Autor: João Ricardo Correia

Formado em Comunicação Social pela UFRN. Experiências profissionais em rádio, jornais, TV, informativos virtuais e assessorias de imprensa. Editor do Companhia da Notícia.
5 jan por João Ricardo Correia

TÁXI DE ATÉ 7 LUGARES TERÁ ISENÇÃO DO IPVA NO RN

A governadora Rosalba Ciarlini, sancionou nesta sexta-feira (04), a alteração da Lei Estadual 6.967, de 30 de dezembro de 1996, que amplia a isenção do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA), destinada aos taxistas, para veículos com capacidade de até sete passageiros. Até então, a lei contemplava veículos de até cinco lugares. A medida governamental beneficiará a população potiguar, sobretudo o setor de turismo do Estado, que passará a contar com veículos maiores e mais confortáveis, necessários para incrementar o setor turístico no Rio Grande do Norte. “O Rio Grande do Norte tem no turismo sua maior fonte de geração de emprego e renda”, disse a Governadora, ressaltando que a resolução vai facilitar as famílias que visitam a cidade. “Muitas vezes, por um passageiro a mais, era preciso pegar dois taxis, isso muitas vezes inibia o turista de visitar mais pontos turísticos. Precisamos receber bem nossos visitantes. Natal é uma das cidades-sede da Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014 e no mundo todo se usa esse tipo de taxi. Aqui era preciso regulamentar essa situação para que os profissionais não trabalhassem na clandestinidade”, concluiu a Governadora. A iniciativa do Governo do Rio Grande do Norte está de acordo com uma determinação da presidenta Dilma Rousseff, que estabeleceu em agosto de 2011, através do art. 2º da Lei Federal n.º 12.468, a definição do profissional taxista como sendo o proprietário de veículo automotor, com capacidade para até sete passageiros, que exerça o transporte remunerado de pessoas. O presidente da Cooperativa dos Proprietários de Taxi de Natal, Genário Torres, agradeceu a atenção da Governadora em ter atendido um pleito antigo da categoria. “Essa Lei vai trazer um grande benefício tanto para o taxista quanto como para o usuário de um modo geral. Principalmente para o setor do turismo”, comemorou Genário Torres, presidente da Cooperativa dos Proprietários de Taxi de Natal. “Essa atitude vai proporcionar ao taxista adquirir veículos maiores, com mais capacidade e com mais segurança e conforto para o usuário”, finalizou. (Fonte: Assecom/RN)
5 jan por João Ricardo Correia Tags:, ,

CRACK COMPROMETE DESENVOLVIMENTO CEREBRAL

Crianças e adolescentes que fazem uso contínuo de crack podem ter o desenvolvimento cerebral comprometido, com impacto direto na capacidade cognitiva, ou seja, na maneira como o cérebro percebe, aprende, pensa e recorda as informações captadas pelos cinco sentidos. Assim, é comum que usuários da droga apresentem dificuldades de aprendizado, raciocínio, memória, concentração e solução de problemas, o que afeta o progresso acadêmico, o comportamento e a frequência escolar. “Eles tendem a ter histórias de prejuízo no desempenho educacional, possuem menor probabilidade de ter um emprego formal na vida adulta e maiores índices de envolvimento criminal do que usuários de cocaína em pó”, afirma Felix Kessler, psiquiatra da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS).

Usuários crônicos que estão em fase de desenvolvimento ainda podem apresentar distúrbios de conduta, transtornos afetivos e alimentares, além de transtornos ansiosos como fobia social e quadros de estresse. Sintomas do Transtorno de Deficit de Atenção/Hiperatividade (TDAH) são frequentes em usuários de substâncias psicoativas, como o crack, assim como problemas de autonomia e habilidade para estabelecer relações interpessoais.

Por não terem meios próprios para conseguir dinheiro, crianças e adolescentes também estão mais suscetíveis a adotarem atitudes de risco para comprar a droga, sendo submetidos à exploração sexual comercial, em relações desprotegidas. (Fonte: Portal Brasil)

5 jan por João Ricardo Correia

FOGO NA ZONA SUL DE NATAL

A tarde deste sábado, 5 de janeiro, começou quente na área do Parque da Cidade, zona Sul de Natal. Há mais de duas horas, uma extensa área está sendo alvo de uma queimada, que ainda não se sabe a causa do início. A fumaça se espalha pela comunidade, prejudicando centenas de moradores e colocando em risco os motoristas. FOGO1 FOGO2 FOGO3 FOGO4
4 jan por João Ricardo Correia

EXPERIMENTAL

Este portal entrou no ar hoje, no www.companhiadanoticia.com.br. Ainda em caráter experimental, mas já com informações sendo atualizadas, estará finalizado em, no máximo, dez dias. Enquanto isso, você, caro(a) internauta, pode continuar acessando e, se possível, comentando o que tem achado.
30 dez por João Ricardo Correia

FELIZ 2013!!!

Este portal está em fase de implantação - inclusive o lay-out - há cerca de dez dias e entrará no ar até o final da primeira quinzena de 2013. As postagens feitas até agora dão o tom de como nos comportaremos, informando com personalidade e ética. Obrigado aos internautas que, mesmo sabendo da fase de testes do COMPANHIA DA NOTÍCIA, têm interagido. Desejamos um Ano Novo maravilhoso a todos, repleto de realizações, saúde, paz e boas notícias. COMPANHIA DA NOTÍCIA      
21 dez por João Ricardo Correia

PRIMEIRA VEREADORA REELEITA DE NATAL QUER AMPLIAR ATUAÇÃO

[caption id="attachment_141" align="alignnone" width="300"] Foto: Elpídio Júnior/Divulgação[/caption] Eleita vereadora de Natal em 2008, aos 26 anos, a publicitária Júlia Arruda se tornou, em 2012, a primeira mulher a ser reconduzida à Câmara Municipal da história da capital potiguar. O feito histórico, contudo, faz com que a jovem parlamentar reafirme mais o desejo de seguir na vida pública e alçar voos cada vez maiores. Entre seus planos para os próximos anos, está o desejo de continuar e ampliar as ações iniciadas durante o primeiro mandato, tais como as atividades das Frentes Parlamentares em Defesa da Criança e do Adolescente e da Pessoa com Deficiência, a qual criou, e nas quais exerce a função de presidente. “Em quatro anos de trabalho, avançamos muito nestas duas áreas. Criamos projetos de leis, debatemos temas relevantes e ajudamos a trazer melhorias para estes dois segmentos importantes da sociedade. Mas, sabemos também que esse trabalho só será consolidado se continuarmos dando a mesma atenção à temática”, explica. Além disso, Júlia destaca a vontade de por em prática novos projetos em diversas áreas, tais como saúde, educação, turismo e cultura. “Ao longo da campanha, percorri a cidade e conversei com a população acerca dos principais desafios de cada região. Esse diálogo foi importante, pois me deu a real dimensão das carências da nossa cidade: precisamos de mais escolas, mais unidades de saúde, mais atenção ao turismo e, de uma forma geral, mais planejamento para desenvolver cada uma das áreas da administração municipal”. Membro atuante da oposição à gestão da ex-prefeita Micarla de Sousa, Júlia Arruda se vê, agora, em posição oposta: será membro da bancada de apoio do prefeito Carlos Eduardo Alves. A mudança pode parecer drástica, mas ela garante que, na prática, seu comportamento permanecerá o mesmo. “Sempre cumpri a missão de fiscalizar as ações do Executivo e posso garantir que isso não vai mudar. Minha postura como vereadora é a de reivindicar o que é melhor para a cidade e para a população, e vou continuar fazendo isso. E como membro de situação, vou continuar votando a favor de projetos de qualidade, que beneficiem a todos”.
21 dez por João Ricardo Correia

SEGURANÇA: GOVERNO FEDERAL FORTALECE POLÍCIA DE PROXIMIDADE

Para intervir nas áreas de maior consumo e concentração de crack, o Governo Federal irá fomentar a integração com os estados no sentido de fortalecer a polícia de proximidade, garantindo as condições de segurança e incrementando a qualidade de vida da região. Os operadores de segurança pública buscarão estabelecer laços de confiança com a comunidade e estimular a mobilização social em torno da resolução dos problemas de criminalidade e violência que afligem a localidade. A polícia permanecerá nas cenas de uso por meio de bases móveis, interagindo com a comunidade e ajudando a manter os espaços urbanos seguros.
A estratégia de apoiar a revitalização dos espaços urbanos, associada à implantação de câmeras fixas e bases de videomonitoramento, tem como foco a prevenção da violência, proporcionando a participação social e a apropriação do espaço público pela comunidade. A efetivação de espaços urbanos seguros poderá contribuir com o sentimento de pertencimento e com o protagonismo dos moradores da região, assegurar o direito de ir e vir e favorecer o acesso da comunidade às políticas públicas de segurança. A polícia de proximidade busca instaurar novas formas de interação e parceria entre as instituições policiais e a sociedade, privilegiando o atendimento preventivo. Para tanto, os policiais são orientados a estreitar laços com a comunidade em que atuam, conhecendo os moradores e os seus problemas que possam gerar crimes e desordens. Lógica tal que, por princípio, deve caracterizar e conferir identidade à polícia, ou seja, garantir a segurança por meio da mútua-interação com a comunidade, que a auxilia e legitima. Em grande medida, a polícia de proximidade inverte a lógica de priorizar os atendimentos emergenciais e se esforça em resolver os problemas específicos da região de forma preventiva, é o que se denomina de estratégia de policiamento orientado para o problema. No caso das cenas de consumo de crack, o foco da polícia de proximidade é atuar de maneira ostensiva, buscando estabelecer relações de confiança com as comunidades locais e priorizando soluções que propiciem o atendimento das redes de atenção e cuidado aos usuários de crack. Para os policiais orientados pela filosofia da polícia de proximidade, a questão é de saúde pública, e a alternativa deve ser, em primeiro lugar, o atendimento médico e psicossocial. Nas cenas de uso, os policiais ficarão em bases comunitárias móveis, o que lhes conferirá a mobilidade necessária para os atendimentos preventivos. Além disso, contarão com câmeras de videomonitoramento para auxiliá-los no controle e no planejamento de suas ações. (Fonte: www.brasil.gov.br)  
× Fale no ZAP