Tag: energia

8 fev por João Ricardo Correia Tags:, ,

Juiz impede interrupção do fornecimento de energia em presídios

O Juiz Wladimir Hungria, da 5ª Vara da Fazenda Pública do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, concedeu, na terça-feira (5/2), liminar impedindo a concessionária Ampla de suspender o fornecimento de energia elétrica aos presídios localizados em municípios como Niterói, Resende e outros do interior, administrados pelo Estado, sob pena de multa diária de R$ 20 mil.

A decisão foi tomada em ação ajuizada pela Procuradoria Geral do Rio de Janeiro, que, embora admita a dívida com a concessionária, justificou o pedido na essencialidade do serviço que seria atingido em eventual interrupção.

O órgão alegou também que o Estado não possui disponibilidade orçamentária para executar despesa referente ao pagamento dos serviços de energia elétrica, uma vez que, desde o ano de 2015, o Estado se encontra diante de uma grave crise financeira, notadamente em razão de grande queda de arrecadação e de aumento de despesas no período.

Fonte: Consultor Jurídico 
Com informações da Assessoria de Imprensa da PGE-RJ
.

31 jul por João Ricardo Correia Tags:, , , ,

Energia eólica e os desafios socioambientais em debate pelo CERNE

O Centro de Estratégias em Recursos Naturais e Energia (CERNE) promove nesta quinta-feira (2), a terceira rodada do Ciclo de Debates promovido pelo Conselho Técnico Científico da entidade (CTC-CERNE). O tema desta edição será Responsabilidade sócio ambiental das empresas do setor de energias renováveis. O evento acontece na Sala 4 da Escola de Ciência e Tecnologia da UFRN. O assunto em destaque desta edição vai apresentar as iniciativas realizadas pelas empresas que atuam na área de energia eólica no Rio Grande do Norte, bem como os desafios e oportunidades para implantação de projetos sócio ambientais nas comunidades localizadas áreas onde estão instalados os parques eólicos no Estado. Na região de Serra do Mel, a Voltalia implantou o Projeto Água e Renda, que permite o acesso a água potável para as comunidades locais. Isso ocorre graças a um processo de dessalinização da água salobra existente na região. A empresa, responsável pelo Complexo Eólico Vamcruz e também pelos demais empreendimentos em operação na região. “Precisamos olhar não apenas a questão energética, mas também o aspecto social e ambiental. Por isso, os trabalhos desenvolvidos junto a essas comunidades são fundamentais para nós”, afirma o country manager da companhia no Brasil, Robert Klein. No Ciclo de Debates, a empresa vai apresentar o cenário de implantação de projetos sócio ambientais nas áreas onde os parques estão instalados. A programação está no site www.cerne.org.br e as inscrições são gratuitas. Outras informações pelo telefone (84) 2010-0340. Fonte: Assessoria de Imprensa do CERNE
28 mar por João Ricardo Correia Tags:, , , , , , ,

Escola Estadual suspende aulas por falta de energia elétrica pela quarta vez

ALUNOSSEMAULAEMPIUM1_WALDIRBARROSO A Escola Estadual Professora Maria Araújo, localizada no Pium, em Parnamirim, na Grande Natal, ainda não conseguiu emplacar o ano letivo de 2016, devido as constantes quedas de energia. O fato já  foi comunicado à Secretaria de  Educação, que enviou um eletricista, mas até o  presente momento, o problema não foi solucionado. A Cosern também foi comunicada, mas disse que não podia fazer nada. Hoje à tarde, a diretora Rossana Carla reuniu os alunos e falou sobre o problema. Confira os vídeos: https://youtu.be/4llEI44q-9Q https://youtu.be/ohAcWNXg0Qc É a quarta vez que a Escola suspende as aulas pelo mesmo motivo. Infelizmente, o poder público não  toma medidas  para resolver  este dilema. No final, os mais prejudicados são os alunos, oriundos de famílias mais humildes, tornando  difícil  competir em algum concurso, com estudante das escolas privadas. ALUNOSSEMAULAEMPIUM2_WALDIRBARROSO Texto, fotos e vídeos: Waldir Barroso
22 mar por João Ricardo Correia Tags:, , , , , ,

Cosern leva “Ouvidoria Itinerante” e doação de lâmpadas led a Currais Novos

LAMPADALED1 O projeto “Cosern nas Comunidades - Ouvidoria Itinerante” visita o município de Currais Novos hoje e amanhã, 22 e 23 de março, no horário das 08h00 às 17h00. A unidade móvel da Cosern estará instalada na Av. Cel. José Bezerra, Centro, em frente ao Hotel Tungstênio. Durante os dois dias serão realizados atendimentos presenciais, esclarecimentos ao consumidor acerca dos serviços oferecidos pela distribuidora, bem como quatro palestras em horários alternados, às 09h00 e às 14h00, com o tema “Canais de Atendimento e Pontos de Arrecadação da Cosern”. A iniciativa visa levar informações que são importantes para o consumidor, bem como divulgar a Ouvidoria como mais um canal de relacionamento com o cliente. A ação conta com a parceria de áreas estratégicas, como a Eficiência Energética e o Atendimento Comercial, com o intuito de elucidar eventuais dúvidas dos usuários do sistema elétrico. Além da ouvidoria, a Cosern oferece aos consumidores residenciais de baixa renda orientações sobre o uso seguro e eficiente de energia e três lâmpadas LED, desde que atendam aos requisitos necessários. A ação faz parte do Programa de Eficiência Energética da Cosern, regulado pela ANEEL. Estão aptos a receber as lâmpadas os usuários que estejam com as contas de energia em dia e não tenham participado de outra ação de doação de lâmpadas nos últimos seis anos. Para isto, será necessário ter Tarifa Social de Energia Elétrica ou ser morador de comunidade popular, levar a cópia da última conta de energia paga, CPF e um documento com foto. Além das lâmpadas, os consumidores também receberão kits contendo jogos educativos e cartilhas informativas com orientações sobre o uso seguro e eficiente da energia elétrica e iluminação pública. Os consumidores que atenderem aos critérios estabelecidos pelo governo federal para inscrição na Tarifa Social de Energia Elétrica poderão atualizar seu cadastro, o qual possibilita descontos na conta de luz. Economia e durabilidade - em média as lâmpadas LED distribuídas na ação consomem 30% menos energia elétrica e possuem vida útil três vezes superior às lâmpadas fluorescentes compactas. A Cosern sugere algumas recomendações importantes para consumir energia elétrica de forma eficiente: Chuveiro elétrico: usar na posição menos quente (verão), o que poderá proporcionar uma economia média de 30% no consumo; Geladeira e freezer: verificar periodicamente o estado das borrachas de vedação; Ar-condicionado: adquirir os modelos que possuem o Selo Procel de economia e limpar sempre os filtros; Máquina de lavar e ferro elétrico: juntar o máximo de roupas para lavar e passar de uma só vez.   Fonte: Departamento de Comunicação Institucional e Sustentabilidade/Cosern
4 fev por Marcelo Hollanda Tags:, , , ,

Com o aumento da energia e da gasolina o ano será difícil para todo o mundo, especialmente para o comércio e serviços

  Na crise alguns sofrem mais e outros menos. No caso do Rio Grande do Norte, que tem mais de 90% dos negócios baseados em micro e pequenas empresa e onde o setor de comércio e serviços predomina, as altas de energia e combustíveis terão um efeito devastador sobre a economia local. De restaurantes à fornecedores de alimento , a expectativa é de uma retração considerável. Por outro lado, o fato de o Estado apostar na desoneração do querosene de aviação, pleito implorado pelos empresários nos últimos dois anos do governo Rosalba, mas não atendido, deverá custar entre 8 a 11 milhões em desoneração por ano aos cofres do Estado e criar um demandas para as quais essas empresas estejam debilitadas. De qualquer maneira é uma  medida positiva. A contração pela qual passa o país devido à  irresponsabilidade da política econômica do Governo Federal acostumado a confundir as prioridades da Nação com as do partido no poder, é a grande pauta do momento. O governador Robinson Farias acaba de anunciar um contingenciamento 30% dos gastos públicos. Sem esses investimentos, cuja economia agora é uma medida acertada,mais problemas aguardam as empresas com contratos governamentais. Em outras administrações como a de Wilma de Faria e mesmo de Rosalba, já se falou em economias da ordem de 25% . Mas por alguma razão obter esse resultado sempre foi mais complicado do que anunciá-lo. Desta vez, Robinson não fala em economia, mas em contingenciamento mesmo, o que vale dizer que o dinheiro disponível será retido, em parte, para pagar o serviço de dívidas novas. Não é, definitivamente, um ambiente nada animador.
30 jul por Henrique Goes Tags:, , ,

Cresce 3,1% consumo de energia elétrica em junho deste ano

O consumo de energia elétrica no país cresceu 3,1% em junho deste ano, na comparação com o mesmo período do ano passado, atingindo 37.664 gigawatts-hora (GWh). O dado foi divulgado hoje (30) pela Empresa de Pesquisa Energética (EPE), na Resenha Mensal do Mercado de Energia Elétrica. [caption id="attachment_13665" align="aligncenter" width="480"]consumo-energia-eletrica Imagem de internet[/caption] O maior crescimento foi observado, mais uma vez, no setor residencial, com alta de 5,2% no consumo. No segmento de comércio e serviços, o consumo cresceu 2,8%. Já a indústria gastou mais 1,1%. Esta foi a terceira alta do consumo industrial na comparação com o mesmo mês do ano anterior, mas, em relação à de maio deste ano, houve queda de 1,3% em junho. De acordo com a EPE, esse comportamento “ainda não oferece sinais de recuperação sustentada”. No consolidado do segundo trimestre, houve aumento de 3% na comparação com o mesmo período do ano anterior. No ano, houve aumento de 2,8% e no acumulado de 12 meses, 2,9%.   Fonte: Agência Brasil
19 mar por Henrique Goes Tags:, , ,

ENERGIA: AUDIÊNCIA DISCUTE AMANHÃ PRIMEIRO REAJUSTE DO ANO

Aprovado em janeiro último pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), o primeiro reajuste na conta de energia de 2013 ganhará detalhamento na audiência que será realizada amanhã (20), a partir das 11h, com membros da Comissão de Minas e Energia. [caption id="" align="aligncenter" width="400"] Imagem de internet[/caption] De acordo com os deputados Eduardo da Fonte (PP-PE), Gladson Cameli (PP-AC) e Weliton Prado (PT-MG), a Aneel alterou administrativamente - sem a aprovação de lei-, a distribuição dos custos de prestação dos serviços de fornecimento de energia entre os usuários de alta e baixa tensão (residenciais). Foram convidados para a audiência, que será realizada no Plenário 14 o diretor-geral interino da Aneel, Romeu Donizete Rufino; o presidente da Associação Brasileira de Distribuidores de Energia Elétrica (Abradee), Nelson Fonseca Leite; o presidente da Companhia Energética de Pernambuco (Celpe), Luiz Antônio Ciarlini; e o presidente da Associação Brasileira de Defesa do Consumidor (Proteste), Cláudio Monteiro Considera.   Com informações da Agência Câmara
18 mar por Henrique Goes Tags:, ,

ENERGIA ELÉTRICA: DESCONTOS OCASIONADOS POR INTERRUPÇÃO NO SERVIÇO CHEGARAM A R$ 437 MILHÕES EM 2012

Os brasileiros ficaram, em média, mais de 18 horas sem energia elétrica em 2012, ou seja, quase três horas a mais do que a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) estabelece como limite por ano. Além de ter ficado mais tempo no escuro, o consumidor ficou, também, mais vezes sem luz: 13,18 vezes, em média, quando o permitido seria 11,10 vezes. [caption id="" align="aligncenter" width="480"] Imagem de internet[/caption] Os dados são usados pela agência para programar as suas fiscalizações e não geram multas, mas existem indicadores criados pela Aneel, que fazem com que a má prestação do serviço resulte em descontos na conta de luz do consumidor. A compensação é calculada a partir de três índices: Duração de Interrupção por Unidade Consumidora (DIC), Frequência Equivalente de Interrupção por Unidade Consumidora (FIC) e Duração Máxima de Interrupção Contínua por Unidade Consumidora (Dmic), definidos para períodos mensais, trimestrais e anuais. No ano passado, os descontos totalizaram R$ 437,8 milhões. De acordo com a assessoria da Aneel, foram pagas 98,7 milhões de compensações pelo descumprimento dos indicadores individuais. Em 2011, os consumidores brasileiros receberam R$ 397,2 milhões em compensações. Um outro indicador, este apurado por interrupção, chamado  Dicri  (Duração da Interrupção Ocorrida em Dia Crítico por Unidade Consumidora ou Ponto de Conexão), mede a duração das interrupções em dias críticos, quando a quantidade de ocorrências emergenciais é maior, geralmente, em função de chuvas e fenômenos meteorológicos. “A Aneel criou para as concessionárias se anteciparem e se prepararem para dias críticos”, informou a Aneel, em nota enviada à Agência Brasil. A compensação é automática e deve ser paga em até dois meses após o mês de apuração do indicador, quando ocorreu a interrupção, e as informações têm que estar na conta de energia.As concessionárias que arcaram com as maiores compensações foram a Centrais Elétricas do Pará S.A. – Celpa , que pagou R$ 67,07 milhões; a Companhia Energética de Goiás (Celg-D), com R$ 52,7 milhões, e a Light, no Rio de Janeiro, que devolveu R$ 46,5 milhões aos consumidores. “Se a falta de energia perdurar por mais de 12 horas no dia, o consumidor de baixa tensão [residências e pequenos comércios], por exemplo, deverá receber uma compensação referente à ocorrência, independente da compensação mensal pelos outros indicadores. Para consumidores industriais, a interrupção não pode ultrapassar 16 horas”, acrescentou a assessoria do órgão regulador. Além de ser compensado, o consumidor pode tentar o ressarcimento de perdas e prejuízos provocados pela falta de luz. A orientação da Aneel é que o consumidor registre a reclamação na concessionária em até 90 dias. “Caso não tenha resposta favorável, o consumidor deve reclamar nas agências conveniadas ou na Ouvidoria da Aneel por meio do telefone: 167. Em casos de perda de alimentos, a Aneel não tem competência para regulamentar a matéria. Nesse caso, o consumidor deve reclamar no Procon”, informou em nota. A agência ainda garantiu que fiscaliza periodicamente as distribuidoras e transmissoras em todo o país. “Essa atividade segue um cronograma anual e na modalidade técnica-comercial avalia a manutenção dos equipamentos, a operação e o atendimento aos clientes. Em caso de ocorrências recorrentes em uma determinada área de concessão é aberta fiscalização pontual para apurar os incidentes. Durante a apuração, a empresa é notificada para fazer os esclarecimentos necessários, respeitando-se o princípio da ampla defesa”. Quando os técnicos confirmam que os problemas são resultados de falha de planejamento, operação ou manutenção, as penalidades aplicadas pela Aneel vão de advertência à multa de até 1% do faturamento anual da empresa.   Fonte: Agência Brasil
11 mar por Henrique Goes Tags:, ,

ENERGIA RENOVÁVEL: RN PARTICIPA DE MAIOR EVENTO DO SETOR NA AMÉRICA LATINA

O Governo do Rio Grande do Norte, por meio da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico, participa a partir desta segunda-feira (11) da Feira All About Energy, em Fortaleza, que debate temas relacionados ao setor de energia limpa. [caption id="" align="aligncenter" width="480"] Painel solar fotovoltaico captura luz solar e a transforma em energia limpa
Foto: Imagem de internet[/caption]

Considerado o maior evento da América Latina para discutir energias renováveis, a All About Energy reúne pesquisadores, empresários e instituições públicas e privadas. A programação da Feira conta com palestras de renomados especialistas abordando tecnicamente o papel das energias limpas na cadeia produtiva, apresentação das novas políticas, regulação e oportunidades de investimentos no setor. Destaque no setor de energia eólica, o Rio Grande do Norte garantiu até o momento R$ 12 bilhões em investimentos no segmento, o que faz do estado um dos maiores potenciais em energias renováveis no país. Atualmente o segmento de energia solar também desponta para a atração de grandes investimentos com a vinda de grupos de empresas italianas para se instalar no estado. A participação do Governo do RN no evento proporcionará parcerias e discussões pertinentes sobre a temática para o estado, além de reforçar seu potencial no setor de energia limpa. A All About Energy acontece até quarta-feira (13) no Centro de Convenções do Ceará.

Fonte: Assessoria Sedec
22 jan por Henrique Goes Tags:, , , ,

ANEEL ADMITE POSSIBILIDADE DE FALTAR LUZ NAS SEDES DA COPA 2014

A celeuma envolvendo a crise energética no Brasil permanece. A notícia agora dada pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) é a de que existe o risco de a maioria das cidades-sede da Copa 2014 sofrer com falta de energia na época da realização dos jogos. O que contradiz as expectativas divulgadas pelo Governo. [caption id="attachment_1777" align="aligncenter" width="379"]xIMG_1321014115.jpg.pagespeed.ic._SKObPyaHM Imagem de internet[/caption] A afirmação da agência é fundamentada em relatório produzido pela entidade gestora no qual está expresso que mais da metade das obras necessárias para garantir o fornecimento de energia está atrasada. E, isso, há cerca de um ano e meio para a realização da Copa. Somente Fortaleza e Recife estão cumprindo o cronograma do Governo. Já Brasília, São Paulo, Belo Horizonte, Porto Alegre, Rio de Janeiro, Salvador, Manaus, Cuiabá, Natal e Curitiba, não apresentam um desempenho satisfatório. Natal tem quatro obras previstas para ter início em fevereiro e o projeto de duas delas têm apenas 30% dos trabalhos concluídos, segundo o estudo da agência. A Cosern, assim como todas as outras distribuidoras que atendem às 12 cidades, refuta o documento e afirma concluir os projetos das obras em tempo.   Com informações da Folha de São Paulo
× Fale no ZAP