17 jan por João Ricardo Correia Tags:, ,

PF apreende 76 quilos de cocaína e prende 6 no RN

A Polícia Federal, com apoio do Batalhão de Operações Policiais Especiais (BOPE), prendeu na manhã de hoje, 16, em Parnamirim, Região Metropolitana de Natal, seis pessoas, com idades entre 21 e 39 anos, acusadas de tráfico de drogas.

Os detidos são cinco potiguares e um brasiliense, dentre eles, uma estudante de direito de uma faculdade de Natal. Com eles, os policiais encontraram 76,111 kg de cocaína. A droga estava camuflada no banco traseiro de um carro e no interior de uma casa.

A ação teve início quando a Polícia Federal recebeu informações dando conta de uma intensa movimentação suspeita em uma residência no bairro de Emaús. Uma equipe se deslocou até o local e instantes depois chegou até aos suspeitos, que não reagiram ao serem abordados.

Além de 73 tabletes da droga, foram apreendidos ainda, três radiocomunicadores, duas pistolas calibre 380, quatro veículos, sendo dois de luxo, celulares e uma pequena quantidade de dinheiro.

Os presos foram indiciados com base na Lei de Entorpecentes e se condenados podem pegar de 5 a 15 anos de reclusão. Eles permanecem custodiados na sede da PF, à disposição da Justiça.

Esta foi a primeira apreensão de cocaína realizada pela PF este ano no RN. Em 2018, o total apreendido no estado somente pela Polícia Federal alcançou o total de 1,67 toneladas

Com informações da
Comunicação Social da Polícia Federal no RN

1 set por João Ricardo Correia Tags:, , , ,

Sargento do BOPE morre durante operação na Baixada Fluminense

O segundo sargento da Polícia Militar (PM) do Rio de Janeiro Carlos Lucio Neppel de Araújo, de 41 anos, morreu hoje (1º) após ser ferido no peito durante uma operação da PM, na comunidade São Jorge, em Japeri, na Baixada Fluminense. A Polícia Militar lamentou a morte de Carlos Neppel, que era lotado no Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) e estava na corporação desde 2001. O policial deixa esposa e duas filhas. Segundo a PM, durante a ação, outro policial da unidade foi ferido. Ele foi levado para o hospital da Posse, em Nova Iguaçu, e depois transferido para o Hospital Central da Polícia Militar. Para a unidade da Posse foram levados também dois criminosos feridos no confronto. Outra pessoa ferida foi socorrida por moradores da comunidade. Um fuzil foi apreendido com um criminoso ferido na ação. De acordo com a PM, o Bope continua operando na comunidade, para localizar os criminosos envolvidos no assassinato do policial. Pelos números da Polícia Militar, com a morte do sargento sobe para 67 o número de policiais assassinados este ano, sendo que 19 estavam em serviço, 39 em folga e 9 eram reformados ou da reserva. Por Cristina Índio do Brasil - Repórter da Agência Brasil / Rio de Janeiro  
20 nov por João Ricardo Correia Tags:, , , , , ,

Polícias do RJ de prontidão e domingo promete ser um dia tenso na “Cidade de Deus”

[caption id="attachment_51774" align="aligncenter" width="611"]bope_apreensao_rj1 Parte do material apreendido pelo Bope, durante operação deste sábado, no Rio de Janeiro[/caption]   João Ricardo Correia O clima é de tensão no Rio de Janeiro e este domingo, 20, promete ser um dia de medo e apreensão na comunidade de Cidade de Deus e adjacências, na zona Oeste da capital fluminense. A situação ficou mais grave depois da queda de um helicóptero do Grupamento Aeromóvel (GAM), que apoiava uma operação contra traficantes, resultando na morte dos quatro policiais militares que estavam na aeronave. Todas as unidades policiais estão de prontidão. Áudios circularam neste sábado à noite, por algumas redes sociais, dando conta do terror que toma conta da "Cidade Maravilhosa". Fontes do Companhia da Notícia garantem que as gravações são autênticas. Confira as gravações: [audio mp3="https://www.companhiadanoticia.com.br/wp-content/uploads/2016/11/AUDIO_RJ01.mp3"][/audio] [audio mp3="https://www.companhiadanoticia.com.br/wp-content/uploads/2016/11/AUDIO_RJ02.mp3"][/audio] [audio mp3="https://www.companhiadanoticia.com.br/wp-content/uploads/2016/11/AUDIO_RJ03.mp3"][/audio] [audio mp3="https://www.companhiadanoticia.com.br/wp-content/uploads/2016/11/AUDIO_RJ04.mp3"][/audio] Durante a operação, na tarde de ontem, houve confrontos na região, o que ficou ainda mais intenso após a queda do helicóptero. Ainda não foi confirmada o que provocou a queda, se uma pane mecânica, falha humana ou tiros disparados pelos traficantes revoltados com a presença dos policiais. A Linha Amarela e a Avenida Ayrton Senna chegaram a ser fechadas, provocando engarrafamentos. Os PMs mortos são o major Rogério Costa (piloto), capitão Schort, subtenente Barbosa e sargento Félix. A Secretaria de Segurança informou que as causas da queda do helicóptero serão investigadas pelo Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa). Segundo "O Dia Online", os confrontos entre policiais e traficantes começaram por volta de 9h30, quando PMs em patrulhamento na região encontraram bandidos armados, dando início a uma perseguição seguida de troca de tiros. Alguns homens foram detidos e levados para a delegacia.
× Fale no ZAP