Luiz Almir convoca a Zona Norte para “punir nas urnas” deputados e senadores do RN que cortaram verbas para a Redinha

4 abr por João Ricardo Correia

Luiz Almir convoca a Zona Norte para “punir nas urnas” deputados e senadores do RN que cortaram verbas para a Redinha

O vereador Luiz Almir convocou a população da Zona Norte, área  da cidade da qual é o principal porta-voz, a “punir nas urnas” os deputados e senadores do Rio Grande Norte que cortaram recursos da ordem de R$ 24 milhões que estavam destinados no Orçamento Geral da União para a realização de importantes obras na praia da Redinha, com impacto positivo direto no turismo potiguar.

“Peço aos meus irmãos da Zona Norte que façam uma reflexão nas próximas eleições. Aqueles deputados e senadores que não botaram recursos para a nossa família da Zona Norte e para Natal, não merece o nosso voto”, disse o parlamentar que utilizou o seu programa “O Povo No Rádio”, veiculado na manhã desta quinta-feira, na 96 FM, para criticar a postura da bancada federal.

Ainda convalescendo de uma grave inflamação no intestino que o levou a ser recentemente hospitalizado, Luiz Almir disse que a bancada federal “foi injusta e ingrata, não com o prefeito Álvaro Dias, mas com a capital do Rio Grande do Norte”.

Segundo revela, o prefeito Álvaro Dias está indignado. “Estou solidário ao prefeito e a dor do povo de Natal pela perda dos recursos que a bancada não destinou. Ao contrário, a verba estava assegurada e, de repente, mudaram tudo para colocar só para o interior. Deixara a capital sem recursos”, ressaltou.

Foram os seguintes integrantes da bancada federal que votaram a favor do corte de recursos para a Redinha: deputado Rafael Motta (PSB), que coordenada a bancada federal potiguar, os senadores Zenaide Maia (PROS) e Styvenson Valentim (Podemos) e os deputados Benes Leocádio (PRB), Beto Rosado (PP), Fábio Faria (PSD), General Girão (PSL) e João Maia (PR).

Perversidade

Luiz Almir considera uma “perversidade” a decisão dos deputados e senadores com relação ao corte de verbas para a Redinha.

“Todos eles (bancada federal) têm votos em Natal, que tem 40% dos eleitores do Estado. Eu vou lembrar nas próximas eleições quem foi que teve votos na Zona Norte, mentido nas redes sociais, e agora deixa Natal abandonada na hora que mais precisa. Nós somos uma capital turística. Não sou contra destinar recursos para o interior, mas é preciso botar um valor maior para a capital, que é onde gera um maior volume de empregos, inclusive através do turismo que é nossa indústria sem chaminé”, assinalou.

A verba que foi cortada pela canetada dada pelos parlamentares estava destinada para a construção do Terminal Turístico da Redinha e foi incluída no Orçamento Geral da União 2019 como uma emenda impositiva indicada pela bancada federal potiguar, em novembro de 2018.

Os recursos iriam viabilizar ações de urbanização integradas à construção de um mercado público totalmente remodelado, com deck e calçadão, além da revitalização do clube da Redinha,  transformando a praia da Zona Norte em um novo polo turístico da cidade, aproveitando a facilidade de acesso a partir da ponte Newton Navarro e do atrativo gastronômico representado pela tradicional ginga com tapioca.

Fonte: Blog do FM

ByJoão Ricardo Correia

Formado em Comunicação Social pela UFRN. Experiências profissionais em rádio, jornais, TV, informativos virtuais e assessorias de imprensa. Editor do Companhia da Notícia.

Deixe seu comentário

× Fale no ZAP