19 abr por João Ricardo Correia Tags:, , , ,

Contrato é assinado e recuperação da Ponte de Igapó deve começar em 15 dias

Vereador Luiz Almir já alertava sobre a situação da Ponte de Igapó há mais de dez anos, quando foi ao DNIT, em Brasília (Foto: Elpídio Júnior)

Finalmente, parece que agora as obras de recuperação e reforço da Ponte de Igapó, em Natal, vão acontecer. O contrato para o serviço, previsto para começar em 15 dias, foi assinado nesta quinta-feira (18). A expectativa do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes no Estado do Rio Grande do Norte (Dnit) é que se passem 180 dias até a conclusão.

O vereador Luiz Almir, que há mais de dez anos alerta sobre o problema, se diz satisfeito e espera que tudo transcorra dentro da normalidade. "Faz muito tempo que levei essa situação a Brasília, quando fui ao DNIT com as filmagens que mandei fazer. Quase diariamente falo sobre os riscos da Ponte de Igapó na 96 FM, na Band, na Câmara Municipal e com colegas comunicadores que me procuram. Nos últimos meses, outras pessoas também demonstraram preocupação e somaram forças à minha voz. Graças a Deus, o serviço agora será feito", comemora.

13 fev por João Ricardo Correia Tags:,

Luiz Almir foi quem primeiro relatou situação da Ponte de Igapó ao DNIT

Excelentes as recentes iniciativas de políticos e lideranças comunitárias, mostrando a caótica situação da estrutura da Ponte de Igapó, em Natal, e pedindo providências para que uma possível tragédia ocorra. A luta pela recuperação da Ponte começou com Luiz Almir, hoje vereador e ex-deputado estadual, que foi a Brasília relatar o caso ao DNIT, há dez anos.

Confira matéria postada pelo site Companhia da Notícia:

https://www.companhiadanoticia.com.br/apos-desabamento-na-italia-vereador-luiz-almir-volta-a-chamar-atencao-sobre-estado-da-ponte-de-igapo/

27 ago por João Ricardo Correia Tags:, , ,

MPF denuncia ex-deputado João Maia e mais 10 envolvidos em corrupção

[caption id="attachment_53831" align="alignright" width="385"] João Maia é candidato a deputado federal este ano[/caption] O Ministério Público Federal (MPF) denunciou o ex-deputado federal João Maia (FOTO) e mais 10 pessoas por envolvimento no esquema de corrupção que reunia (entre os anos de 2009 e 2010) integrantes da Superintendência do Dnit no Rio Grande do Norte e representantes de construtoras. Os 11 foram alvo da Operação Via Trajana, realizada no último dia 31 de julho e que é um desdobramento da Operação Via Ápia, deflagrada em 2010. “(...) pelos elementos colhidos por meio dos acordos de colaboração celebrados e demais provas coligidas nessa fase da investigação, verificou-se, a bem da verdade, que João da Silva Maia era o verdadeiro chefe mor de todo o esquema de corrupção operado no Dnit/RN”, destaca a denúncia do MPF. Além de João Maia, foram denunciados seu ex-assessor Flávio Giorgi Medeiros Oliveira, o “Flávio Pisca”; a ex-esposa e o ex-sogro do deputado, Fernanda Siqueira Giuberti Nogueira e Fernando Giuberti Nogueira; seu sobrinho Robson Maia Lins; Paulo César Pereira (irmão do ex-ministro dos Transportes Alfredo Nascimento); o engenheiro Alessandro Machado; além de pessoas que ajudaram no recebimento da propina, como Wellington Tavares, Hamlet Gonçalves e a ex-esposa e o irmão de Flávio Pisca, Cláudia Gonçalves Matos Flores e Carlos Giann Medeiros Oliveira.
13 ago por João Ricardo Correia Tags:, , , , ,

MPF pede condenação de envolvidos em obra de ponte

O Ministério Público Federal (MPF) recorreu da decisão de primeira instância de rejeitar uma ação de improbidade administrativa (AIA) contra três pessoas e uma empresa envolvidas na obra de recuperação da ponte Felipe Guerra (na BR-304, a aproximadamente 200km de Natal): o ex-superintendente do Dnit/RN, Fernando Rocha Silveira; o ex-chefe de Engenharia, Gledson Golbery Maia; o empresário Túlio Gabriel de Carvalho Filho e sua empresa, a Arteleste Construções Ltda. A ação (número 0810580-41.2016.4.05.8400) é um dos desdobramentos da chamada Operação Via Ápia, deflagrada em 2010 e que revelou um esquema mantido entre integrantes do Dnit/RN e representantes de construtoras, com foco na obra de duplicação do lote 2 da BR-101 no Rio Grande do Norte (realizada pelo Consórcio Constran-Galvão-Construcap). Os envolvidos, 25 ao todo, já foram denunciados por crimes como formação de quadrilha, peculato, corrupção passiva, lavagem de capitais e contra a Lei de Licitações.
23 jan por João Ricardo Correia Tags:, , , , ,

Fátima Bezerra comemora ordem de serviço para duplicação da Reta Tabajara

FATIMASENADO1_AGSENADO A senadora Fátima Bezerra comemorou o anúncio do Governo Federal, por meio do Ministério dos Transportes, da assinatura da ordem de serviço para a duplicação da BR-304, no Rio Grande do Norte. “Estivemos engajados nessa luta desde o início. Sabíamos que, mesmo diante das dificuldades, o Governo da presidenta Dilma estaria sensível aos justos pleitos dos potiguares”, enfatizou a senadora. Com previsão de início das obras para o primeiro trimestre de 2016, o empreendimento, que faz parte do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), além de duplicar a estrada também contemplará a construção de viadutos e pontes no trecho conhecido por Reta Tabajara, em Macaíba, a abertura de marginais situadas entre o Viaduto Trampolim da Vitória, em Parnamirim, e o entroncamento com a BR-226. O contrato firmado na sede do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), entre o Governo Federal e a empreiteira Ivaí Engenharia de Obras S.A, prevê o investimento de R$ 237,5 milhões para a duplicação de 26,7 quilômetros da rodovia. Com a conclusão das obras na região, a expectativa é de crescimento da economia local, em virtude das melhorias de acesso ao pólo industrial na cidade de Macaíba, além da redução no número de acidentes, diminuição do tempo de viagem e a criação de um novo posto policial da PRF (Polícia Rodoviária Federal).   Fonte: Assessoria de Imprensa de Fátima Bezerra, com informações da Assessoria do Ministério dos Transportes Foto: Agência Senado
× Fale no ZAP