“Despromoção” de sargentos seria plano para “queimar” comandante geral da PM

21 set por João Ricardo Correia

“Despromoção” de sargentos seria plano para “queimar” comandante geral da PM

dancleiton_pereira_leite

João Ricardo Correia

O episódio publicado ontem, com exclusividade, por este Portal Companhia da Notícia, da “despromoção” de 80 sargentos promovidos há uma semana, segundo fontes deste informativo, pode ter sido muito mais que um “simples equívoco”. O ato falho teria sido planejado, como forma de “queimar” o comandante geral da Polícia Militar do Rio Grande do Norte, coronel Dancleiton Pereira Leite.

Extraoficialmente, informações dão conta que a tal “despromoção” provocou um mal estar na tropa e uma revolta nos policiais que passaram apenas uma semana promovidos. Um oficial que pediu para não ser identificado disse: “É muito estranho esse fato. Para haver as promoções, elas passam por uma comissão, depois é que é publicado no Boletim Geral e ninguém viu isso? O comandante geral, independente de quem seja, tem diversos auxiliares e todos deixaram passar o erro?!”.

Por meio da Portaria 158/2016-AAD, publicada ontem, 20 de setembro de 2016, no Boletim Geral da Polícia Militar, o comandante geral da corporação, coronel Dancleiton Pereira Leite, determinou a instauração de uma sindicância para apurar quem foi o culpado pela confecção e tramitação da Portaria 096/2016-DP/CPP, de 13 de setembro de 2016, que levou a publicação da promoção “em desacordo” de 80 cabos a graduação de 3º sargentos.

 

ByJoão Ricardo Correia

Formado em Comunicação Social pela UFRN. Experiências profissionais em rádio, jornais, TV, informativos virtuais e assessorias de imprensa. Editor do Companhia da Notícia.

Deixe seu comentário

× Fale no ZAP