domicílios 2017, divulgada hoje (24) pelo Comitê Gestor da Internet (CGI.br), são cerca de 27 milhões de residências desconectadas, enquanto outras 42,1 milhões acessam a rede via banda larga ou dispositivos móveis. O índice de residências sem acesso é ainda maior nas classes D e E: 70% estão afastados do mundo virtual. Na classe A, 99% dos domicílios têm alguma forma de acesso, na classe B, 93% e na classe C, 69%. Redes móveis Ao longo dos últimos quatro anos, o acesso à internet vem se expandindo especialmente através das redes móveis. No levantamento com dados de 2014, 43% dos domicílios não tinham nem computador, nem acesso à internet. Outros 43% tinham ambas tecnologias. Na pesquisa atual, com informações colhidas em 2017, o índice de residências sem computadores ou conexão caiu para 34%, enquanto o percentual das que têm ambos variou para 41%. A principal diferença está em relação às residências que têm apenas internet, que subiu de 7% em 2014 para 19% em 2017. Na Região Norte, 51% dos domicílios com acesso à rede estão conectados com tecnologia móvel. No Sudeste, o percentual é de 24% e no Sul, 18%. Na classe A, o índice de acesso via tecnologia 3G ou 4G é de 8%. O percentual chega a 48% nas classes D e E. Preço e falta de conhecimento O preço das conexões de banda larga é um dos fatores que leva parte dos usuários a acessarem a internet somente a partir das redes móveis. A experiência, no entanto, é limitada, como destacou o gerente do Centro de Estudos sobre as Tecnologias da Informação e da Comunicação (Cetic.br), Alexandre Barbosa. “Quando nós estamos falando de criação de conteúdo, seja um texto, uma planilha ou outros conteúdos mais sofisticados, neste particular o dispositivo móvel tem muitas dificuldades. Esse crescimento exclusivo acontece em classes sociais menos favorecidas, isso cria a longo prazo uma dificuldade de habilidades digitais que são fundamentais”, analisou durante a apresentação dos dados. A falta de interesse e o não saber usar a rede também são pontos interrelacionados que, segundo Barbosa, merecem atenção. “Isso nos remete a uma problemática que o Brasil precisa enfrentar relativa a políticas públicas seja na área de inclusão digital de uma forma mais ampla, seja nas políticas educacionais para desenvolver essas habilidades digitais”, ressaltou. Por Daniel Mello – Repórter da Agência Brasil / São Paulo  
30 out por João Ricardo Correia Tags:, , , ,

BNDES garante apoio à expansão da internet banda larga pelo Brasil

O presidente Banco Nacional do Desenvolvimento (BNDES), Paulo Rabello de Castro, e o ministro das Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), Gilberto Kassab, se reuniram com representantes da Associação Brasileira de Provedores de Internet e Telecomunicações (Abrint) e garantiu apoio aos projetos de expansão da internet banda larga no país. Nos últimos anos, o setor aguardada a criação do Fundo Garantidor com objetivo de permitir a captação de recursos financeiros para investimentos em fibra para garantir a banda larga para mais cidades, principalmente as que estão longe dos grandes centros. E, apesar da importância, ele nunca foi abastecido e todos os investimentos na banda larga têm sido realizado com recursos próprios. Contudo, a reunião foi considerada produtiva pelos empresários do setor. O vice-presidente do Conselho da Abrint, o potiguar Erich Rodrigues, está confiante no avanço do projeto . "Tivemos uma reunião excelente. Compromisso firme do presidente do BNDES de trabalhar para lançar um plano de financiamento aos provedores ainda esse ano", contou. Fonte: Grifo Comunicação
20 jul por João Ricardo Correia Tags:, , , , , ,

Condenado por divulgação de pornografia infantil continuará preso

A presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), ministra Laurita Vaz, indeferiu liminar em habeas corpus a homem condenado a três anos e dois meses de reclusão, em regime semiaberto, por divulgação de material pornográfico de crianças e adolescentes na internet. Segundo a denúncia, por meio de correio eletrônico cadastrado no endereço de escritório de contabilidade, o homem e outros dois réus veicularam imagens e filmes pornográficos envolvendo menores de idade. Os arquivos eram disponibilizados para download em programas de compartilhamento de arquivos.
11 nov por João Ricardo Correia Tags:, , , ,

Ministro é contra cobrança de direito autoral por músicas tocadas na internet

musica1 No entendimento do ministro Marco Aurélio Bellizze, do Superior Tribunal de Justiça, o Escritório Central de Arrecadação e Distribuição não pode cobrar direito autoral de músicas tocadas na internet por meio de transmissão nas modalidades webcasting e simulcasting. Ao apresentar seu voto-vista nesta quarta-feira (9/11), o ministro abriu divergência no julgamento de um recurso especial que discute a questão na 2ª Seção do STJ. De um lado do litígio está o Ecad; do outro, a Oi, que faz esses tipos de transmissões no site de sua rádio na web. Webcasting é uma forma de transmissão por demanda que só se inicia no momento da conexão do internauta, inclusive da programação de dias anteriores, com a possibilidade de selecionar listas de reprodução. Simulcasting é uma transmissão em tempo real, tanto pela rádio convencional quanto pela internet.
13 set por João Ricardo Correia Tags:, , , , ,

PF prende três em ação contra distribuição de pornografia infanto-juvenil

pornografia_infantil1 Três pessoas foram presas em flagrante na Operação Proteção Integral 2, deflagrada pela Polícia Federal (PF) na manhã de hoje (13), com objetivo de combater a distribuição internacional de pornografia infanto-juvenil pela internet. Foram duas prisões em flagrante em São Paulo e uma em São Bernardo do Campo por posse de material pornográfico com menores em seus computadores. “A PF identificou pessoas disponibilizando arquivos de imagens e vídeos contendo pornografia infantil na rede mundial de computadores e conseguiu rastrear os locais onde se encontram os acessos. Além disso, também foram identificadas outras pessoas compartilhando arquivos no exterior pelas polícias da Suíça e dos EUA (FBI). As informações foram enviadas à PF por meio da Interpol”, diz a polícia, em nota.
14 abr por João Ricardo Correia Tags:, , , ,

Cabo Telecom não limitará franquia de dados da internet fixa

CABOTELECOM1 Navegar na web sem se preocupar com o consumo de dados está com os dias contados. Desde o início do ano, os principais provedores de internet fixa do país vêm alterando a forma como os contratos são apresentados aos clientes. Pelos novos contratos, quem atingir um certo volume no mês pode ter o fornecimento cortado ou a velocidade reduzida. A mudança na oferta de internet fixa, que passou a ser oferecida em franquias, como já ocorre nos pacotes de celular, fez brasileiros reclamarem nas redes sociais. A Cabo Telecom, considerada a melhor do Brasil por três anos consecutivos, é uma exceção entre as operadores e não vai aderir à franquia de dados na banda larga fixa, de acordo com comunicado oficial divulgado nessa quarta-feira, dia 13. Segundo a nota, a Cabo Telecom atualmente não concorda com a prática das empresas concorrentes pois o cliente deve ter liberdade para ter acesso à Internet quando quiser e na quantidade ilimitada. “Assim, o cliente da Cabo Telecom continuará ‘navegando’ livremente pela Internet sem se preocupar com a quantidade de dados utilizada”, diz a nota oficial. Confira o comunicado na íntegra: “Caros Clientes. a maioria das operadoras de Internet do país passaram a controlar o acesso à Internet Banda Larga Fixa por meio de franquia de pacote de dados, da mesma forma como já acontece com a Internet Móvel, e quem ultrapassar o limite mensal da franquia poderá ter a velocidade de "navegação" reduzida ou, até mesmo, a conexão "congelada". A CABO TELECOM atualmente não concorda com esta prática das empresas concorrentes!!! A CABO TELECOM entende que o Cliente deve ter liberdade para ter acesso à Internet quando quiser e na quantidade ilimitada, motivo pelo qual não determina limites de franquias de dados em nenhum dos Planos de Internet atualmente comercializados. Assim, o Cliente da CABO TELECOM continuará "navegando" livremente pela Internet sem se preocupar com a quantidade de dados utilizada. É a CABO TELECOM sempre perto de você, sem limites”.   Fonte: Mosaique Comunicação
17 out por João Ricardo Correia Tags:, , , , , ,

Mulher é condenada a indenizar a ex de seu marido por ofensas na internet

JUSTICA9 Uma mulher terá que pagar R$ 6 mil de indenização por danos morais à ex-companheira de seu marido por fazer publicações ofensivas a ela em uma rede social. De acordo com a juíza Rita de Cássia de Cerqueira Lima Rocha, do 5º Juizado Especial Cível de Brasília, as publicações atingiram a imagem da ex-mulher, ainda que não tenham mencionado o nome dela. Para a juíza, ela permitiu a identificação da pessoa ofendida nos comentários ao utilizar a expressão "ex do meu marido". Conforme os documentos apresentados nos autos, a mulher se referiu à ofendida chamando-a de “louca”, “barraqueira” e “criminosa”, afirmando, ainda, que ela teria “forjado contratos”. "Essas afirmações certamente atingiram a imagem da autora, um dos direitos inerentes à sua personalidade jurídica, em especial porque foram feitas em grupo de pessoas de uma rede social, com mais de 30 mil membros", afirmou a juíza, fixando o valor da indenização em R$ 6 mil.     Fonte: Consultor Jurídico, com informações da Assessoria de Imprensa do TJ-DF
6 set por João Ricardo Correia Tags:, , , , ,

Presidenta Dilma fará pronunciamento do 7 de Setembro pela internet

DILMADIADOTRABALHO1_REPRODUCAOVIDEO A exemplo do que ocorreu no 1º de Maio, Dia do Trabalho, a presidenta Dilma Rousseff fará pronunciamento à nação pela internet amanhã (7), Dia da Independência. O pronunciamento ficará disponível nos sites oficiais e redes sociais da Presidência de República. No Dia do Trabalho, a decisão de Dilma Rousseff de não fazer o pronunciamento em rede nacional foi tomada em reunião de coordenação política no fim de abril. Na ocasião, o ministro da Secretaria de Comunicação Social, Edinho Silva, negou que a decisão tivesse relação com manifestações contrárias ao governo em pronunciamentos anteriores, os chamados panelaços. Foi a primeira vez, desde que governa o país, que Dilma não falou à população brasileira por meio de cadeia nacional de rádio e televisão no Dia do Trabalho. O ministro destacou que o uso das plataformas online seria uma tendência. “O que a presidenta tem feito, e fez no dia 1º de maio, foi priorizar a comunicação por meio das redes sociais, valorizando um modal de comunicação. Isso não significa que os demais não serão utilizados”, disse Edinho Silva na ocasião. No vídeo divulgado no Dia do Trabalho, a presidenta lembrou medidas do seu governo para valorizar o salário mínimo. Dilma também citou o envio ao Congresso de proposta para correção da tabela do Imposto de Renda.   Fonte: Agência Brasil
1 maio por João Ricardo Correia Tags:, , , , , ,

Ministro garante que banda larga chegará a 95% da população até 2018

COMPUTADOR1 O ministro das Comunicações, Ricardo Berzoini, disse, nesta quarta (29), que o governo está finalizando a estratégia que vai garantir, até 2018, internet de banda larga para 95% da população brasileira. Segundo ele, o desafio será garantir a conexão em velocidade média de 25 megabites. Em audiência pública na Câmara, Berzoini disse que, atualmente, todas as escolas urbanas contam com internet, mas a velocidade baixa acaba limitando o uso do serviço à área administrativa das escolas. “Para o processo pedagógico, a internet ainda tem pouco utilidade. Uma banda larga para uma escola que possa dar conteúdo digital para o aperfeiçoamento do processo educacional precisa de algo em torno de 50 a 100 megabites para ter funcionalidade”, explicou. Serviços 3G e 4G Ao descrever as tarefas conduzidas pelas secretarias da pasta, o ministro falou sobre os investimentos para ampliação dos serviços 3G e 4G de telefonia celular. Segundo ele, as duas tecnologias mantêm crescimento “vertiginoso” e, por isso, as empresas ainda têm metas a cumprir. “Temos queixas constantes quanto ao serviço. A Anatel tem o trabalho [de fiscalizar e de aplicar] as multas. Temos buscado formas de fazer com que essas multas alavanquem a qualidade do serviço.” Berzoini disse que a Lei das Antenas, em vigor, vai ampliar a qualidade da telefonia no País. A legislação facilita o processo de autorização para instalação de antenas nas cidades brasileiras. “Um dos principais motivos para a dificuldade de cobertura de celular com qualidade decorre da demora de licença que municípios concediam. Agora, além da Lei das Antenas, temos ainda a desoneração de pequenas antenas para cobertura em áreas de sombra.” TV Digital Ao apresentar aos deputados os projetos prioritários do MiniCom, Berzoini destacou que um dos grandes desafios é a implantação da TV digital no Brasil, que começa em 2016. O ministro afirmou que o governo federal faz questão de contar com a interatividade no conversor do sinal digital, que será distribuído a 14 milhões de beneficiários do Bolsa Família. "É conforto, economia e segurança para o cidadão." Segundo ele, o conversor digital deverá ter o middleware nacional Ginga C e também um modem para fazer o canal de retorno. Isso vai permitir que o usuário tenha acesso a serviços públicos pela TV por meio do controle remoto. "O canal de retorno é fundamental para o uso dos recursos públicos e até privados que possam alavancar a atividade de telecomunicações via TV digital." Liberdade de Expressão Berzoini voltou a defender a necessidade de um debate sobre o marco regulatório da mídia no Brasil e afirmou: "O governo da presidenta Dilma Rousseff tem um compromisso inarredável com a liberdade de expressão e a atividade jornalística". O ministro disse que a liberdade de expressão é uma cláusula pétrea da Constituição e que o debate sobre a regulação da mídia não pode ser tratado de forma superficial. Ele lembrou que o Brasil tem uma regulamentação, que é de 1962. "Nenhuma lei é imutável. Essa lei pode ser discutida, debatida e podemos refletir se essa lei é suficiente e atende o país ou não". Banda larga chega a 97% dos domicílios com internet A Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad 2013) constatou que a banda larga estava presente em 97,7% (30,5 milhões) dos domicílios com Internet de todo o País. Deste total, 77,1% (24,1 milhões) conectavam-se em banda larga fixa e 43,5% (13,6 milhões) em banda larga móvel. O microcomputador foi o principal meio de acesso à Internet nos domicílios (88,4%), mas o acesso via telefone móvel celular estava presente em 53,6% dos domicílios, enquanto o tablet em 17,2% deles. De acordo com a pesquisa, 49,4% da população de 10 anos ou mais de idade (85,6 milhões de pessoas) tinham se conectado à Internet e 48,0% (31,2 milhões) dos domicílios possuíam acesso à Internet. A utilização da Internet era mais frequente entre os jovens de 15 a 17 anos (75,7%) e crescia com a escolaridade, variando de 5,4%, na população sem instrução ou com menos de um ano de estudo, até 89,8%, entre as pessoas com 15 anos ou mais de estudo. A proporção de pessoas que acessavam era crescente conforme a renda, ultrapassando os 50% a partir da classe de um a dois salários mínimos. TV Nos 63,3 milhões de domicílios com televisão (97,2% do total), foram contabilizados 103,3 milhões de aparelhos, sendo 38,4% (39,7 milhões) de tela fina e 61,6% (63,7 milhões) de tubo. Entre os domicílios com televisão, 31,2% recebiam sinal digital de TV aberta, enquanto a antena parabólica, estava presente em 38,4% dos domicílios com televisão, com maior proporção nas áreas rurais (78,3%) e nos domicílios com menor renda (48,8% dos domicílios sem rendimento a ¼ do salário mínimo). Já a TV por assinatura era mais comum nas áreas urbanas (33,2%), com maior renda (74,9% dos domicílios com mais de cinco salários mínimos). Fonte: Ministério das Comunicações com informações da Agência Brasil
× Fale no ZAP