Tag: Infarto

27 mar por João Ricardo Correia Tags:, , , , ,

Sepultamento do corpo do jornalista Rafael Henzel será hoje em Chapecó

O corpo do jornalista Rafael Henzel será sepultado hoje, às 16 horas, em Chapecó. Ele morreu na noite de ontem, aos 45 anos, após sofrer infarto quando disputava uma partida de futebol.

Henzel foi um dos sobreviventes do voo LaMia 2933, que levava jogadores, equipe técnica e convidados da Chapecoense à Colômbia, onde seria disputada – em novembro de 2016 - a primeira partida da final da Copa Sul-Americana contra o Atlético Nacional.

Por meio de nota, a Associação Chapecoense de Futebol prestou homenagem ao jornalista, que narrava suas partidas.

Diante do ocorrido, o clube informou ter solicitado à Confederação Brasileira de Futebol (CBF), o adiamento da partida contra o Criciúma, pela Copa do Brasil, em consideração a “tudo que Henzel fez e representou para a Chapecoense, bem como por respeito aos familiares e amigos”.

27 set por João Ricardo Correia Tags:, , , ,

Distrito Federal: ex-governador Joaquim Roriz morre aos 82 anos

O ex-governador do Distrito Federal, Joaquim Roriz, morreu nesta quinta-feira (27/9), aos 82 anos. Ele, que estava internado em Brasília desde o último dia 24 devido a uma pneumonia, tendo sofrido um infarto na noite desta quarta-feira (26/9). Joaquim Roriz foi governador do Distrito Federal por 14 anos. A saúde de Roriz vinha piorando nos últimos anos. Ele sofria de doença renal crônica e diabetes. O quadro de saúde se agravou nos últimos anos. Em agosto de 2017, Roriz precisou amputar dois dedos do pé esquerdo, depois da complicação do diabetes. Alguns dias depois, precisou voltar ao hospital para amputar a perna direita na altura do joelho. Roriz ficou conhecido por adotar medidas polêmicas, como a ampla distribuição de lotes e projetos de moradias populares que marcaram suas gestões. Nos discursos, havia expressões típicas do interior do país e um estilo popular, que o aproximava do eleitorado mais humilde do DF. As campanhas políticas e eventos públicos eram transformados em comícios, com direito a corpo a corpo constante e um tom religioso.
10 out por João Ricardo Correia Tags:, , , ,

Operação Infarto: Câmara Criminal mantém proibição relacionada a vereadores envolvidos

  A Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do RN manteve decisão da Vara Única da Comarca de Santana do Matos que reviu as medidas cautelares que haviam sido aplicada a dois vereadores, no âmbito da operação “Infarto”. Airton Ovídio de Azevedo e Erinaldo Florêncio Xavier da Costa haviam tido seus mandatos suspensos e foram proibidos de acessar ou frequentar as dependências da Câmara Municipal de Santana do Matos. Posteriormente, essas medidas foram afastadas e os vereadores estão proibidos do exercício de qualquer cargo ou função na Mesa Diretora da Casa, até sentença definitiva ou posterior julgamento, entendimento mantido pelo órgão julgador do TJRN. O MP pedia a reforma da decisão. A operação “Infarto” apura os crimes de corrupção ativa e passiva, peculato e associação criminosa, em desvio de recursos públicos oriundos de contratos firmados em benefício próprio. O Ministério Público Estadual, através da Promotoria de Justiça da Comarca de Santana do Matos e do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), ajuizou quatro ações decorrentes das investigações da Operação Infarto, sendo duas ações penais e duas ações civis públicas pela prática de atos de improbidade administrativa. As ações dizem respeito a contratos mantidos pela Câmara Municipal com locadoras de automóveis e relativas ao contrato firmado entre a Prefeitura de Santana do Matos e outra locadora, referente ao Pregão nº 021/2013, onde deveriam ser fornecidos veículos automotores locados para satisfazer as necessidades do Município sobre o transporte escolar. Os réus e mais dois vereadores são acusados da prática de delitos de corrupção ativa, corrupção passiva, peculato e associação criminosa, o que resultou no ajuizamento da Ação Civil Pública, onde o Ministério Público requer a aplicação, dentre outras sanções, da perda da função pública dos acusados, a suspensão dos seus direitos políticos, o ressarcimento ao erário no montante de de mais de R$ 23 mil e a impossibilidade de contratarem com o poder público. Fonte: TJRN
16 nov por João Ricardo Correia Tags:, , , , , ,

Sepultamento do ex-deputado Willy Saldanha será às 17 horas desta quinta-feira

willy_saldanha_youtube O sepultamento do ex-deputado estadual Antônio Willy Vale Saldanha será às 17 horas desta quinta-feira, 17, no Cemitério Morada da Paz, em Emaús.Ele faleceu nesta quarta-feira, vítima de infarto, em Natal, aos 78 anos. Willy Saldanha foi um deputado atuante, advogado e uma personalidade da história política potiguar, tendo um círculo de amizade em todo o Estado. Foi duas vezes vereador em sua cidade natal, Jardim de Piranhas, nos anos 1960. Em 1974, foi eleito pela primeira vez deputado estadual, reeleito em 1978, 1982 e 1986, tendo exercido a presidência da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte de 1985 a 1987. Foi também governador do Rio Grande do Norte interinamente. No poder Executivo, Willy Saldanha dirigiu a Companhia Industrial de Desenvolvimento Agrário (CIDA), na gestão do então governador José Agripino Maia e, mais recentemente, foi diretor-geral do Departamento Estadual de Trânsito (DETRAN-RN), na gestão Rosalba Ciarlini (2010-2014). O velório do ex-deputado acontece na Assembleia Legislativa, Salão Nobre Deputado Iberê Ferreira de Souza. O ex-parlamentar deixou viúva e três filhos. Com informações da ALRN
5 maio por João Ricardo Correia Tags:, , , , , ,

Justiça manda HWG fornecer prontuário de mulher vítima de erro médico

JUSTICA8 O juiz Geraldo Antônio da Mota, da 3ª Vara da Fazenda Pública de Natal, determinou a busca e apreensão de cópia integral do prontuário médico de uma senhora que foi internada no Hospital Walfredo Gurgel – Clóvis Sarinho após sofrer um mal súbito (Infarto Agudo do Miocárdio – IAM) e devido à uma sucessão de erros, omissões, falta de equipamentos e procedimentos adequados a paciente veio a óbito em 17 de dezembro de 2012. Pela decisão do magistrado, para que a cópia integral do documento solicitado seja entregue, a Administração, através da Diretora Geral do Hospital Monsenhor Walfredor Gurgel, terá que promover os atos necessários perante à empresa Salux no tocante ao cumprimento da determinação judicial. O Hospital deve entregar ao Oficial de Justiça, no prazo de cinco dias após a intimação, a documentação requerida. Caso o Oficial de Justiça, ao retornar, não tenha meios de apreender os documentos, em poder do Hospital, ficou fixada multa pessoal para a Diretora Geral, no valor de R$ 15 mil, com cumprimento mediante bloqueio de valores patrimoniais. Na fase de instrução processual da ação indenizatória, o Juízo da 3ª Vara da Fazenda Pública de Natal já havia determinado a apresentação de cópia integral do prontuário médico da paciente que foi admitida na Unidade de Terapia Intensiva do Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel no dia 15 de dezembro de 2012, local em que veio a óbito no dia 17 de dezembro de 2012. INTIMAÇÃO Segundo o juiz, a diretora Geral do Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel foi devidamente intimada da determinação, em 24 de fevereiro de 2015 e, em resposta, através de ofício, comunicou que não tem acesso ao prontuário médico da paciente, tendo em conta necessidade de liberação de uma senha, o que somente é possível por intermédio da empresa Salux Informações e Saúde Ltda, pelo que solicitou acesso. Entretanto, no entendimento do magistrado, não se admite a justificativa apresentada pela Diretora Geral por que o acesso aos dados é de responsabilidade do Hospital e a instituição terá o poder de obtê-los não somente para demonstração da causa mortis da paciente em Juízo, mas também para fins estatísticos, dentre outros. “Quem deverá disciplinar a forma de acesso aos documentos é o próprio hospital e não este Juízo, na singeleza da pretensão posta na inicial”, comentou.     Fonte: Portal do TJRN
× Fale no ZAP