Tag: Denunciados

2 jan por João Ricardo Correia Tags:, , , ,

Operação Express: MPF denuncia quadrilha que roubava agências e caminhões dos Correios

O Ministério Público Federal (MPF) apresentou denúncia contra 11 integrantes de uma quadrilha responsável por, pelo menos, 14 roubos no Rio Grande do Norte, entre março e setembro de 2018. Os réus incluem uma mulher e 10 homens, dos quais sete se encontram presos e três foragidos da Justiça. A ação penal trata de parte dos crimes cometidos pelo grupo e descobertos pela chamada “Operação Express” (deflagrada em novembro), que apurou a atuação da organização criminosa no assalto a caminhões de mercadorias e a agências dos Correios. A quadrilha teria participado de 11 roubos a caminhões da empresa e três a agências (Serrinha, Várzea e Boa Saúde). Os assaltos aos veículos dos Correios ocorreram principalmente em rodovias, dentro de municípios como Parnamirim, Macaíba, Santa Maria, Riachuelo, Goianinha, Bom Jesus e Sagi e os produtos subtraídos eram comercializados pelos comparsas. Formação Os denunciados são Jadenilson Pereira Matias de Sousa, conhecido por “Jade” (atualmente custodiado na Penitenciária Estadual de Parnamirim - PEP) Eric Dias do Nascimento, o “Mago Eric” ou “Gambiarra” (custodiado na Penitenciária Estadual Rogério Coutinho Madruga); Gabriel Lucas Félix Barbosa (atualmente no Complexo Penal João Chaves); Maxwell Siqueira Gomes, o “TX” (custodiado na PEP); Ronald Felipe de Andrade Lunardo (foragido); Também integravam o grupo Diogo Carlos da Silva Juvino (custodiado na PEP); Judson Bezerra Araújo Batitas, o “Bebezão” (no Complexo Penal João Chaves); Jackson Firmino Lira da Silva, o “Catita”; (custodiado na PEP); Matheus Gleydson Resende da Silva, o “Têu” (foragido); João Paulo de Queiroz Rodrigues, o “JP” (também foragido); e ainda Danielle Gomes de Lima.
10 mar por João Ricardo Correia Tags:, , , , ,

MPF denuncia assaltantes dos Correios de Sítio Novo

ASSALTANTE1 O Ministério Público Federal no Rio Grande do Norte (MPF/RN) denunciou à Justiça Diego Emanuel Martins Genuíno da Silva (conhecido como “Diego do Japão”); Janderson Filipe da Silva; Viviana Karla Firmino da Silva; e Madson Roberto Alves da Fonseca. Os dois primeiros participaram do assalto à agência dos Correios de Sítio Novo, ocorrido em 25 de janeiro deste ano, e os outros dois ajudaram na tentativa de fuga de um dos assaltantes. Diego e Janderson, hoje custodiados no Centro de Detenção Provisória (CDP) de Pirangi, levaram uma quantia de R$ 3.891,36 da agência e fugiram do local em uma moto que havia sido furtada na véspera, em Natal. Os dois chegaram por volta das 10h da manhã. Diego entrou primeiro, anunciou o assalto, sacou uma pistola calibre .40 e perguntou pelo cofre. Janderson entrou na agência logo depois, com um revólver. Como o cofre não abriu, Diego retirou o dinheiro do caixa e fugiu junto com Janderson na motocicleta. A gerente da agência, contudo, estava do lado de fora, percebeu o assalto e chamou a polícia. Os policiais encontraram os assaltantes já se retirando do local e iniciaram uma perseguição. Os ladrões caíram da moto, em uma curva, e tentaram fugir a pé para lados opostos. A PM foi atrás de Diego Martins e efetuou sua prisão. Já na delegacia, o assaltante recebeu uma ligação no celular que foi atendida por um dos policiais. Do outro lado da linha, um homem se identificando como “Ceguinho” exigiu que a polícia abandonasse a perseguição ao outro ladrão, Janderson, caso contrário sua quadrilha iria invadir a cidade e “tocar o terror”. Janderson da Silva foi preso por volta das 14h30, quando os policiais abordaram um táxi onde se encontravam, além dele e do motorista, os outros denunciados: Madson Roberto e Viviana Karla. Em interrogatório, esses dois últimos afirmaram ter pego o táxi em Natal com o objetivo de resgatar Janderson, que se escondeu em meio ao mato. Ele passou sua localização para os comparsas por telefone. Um policial retornou a ligação feita com ameaças e o número era, exatamente, o do celular que se encontrava com Viviana Karla. Madson já responde a crime de roubo na Comarca de São Paulo do Potengi e teve sua voz reconhecida como o homem que se passou por “Ceguinho”. Já Viviana Karla afirma ter sido companheira do marginal Isaac Heleno da Cruz, conhecido como Rivotril, morto em Natal em 2014, e possui diversas fotos para as quais posou segurando armas de fogo. Confissão Diego e Janderson confessaram a participação no assalto, que foi todo registrado pelas câmeras de segurança dos Correios. Segundo os policiais militares, durante a prisão em flagrante Diego fez ameaças aos PMs e garantiu que voltaria a assaltar a agência local, configurando “a prática de crime de desacato”. O assaltante já era alvo de um mandado de prisão preventiva em aberto, expedido pelo Tribunal de Justiça do Estado. Ao ser preso, ele ainda mantinha uma carteira de identidade falsa, com outro nome. Diego do Japão foi denunciado por roubo (artigo 157 do Código Penal), receptação (art. 180), falsidade ideológica (art. 299), uso de documento falso (art. 304) e desacato (art. 331). Janderson da Silva por roubo e receptação. Madson Roberto responderá por desacato e favorecimento pessoal (art. 348); e Viviana Karla por favorecimento pessoal. A ação penal tramitará na Justiça Federal sob o número 0000217-28.2016.4.05.8400.   Fonte: Procuradoria da República no RN
× Fale no ZAP