Tag: Amanda Gurgel

12 jul por João Ricardo Correia Tags:, , , , ,

CMN homenageia bandas natalenses com destaque nacional e internacional

BANDAS-CMN_MARCELOBARROSO A Câmara Municipal de Natal realizou no auditório do IFRN Cidade Alta uma sessão solene para homenagear as bandas potiguares que tiveram destaque no cenário nacional e internacional. A iniciativa foi da vereadora Amanda Gurgel e contou com a participação das bandas autorais Plutão Já Foi Planeta, Camarones Orquestra Guitarristíca, Far From Alaska, Mahmed e Luisa & os Alquimistas. O evento foi na última sexta-feira (08), Vocalista da banda Plutão, Natália Noronha disse que a exposição no programa Super Star, da Rede Globo, serviu como alerta para o público perceber que existe produção musical diversificada e qualificada no Rio Grande do Norte.
20 abr por João Ricardo Correia Tags:, , , ,

Comissão discute vetos ao Plano de Municipal de Educação

CMNCOMISSAOEDUCACAO1_MARCELOBARROSO A Comissão de Educação da Câmara Municipal de Natal discutiu durante a manhã de ontem (19), com representantes da Secretaria Municipal de Educação (SME), Sindicato dos Trabalhadores em Educação (Sinte) e vereadores, os vetos do prefeito Carlos Eduardo ao Plano Municipal de Educação, aprovado no início do mês de março passado. O plano foi sancionado através da Lei N.º 6.603 de 1 de abril de 2016, com nove vetos à emendas encartadas pelo legislativo. A publicação está no Diário Oficial do Município do dia 4 passado. Na audiência de hoje os procuradores da casa fizeram um panorama geral das justificativas dos vetos. Segundo disseram a Procuradoria Geral do Município (PGM) fez argumentos de caráter jurídico. Nenhum procurador do município compareceu para discorrer sobre o assunto e representantes da SME não entraram no mérito dos vetos porque disseram que cabe à PGM explicar. Para a vereadora Amanda Gurgel (PSTU), as justificativas do Executivo não procedem. "Os vetos tentam ter natureza jurídica e estão equivocados ao considerar caráter de lei nas emendas apresentadas que foram discutidas em fórum. O que fizemos foi direcionar estratégias e metas a serem disciplinadas pelo executivo", reclama a parlamentar. Entre as emendas vetadas estão a climatização progressiva das salas de aula com 50% até o quinto ano e 100% até o final da vigência do plano (dez anos); a criação de uma equipe de profissionais lotados nas escolas para elaborar e executar um política de formação em serviço; o direito à refeição no horário de trabalho, no âmbito do programa alimentação escolar; e benefícios do auxílio alimentação e auxílio transporte para os trabalhadores da educação. A presidente da Comissão de Educação, vereadora Eleika Bezerra (PSL), se disse surpresa com o veto à emenda que trata da prestação de contas trimestral por parte da SME quanto à execução do plano de educação. "Alguns vetos surpreenderam como a prestação de contas que acredito ser um dever da parte do Executivo e nosso enquanto poder legislativo que precisa fiscalizar e saber como está sendo executado o plano. Penso que precisamos dialogar desde já com a Comissão de Justiça para que possamos nos posicionar melhor quanto a esses vetos. Espero que os vereadores tenham sensibilidade para apreciar e derrubar os vetos que forem possíveis de derrubar", disse Eleika. Os vetos estão em análise na Comissão de Legislação, Justiça e Redação Final da Câmara e ainda devem ser analisados pela Procuradoria da Câmara antes de serem votados em plenário. Fonte: Assessoria de Comunicação da Câmara Municipal do Natal - ASSECAM Texto: Cláudio Oliveira Fotos: Marcelo Barroso
13 abr por João Ricardo Correia Tags:, , , , ,

Vereadores de Natal entregam Moção de Repúdio a Eduardo Cunha

[caption id="attachment_33365" align="aligncenter" width="394"]AMANDAGURGEL2_ELPIDIOJUNIOR Vereadora Amanda Gurgel (Foto: Elpídio Júnior)[/caption] Durante a realização do programa "Câmara Itinerante" nesta sexta-feira (10), os vereadores de Natal entregaram ao presidente da Câmara dos Deputados do Brasil, deputado federal Eduardo Cunha (PMDB), uma moção de repúdio contra o Projeto de Lei 4330/04, que regulamenta os contratos de terceirização no setor privado e para as empresas públicas, de economia mista, suas subsidiárias e controladas na União, nos estados, no Distrito Federal e nos municípios. O texto-base foi aprovado no Congresso na última quarta-feira (8) com 324 votos a favor, 137 contra e 2 abstenções. Proposta pela vereadora Amanda Gurgel (PSTU), a moção foi acatada pela Câmara Municipal de Natal e assinada pelos vereadores Ary Gomes (PROS), Fernando Lucena (PT), Hugo Manso (PT), Maurício Gurgel (PHS), Paulinho Freire (PROS), Sandro Pimentel (PSOL), Klaus Araújo (PP), Júlia Arruda (PSB) e Bispo Francisco de Assis (PSB), além do presidente da Casa, vereador Franklin Capistrano (PSB). "Acreditamos que o projeto ameaça o serviço público, os direitos e salários dos trabalhadores. Trata-se da precarização das relações de trabalho. Assim, solicitamos ao presidente Eduardo Cunha o arquivamento da matéria, todavia, ele disse que dificilmente isso acontecerá. Diante desse cenário, apoiamos a paralisação nacional que está sendo convocada pelas centrais sindicais para o próximo dia 15", defendeu Amanda. O presidente Franklin Capistrano falou que a moção de repúdio mostra a diversidade de posicionamentos do Legislativo natalense acerca da questão. "Aprovamos o encaminhamento porque acreditamos na importância do contraditório para o fortalecimento da instituição. Existem vereadores na Casa que são favoráveis ao PL da terceirização, fato que respeitamos. Democracia se constrói com respeito e liberdade. Aproveito para agradecer o gesto do presidente Eduardo Cunha, pela fidalguia com que recebeu o documento". Em seu discurso, Eduardo Cunha leu a íntegra da moção e ressaltou a relevância da iniciativa para o debate democrático. "As opiniões divergentes ajudarão a aprimorar o texto. Precisamos ouvir todas as correntes ideológicas para alcançar o consenso. No entanto, era uma matéria que estava parada há 11 anos. Se for confirmada na votação dos destaques e referendada no Senado vai permitir grandes avanços na defesa dos direitos dos trabalhadores. A maioria dos artigos do Projeto de Lei são para a proteção dos direitos do trabalhador. Todas as partes dos direitos trabalhistas, características da subordinação, garantia de recolhimento dos tributos, tudo isso está assegurado", concluiu.   Fonte: Portal da Câmara Municipal de Natal
21 mar por João Ricardo Correia Tags:, , , ,

Amanda Gurgel admite disputar Prefeitura de Natal no próximo ano

AMANDAGURGEL_ELPIDIOJUNIOR A vereadora Amanda Gurgel, do PSTU – Partido Socialista dos Trabalhadores Unificados, admitiu pela primeira vez disputar a Prefeitura de Natal nas eleições do próximo, caso seja convocada pelo seu partido, entretanto considera cedo para definição de nomes agora. A vereadora informa que primeiramente terá que ser estabelecido e intensificado um debate programático para definição do que será discutido e defendido durante a campanha eleitoral do próximo ano objetivando melhorias para a população e para Natal, que segundo ela, deverá ser uma cidade  voltada prioritariamente para os trabalhadores. “Se eu for convocada pelo meu partido aceitarei o desafio”, afirma a vereadora do PSTU. De acordo com a vereadora Amanda Gurgel, em Natal existe espaço para uma candidatura alternativa de esquerda disputar a prefeitura com chances reais de vitória, citando ela própria como exemplo quando disputou pela primeira vez uma vaga no legislativo natalense em 2012 e foi eleita com 32.819 votos. Na oportunidade, a sobra de votos obtidos pela então desconhecida professora da rede municipal de ensino elegeu os candidatos Sandro Pimentel com mais de 1.398 votos e Marcos Antonio, ambos do Psol, com 717 votos. Foto: Elpídio Júnior  
29 mar por João Ricardo Correia Tags:, , ,

Vereadores confirmam candidaturas nas eleições deste ano

[caption id="attachment_24561" align="aligncenter" width="394"] Vereador Rafael Motta, filho do presidente da AL, quer ser deputado federal[/caption] O PROS, partido presidido pelo vereador Rafael Motta e liderado no RN pelo presidente da Assembleia Legislativa, deputado Ricardo Motta, seu pai, é a legenda que terá o maior número de candidatos da Câmara Municipal de Natal nas eleições deste ano, seguido de outras siglas que igualmente terão candidaturas com potencial eleitoral e chances reais para conseguir eleger representantes para a Assembleia Legislativa e Câmara Federal. Pelo PROS estão confirmadas as candidaturas de Rafael Motta a deputado federal, Albert Dicskon e Chagas Catarino, que disputarão mandato de deputado estadual. PMN, PR e PSTU também concorrerão ao pleito de 5 de outubro. Além da capital, esses partidos terão candidaturas nos diversos municípios do Rio Grande do Norte. Rafael Motta (PROS): no exercício do seu primeiro mandato de vereador, Rafael Motta constitui-se no vereador segundo mais votado do último pleito com 9.460 votos. Ele dá continuidade à presença da tradicional família Motta na política do Rio Grande do Norte que teve como maior expressão o avô Clóvis Motta, que foi vice-governador do Estado e deputado estadual e o pai, Ricardo Motta, atual presidente da Assembleia Legislativa. Rafael Motta tem atuação destacada no plenário e nas Comissões Técnicas da Casa e foi eleito “Parlamentar do Ano”, em 2013. Entre os projetos apresentados por ele, destaque para um, elaborado em parceria com o vereador Paulinho Freire sugerindo alternativas para melhorar a mobilidade urbana de Natal. Rafael é presidente da Comissão de Direitos Humanos da Câmara Municipal de Natal e presidente do Diretório Estadual do PROS. Chagas Catarino (PROS): reeleito vereador com 8.063 votos, Chagas Catarino é considerado um dos vereadores mais presentes nas comunidades da capital, seja apoiando eventos esportivos ou até mesmo participando de partidas de futebol, já que é praticando do esporte mais popular do Brasil. Chagas tem atuação político/social em vários bairros das Zonas, Norte e oeste da capital com atendimento à população através da oferta de cursos e atendimento médico e odontológico, além de transporte de pacientes para hospitais. Albert Dickson: médico oftalmologista, Albert Dickson é o atual presidente da Câmara Municipal onde iniciou as articulações visando a construção da sede própria do parlamento municipal para evitar o pagamento de aluguel que onera os cofres públicos em 70 mil reais por mês. O vereador, é médico e evangélico e oferece prestação de serviços através de uma fundação. Seu primeiro partido foi o PP, mas deixou a legenda recentemente com o episódio Betinho Rosado. A convite de Ricardo Motta, Albert Dickson filiou-se ao PROS. Jacó Jácome (PMN): é o vereador mais jovem da Câmara Municipal de Natal com apenas 22 anos. No exercício do seu primeiro mandato, Jacó Jácome pretende ocupar a vaga deixada pelo pai, Antonio Jácome, que foi vice-governador e agora será candidato a deputado federal. É um vereador presente e atuante, principalmente na defesa do segmento jovem. Jacó foi votado em diversos bairros da capital, particularmente entre os evangélicos, já que é integrante da Igreja Assembleia de Deus. Adão Eridan (PR): liderado do deputado João Maia, Adão Eridan aguarda os acontecimentos com relação ao seu partido para definir se será candidato a deputado federal ou estadual. É um vereador atuante e polêmico, notadamente pelas críticas que faz ao atual Código Penal Brasileiro, que segundo ele, protege menores infratores. Ele é defensor intransigente da diminuição da maior idade penal de 18 para 16 anos e essa posição tem causado debates acirrados no plenário da Câmara Municipal de Natal. Amanda Gurgel (PSTU): foi eleita para o seu primeiro mandato com mais de 30 mil votos, constituindo-se assim, num fenômeno eleitoral do último pleito. Professora da rede municipal de ensino, Amanda Gurgel ainda não decidiu se será candidata à deputada estadual ou federal, dependendo, portanto, de decisão partidária. A chegada de Amanda Gurgel e dos demais vereadores, considerados de esquerda – Marcos Antonio e Sandro Pimentel, ambos do Psol - ao plenário da Câmara Municipal de Natal dinamizou os debates naquela Casa Legislativa. Amanda Gurgel surgiu para a vida pública após audiência na Assembleia Legislativa, oportunidade em que protestou contra os baixos salários dos professores e foi notícia nacional, vindo a ser eleger vereadora com 32. 819 votos. Além dos vereadores acima citados, outros poderão decidir por se candidatar este ano, a exemplo de Sandro Pimentel, Marcos Antonio, Luiz Almir, que está no terceiro mandato de vereador e já foi deputado estadual duas vezes, e Júlia Arruda.
× Fale no ZAP