Tag: formação

17 mar por João Ricardo Correia Tags:, , , ,

Cosern seleciona candidatos ao curso de formação de eletricista

COSERN6 Até o próximo dia 10 de abril, a Cosern estará com inscrições abertas para seleção de candidatos ao curso de formação de Eletricista de Rede de Distribuição. Para se candidatar, os interessados devem enviar currículo para o e-mail institucional ([email protected]) ou entregá-lo na recepção do edifício-sede da companhia em Natal, localizada na Rua Jean Mermoz - próximo ao Baldo, com a identificação “Seleção para Curso de Formação de Eletricista de Rede de Distribuição”. O processo de seleção é composto por quatro etapas, que vai desde a análise curricular até o teste de escalagem. Para participar da seleção, os candidatos devem atender alguns pré-requisitos: residir no Rio Grande do Norte, ter 18 anos ou mais, ter concluído o curso de Eletricista de Instalações Residenciais ou Prediais e ter Carteira Nacional de Habilitação - CNH (tipo B). As quatro etapas ocorrerão da seguinte forma: na primeira fase, é realizada a análise dos currículos recebidos. Em seguida, os candidatos participarão de testes de português e matemática. Na terceira etapa acontece o teste de aptidão física e, na última fase, o teste de escalagem, que avalia as habilidades técnicas do candidato. Os aprovados em todas as etapas estarão aptos a realizar o curso, que possui carga horária de 364h, e, caso aprovados, ficarão cadastrados no banco de candidatos da distribuidora, podendo ser convidados a participar de futuras seleções para o cargo de eletricista da Cosern. Ao final do curso, os candidatos selecionados receberão um certificado de participação. O curso de formação de Eletricista de Rede de Distribuição é ministrado por instituição especializada, gratuito, anual, e reflete o compromisso social da Cosern em qualificar profissionais e contribuir para a geração de emprego e renda à população residente no Rio Grande do Norte, área de concessão da distribuidora. Fonte: Departamento de Comunicação Corporativa e Sustentabilidade Cosern – Grupo Neoenergia
3 maio por Henrique Goes Tags:, , ,

MEC LANÇA PROGRAMA PARA ESTIMULAR FORMAÇÃO DE PROFESSORES NA ÁREA DAS EXATAS

Com a meta de atrair 100 mil estudantes de ensino médio para seguir a carreira de professor da educação básica nas áreas de ciências exatas, o Ministério da Educação (MEC) irá lançar um programa de estímulos por meio de bolsas de estudo. [caption id="" align="aligncenter" width="359"] Imagem de internet[/caption] O governo quer atrair também os 10 mil estudantes de graduação em cursos de licenciatura do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência que oferece bolsas a alunos que se dediquem a estágio nas escolas públicas e se comprometam com o exercício do magistério na rede pública. De acordo com o MEC, a proposta está em fase de elaboração e prevê a oferta de bolsas de incentivo. Serão criados também estímulos a programas de formação e pesquisas de universidades, centros de pesquisas e institutos nas áreas de licenciatura e científica que envolvam professores e estudantes da educação básica. Ao participar de audiência pública na Comissão de Educação da Câmara dos Deputados, em abril, o ministro da Educação, Aloizio Mercadante, manifestou preocupação com a baixa procura por cursos superiores de licenciatura em física, química, matemática e biologia e antecipou que o MEC preparava um programa para, desde o ensino médio, atrair os estudantes para o magistério nessas áreas. Fonte: Agência Brasil
21 fev por Henrique Goes Tags:, , , ,

LEI PREVÊ TREINAMENTO PARA PROFESSOR IDENTIFICAR ABUSOS CONTRA CRIANÇAS E JOVENS

Formação orientada para identificar casos de abusos contra crianças e adolescentes. Esta é a proposta do  Projeto de Lei 4753/12, da deputada Benedita da Silva (PT-RJ). O PL  estabelece a inclusão obrigatória na grade curricular de cursos voltados a professores e a profissionais de áreas sociais de conteúdo que ajude a identificação de abusos cometidos contra crianças e adolescentes.A Câmara está analisando a proposta. criançasdenuncias-g-20121110 Pelo texto da lei, os cursos de formação de professores de educação básica e de profissionais de saúde, bem como assistência social e segurança pública terão conteúdos programáticos, além de treinamento e orientações para identificar sinais físicos e psicológicos motivados por maus-tratos, negligência e abuso sexual praticados contra o público infantojuvenil. Benedita da Silva destaca os direitos (como à saúde, à dignidade e ao respeito) garantidos pela Constituição a crianças e adolescentes para justificar sua proposta. A parlamentar ainda cita o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA - Lei 8.069/90), que também garante o recebimento de proteção e socorro a essa população. “Com a capacitação, os profissionais poderão assegurar a dignidade de meninos e meninas vítimas de maus-tratos”, defende. A deputada sublinha ainda que, de acordo com o Ministério da Saúde, as agressões constituíram, em 2005, a primeira causa de morte de pessoas entre 0 a 19 anos (39,7%), com proporção mais expressiva na faixa etária de 15 a 19 anos (55,1%). Segundo o levantamento, a maior parte desses atos violentos ocorre no ambiente doméstico. Tramitação A proposta, que tramita em caráter conclusivo, será analisada pelas comissões de Seguridade Social e Família; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Com informações da Agência Brasil
× Fale no ZAP