6 fev por João Ricardo Correia Tags:, , ,

Servidora denuncia: repouso dos técnicos de enfermagem fica vizinho à sala de expurgo do Hospital Ruy Pereira

Funcionária do Hospital Ruy Pereira, em Natal(RN), gravou vídeo denunciando que técnicos de enfermagem estão tendo como “setor de repouso” um local improvisado, na UTI, que tem como vizinha uma sala de expurgo (ambiente destinado à limpeza, desinfecção e guarda dos materiais e roupas utilizadas na assistência ao paciente e também poderá ser utilizado para a guarda temporária de resíduos). A gravação, feita nesta terça-feira, 5 de fevereiro de 2019, foi obtida, com exclusividade, pelo Companhia da Notícia.

https://www.youtube.com/watch?v=LO32rVjYh_E

27 jul por João Ricardo Correia Tags:, , , ,

Justiça manda Estado garantir internação de idoso em UTI

O juiz Geraldo Antônio da Mota, em substituição legal na 4ª Vara da Fazenda Pública de Natal, determinou que o Estado do Rio Grande do Norte adote as medidas necessárias para internação imediata de um idoso em Unidade de Terapia Intensiva na rede hospitalar pública, ou em rede hospitalar privada, caso não haja vaga nas unidades públicas, arcando com todos os custos necessários com a internação e tratamento médico do paciente. Para o cumprimento imediato da decisão, o magistrado determinou a intimação pessoal do Secretário de Saúde do Estado, sob pena de aplicação de multa diária no valor de R$ 2 mil. O idoso foi representado por seu filho e assistido pela Defensoria Pública do Estado do Rio Grande do Norte, através do Núcleo de Demandas de Saúde, que afirmou que ele é portador de Endocardite Infecciosa Subaguda e Insuficiência Cardíaca, com diagnóstico firmado em 29 de março de 2018. Na ação judicial com pedido de liminar ajuizada contra o Estado do RN, o autor alegou ser idoso e usuário do Sistema Único de Saúde, encontrando-se internado no Hospital da Polícia, necessitando com urgência de um leito de UTI. Disse que foi submetido aos exames de ECOTE + CATE, de forma a constatar que se faz necessário trocar a Valvar Aórtica do paciente, tratamento adequado indicado pelo seu médico especialista. ==> LEIA MATÉRIA COMPLETA: http://www.tjrn.jus.br/index.php/comunicacao/noticias/14106-estado-deve-garantir-internacao-de-idoso-com-doenca-cardiaca-em-uti Fonte: Portal do TJRN
16 nov por João Ricardo Correia Tags:, , , ,

UTI do Hospital Estadual Ruy Pereira sob ameaça de fechamento

hospitalruypereiradossantos1 O "fantasma fecha UTI" está rondando o Hospital Estadual Dr. Ruy Pereira dos Santos, em Natal. Segundo informações extraoficiais chegadas à redação do Portal Companhia da Notícia, não há médicos suficientes para completar a escala de plantão, a exemplo do que aconteceu no Hospital Maria Alice Fernandes, no conjunto Parque dos Coqueiros, que teve sua UTI infantil fechada recentemente pelo mesmo motivo. Servidores planejam ir às ruas, nesta quinta-feira, protestar contra o possível fechamento da UTI e pretendem, ainda, denunciar as precariedades na UTI, como condicionador de ar há mais de três meses.  
2 set por João Ricardo Correia Tags:, , , ,

Hospital Ruy Pereira sem vigilante, sem recepcionista, sem plantão para manutenção e apenas um médico

HOSPITALRUYPEREIRADOSSANTOS1 João Ricardo Correia Mais uma noite de medo, hoje, 2 de setembro, no Hospital Estadual Dr. Ruy Pereira dos Santos, em Natal. Hoje, não há vigilante, nem recepcionista. E para agravar o quadro, também não tem ninguém no plantão da manutenção, ou seja: se acontecer, por exemplo, uma pane elétrica, não há a quem recorrer. E para reforçar a deficiência da saúde pública no Rio Grande do Norte, a referida unidade está apenas com um médico de plantão desde às 19 horas, para atender todos os pacientes, inclusive os da Unidade de Terapia Intensiva (UTI).
30 ago por João Ricardo Correia Tags:, , , , , , ,

Estado vai indenizar família de paciente que morreu por falta de UTI no Santa Catarina

JUSTICA3A juíza Lydiane Maria Lucena Maia, da 2ª Vara da Fazenda Pública de Natal, condenou o Estado do Rio Grande do Norte ao pagamento de indenização a título de danos morais, no valor de R$ 20 mil a mulher de um paciente que faleceu aos 59 anos de idade em razão de negligência do ente público quando este deixou de fornecer atendimento de urgência em UTI hospitalar. Na mesma sentença, a magistrada determinou que o Estado também pague R$ 10 mil a cada um dos quatro filhos do falecido. Todos os valores devem ser corrigidos monetariamente e acrescidos de juros de mora. Os representantes da família da vítima afirmaram nos autos processuais que o paciente faleceu em decorrência da negligência do Estado do Rio Grande do Norte, que não providenciou a transferência dele para um leito de Unidade de Terapia Intensiva.
28 jul por João Ricardo Correia Tags:, , , , ,

O “governador da segurança” volta de Caicó para “reunião da incompetência”

[caption id="attachment_49026" align="aligncenter" width="1069"]ROBINSONELULA Na campanha eleitoral, Robinson Faria foi a Brasília oficializar o apoio do ex-presidente Lula[/caption] João Ricardo Correia Dois e-mails enviados hoje pelo Governo do Estado do Rio Grande do Norte sinalizam que o planejamento na área da saúde é inexistente, incompetente e coloca em risco muitas vidas, inclusive de crianças. É como se houvesse um grupo de canalhas ávidos pelo sofrimento dos mais pobres, daqueles que necessitam dos serviços públicos. Há tempos, desde antes de Robinson Faria ser vice-governador de Rosalba Ciarlini, que os serviços públicos estão de ladeira abaixo. Não há desculpa para espantos, nem justificativas vazias para tentar minimizar o sofrimento imposto ao povo. Um dos e-mails diz que o governador do RN cancelou a agenda administrativa da manhã de sexta (29), em Caicó, para retornar a Natal. “O chefe do Executivo convocou uma reunião de emergência com as secretarias de Saúde e de Planejamento e Finanças, o Ministério Público e representantes da sociedade civil para tratar do funcionamento do Hospital Maria Alice Fernandes, cuja UTI está temporariamente fechada. O objetivo do governador é retomar os serviços do hospital com a maior brevidade possível.” Como é que é?! Reunião de emergência?! Que absurdo. Reunião da incompetência, isso sim! O problema é que os governantes e suas dezenas de assessores deixam o caos se instalar – afinal de contas pimenta nos olhos dos outros é refresco -, deixam pacientes no chão, fecham UTIs, para que reuniões sejam convocadas, entrevistas sejam concedidas. Só faltam pendurar melancias nos pescoços. Quase se autodenominam "salvadores da pátria".
14 jul por João Ricardo Correia Tags:, , , ,

Leito de UTI do Hospital Ruy Pereira está fechado por falta de equipamento

[caption id="attachment_48658" align="aligncenter" width="749"]RESPIRADOR_RUYPEREIRA EXCLUSIVO: fotografia obtida pelo Portal Companhia da Notícia mostra leito desocupado, no Hospital Estadual Ruy Pereira, em Natal, por falta de equipamento (Foto: cedida)[/caption] João Ricardo Correia O leito 10 da Unidade de Terapia Intensiva do Hospital Estadual Dr. Ruy Pereira dos Santos está desocupado desde a manhã desta quinta-feira, 14, em Natal. Mas não é por ausência de paciente. O motivo é a falta do equipamento conhecido como respirador, utilizado nos pacientes em ventilação mecânica. Segundo informações de servidores da unidade hospitalar, a direção do Hospital foi comunicada, mas até por volta das 22 horas, a vaga continuava aberta por deficiência na gestão. "Isso é um absurdo. Sabemos da triste situação da saúde pública. Nos leitos dos andares superiores do próprio Hospital Ruy Pereira há pacientes precisando de uma UTI, mas nada podemos fazer", lamentou uma funcionária.
9 mar por João Ricardo Correia Tags:, , , , ,

Mesmo internado, Naná Vasconcelos produziu e deixa composições inéditas

NANAVASCONCELOS1 Mesmo em seus últimos dias de vida no hospital, o percussionista Naná Vasconcelos não parou de trabalhar. Ele faleceu hoje (9) de manhã deixando várias composições para um novo álbum que planejava lançar neste ano. A revelação é da esposa do músico pernambucano, Patrícia Vasconcelos. “A gente está muito sofrido. Naná queria muito fazer mais. Ele quis deixar esse disco já pronto. Foi quase”, lamentou. Segundo Patrícia – que também trabalhava como produtora de Naná -, o álbum está mais profundo e reflexivo, envolvendo mantras e cânticos budistas. Ela conta que o novo disco já tinha inclusive título: Budista afrobudista. “Fizeram uma matéria na Argentina com o título El budista afro de la percusión (O budista afro da percussão, em tradução livre). Ele achou tão bonito e disse: 'Patrícia, vou fazer uma música disso'”, recorda. A reportagem foi publicada em junho do ano passado no jornal La Nación, antes da descoberta do câncer de pulmão, em agosto. Outra faixa que o artista compôs no hospital e chegou a gravar em um gravador se chama Amém amém. “Na roupa que ele usou no carnaval tinha essa frase em hebraico”, conta Patrícia que também comentou a última apresentação carnavalesca de Naná no Recife: “Ele fez tudo muito intenso, com amor. Todo mundo achou que ele não teria energia para fazer o carnaval, e ele conseguiu”. O percussionista pernambucano abriu a folia, na capital, comandando centenas de batuqueiros – como já fazia há 15 anos. De acordo com Patrícia, dois maestros – Gil Jardim e Egberto Gismonti – foram até o hospital para compor arranjos e colher ideias de Naná para músicas do novo álbum. “Em todos os momentos Naná suspirou vida. Estava dando um suplemento para ele. Ele usou o pote e a cama para batucar o jeito que queria o arranjo percussivo”, contou ela. Naná estava internado desde o dia 29 de fevereiro. No dia anterior, se apresentou em Salvador, já fraco. “Ele tocou sentado, foi muito emocionante”, lembra Patrícia. De acordo com a esposa, já no aeroporto o músico se locomoveu com a ajuda de uma cadeira de rodas e dormiu pela última vez em casa, antes de ser levado ao hospital. Com a piora do quadro de saúde, Naná Vasconcelos deu entrada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) no dia 5 de março. Data em que fez 17 anos de casado com Patrícia Vasconcelos. Ontem (8) o percussionista saiu da UTI, mas por escolha. “Nós pedimos para dar um tratamento mais humanitário a ele, em um quarto, mas com os cuidados de uma UTI. Durante todo o tempo ele acompanhou tudo, decidiu. Não achava justo terminar os dias em uma UTI”, explica a companheira. O velório de Naná Vasconcelos acontece na Assembleia Legislativa de Pernambuco, no bairro de Boa Vista, desde às 14h. O enterro será amanhã (10), no Cemitério de Santo Amaro, também no Recife. Luto estadual O governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), decretou luto de três dias pela morte do músico. Em nota, o governador lembrou a importância do percussionista. “Pernambuco acordou triste. O silêncio causado pelo desaparecimento de Naná Vasconcelos em nada combina com a força da sua música, dos ritmos brasileiros que ele, como poucos, conseguiu levar a todos os continentes. Naná era um gênio, um autodidata que, com sua percussão inventiva e contagiante, conquistou as ruas, os teatros, as academias. Meus sentimentos e a minha solidariedade para com os seus familiares”.   Fonte: Agência Brasil
8 mar por João Ricardo Correia Tags:, , , , ,

Rio Grande do Norte tem déficit de 100 leitos de UTI neonatal

CRIANCANOCRODOSANTACATARINA1A Após publicação de matéria exclusiva sobre a falta de vagas na UTI neonatal do Hospital Santa Catarina (VEJA LINK ABAIXO), na zona Norte de Natal, da Assessoria de Comunicação da Secretaria de Estado da Saúde Pública do Rio Grande do Norte, o Portal Companhia da Notícia recebeu a seguinte informação, nessa segunda-feira: Entramos em contato com a direção do Hospital Santa Catarina que nos informou que o RN possui um déficit de 100 leitos de UTI Neonatal. A situação de bebês aguardando por vagas no Centro de Recuperação de Operados (CRO) acontece também em outros hospitais, como a maternidade Januário Cicco. No Santa Catarina, acontece com menor frequência. De acordo com a direção, dos cinco bebês que aguardam UTI, 2 são casos cirúrgicos e estão sendo encaminhados para o Hospital Maria Alice. Os outros três aguardam a transferência para os leitos Neonatal dentro da própria unidade. A direção acredita que consegue solucionar a questão até o fim do dia de hoje. Confira a matéria: https://www.companhiadanoticia.com.br/exclusivo-bebes-correm-risco-por-falta-de-vaga-na-uti-neo-natal/   Foto: Cedida  
6 mar por João Ricardo Correia Tags:, , , ,

EXCLUSIVO: bebês correm risco por falta de vaga na UTI neonatal

CRIANCANOCRODOSANTACATARINA1 Crianças recém-nascidas, por falta de de vaga na UTI neonatal, estão sendo colocadas no Centro de Recuperação de Operados, no Hospital Dr. José Pedro Bezerra, conhecido popularmente como Hospital Santa Catarina, na zona Norte de Natal. Revoltados com a situação, que não seria a primeira vez que está acontecendo, servidores e acompanhantes enviaram fotos de alguns bebês à redação do Portal Companhia da Notícia. Alguns funcionários da unidade médica dizem que as crianças correm risco porque não estão recebendo o atendimento específico e lamentam a situação. As imagens recebidas por este Portal já foram enviadas, pelo Whatsapp, ao assessor de Comunicação da Secretaria de Estado da Saúde Pública, com o questionamento do que será feito para resolver o problema. CRIANCANOCRODOSANTACATARINA2 Enquanto isso, não falta dinheiro no Rio Grande do Norte para bancar a mordomia de um bando de vagabundos, como funcionários "fantasmas" da Assembleia Legislativa. E ainda tem quem defenda esses marginais que ganham dinheiro sem trabalhar. E a culpa desse descaso com a saúde pública do RN não é apenas do governador Robinson Faria, mas de todos os seus antecessores, como Rosalba Ciarlini, Wilma de Faria, Iberê Ferreira de Souza, Garibaldi Filho, Fernando Freire, Geraldo Melo, José Agripino Maia e por aí vai. Nunca a saúde pública foi prioridade no RN. Se fosse, para citar apenas um exemplo, não faltariam vagas de UTI neonatal.  
31 jan por João Ricardo Correia Tags:, , , ,

Faltam frascos para alimentar pacientes da UTI do Hospital Ruy Pereira

HOSPITALRUYPEREIRADOSSANTOS1 Fontes deste colunista informaram, há cerca de duas horas, que neste domingo 31 de janeiro de 2016, estão faltando frascos para dieta via enteral, na Unidade de Terapia Intensiva do Hospital Estadual Dr. Ruy Pereira dos Santos, em Natal. Com isso, segundo as mesmas fontes, fica comprometida a alimentação de alguns doentes da UTI. Sim, de alguns, porque uma parte deles tem os fracos disponibilizados por familiares, mas outra não tem condição de comprá-los, mesmo a unidade custando cerca de dois reais. Na manhã de hoje, uma nutricionista teria dito a técnicas de enfermagem que elas deveriam oferecer a dieta por meio de seringas o que, de acordo com médicos ouvidos informalmente por este informativo, poderia provocar diarreia nos pacientes, uma vez que a dieta vinha sendo administrada por meio de uma sonda, neste caso, procedimento mais adequado. Não foi possível contato com a Assessoria de Comunicação do Governo do Estado, nesta manhã.    
4 nov por João Ricardo Correia Tags:, , , , ,

Jornalista Marcos Pedroza morre na UTI do Hospital Ruy Pereira

MARCOSPEDROZA1 O jornalista Marcos Lira Pedroza, 58 anos, morreu nesta manhã, na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Geral Dr. Ruy Pereira, em Natal, vítima de insuficiência renal crônica. Em sua página do Facebook, amigos vinham pedindo orações para ele, nos últimos dias, e informavam que eel havia tido um acidente vascular cerebral (AVC). Dia 14 de março passado, Marcos Pedroza fez aniversário e postou: "Aqui e agora agradeço ao carinho e atenção de todos os amigos que enviaram mensagem de parabéns pelo meu aniversário hoje 14 de março. É muito gostoso ser lembrado e querido. Obrigado a todos".
9 maio por João Ricardo Correia Tags:, , , , ,

Ladrão invade UTI, lancha na cozinha e foge roubando celular de médico

HOSPITALRUYPEREIRADOSSANTOS1 Madrugada de medo, tensão, pessoas assustadas, celular roubado, um ladrão à solta, Polícia Militar acionada. O cenário onde aconteceu tudo isso foi o Hospital Estadual Dr. Ruy Pereira dos Santos, em Natal, capital do Rio Grande do Norte. Na madrugada deste sábado, 9 de maio, por volta das 4 horas, um bandido foi visto nas dependências da unidade e saiu de lá após ser descoberto por funcionários, roubando o celular de um médico plantonista, identificado apenas como Flávio. Fontes deste Portal Companhia da Notícia, que preferem manter o anonimato temendo represálias não somente do bandido como também da direção do Hospital, relataram que uma técnica de enfermagem deparou-se com o marginal na Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Ao perceber a presença da servidora, o bandido escapou. Mas já havia passado pela cozinha, onde lanchou e foi embora depois começar uma espécie de "caçada" feita pelos próprios funcionários, após um servidor ter flagrado a "hora do rango". Os dois vigilantes que estavam de serviço só chegaram aos "andares de cima" bem depois. E, pelo jeito, também não viram o momento da entrada do marginal. O desconhecido, que usava um casaco, tentou roubar também a carteira com documentos e dinheiro do médico Flávio, mas terminou deixando o objeto cair durante a fuga. O boné do ladrão também ficou no Hospital. O roubo teria sido feito na UTI, onde os objetos pessoais da equipe médica e de enfermagem ficam sobre uma bancada durante os plantões. O caso foi amplamente discutido em um grupo do WhatsApp, composto por funcionários da saúde estadual. A Polícia Militar foi acionada, mas pouco tinha o que fazer. Servidores do Hospital Ruy Pereira afirmam que não é a primeira vez que acontecem episódios relacionados à insegurança, mas estão preocupados porque, segundo eles, o bandido conseguiu chegar à UTI e poderia ter provocado uma tragédia, caso tivesse tentado, por exemplo, operar alguns dos equipamentos ligados aos pacientes em estado grave. O governador Robinson Faria, logo que assumiu o cargo, em janeiro passado, fez "visita surpresa" a alguns hospitais. No Hospital Walfredo Gurgel, por exemplo, ele chegou a dizer que a situação era "pior do que pensava". No Hospital Ruy Pereira, o faminto "visitante" deste sábado chegou tão de surpresa que nem os vigilantes o "recepcionaram".
18 mar por João Ricardo Correia Tags:, , ,

ASSPMBM/RN repudia fechamento de UTI do Hospital da PM pelo Governo

A recente decisão do Estado de remanejar os médicos que atuam na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) do Hospital Central Coronel Pedro Germano, mais conhecido como Hospital da Polícia Militar, não foi bem recebida pelos militares estaduais. De acordo com o titular da Associação de Subtenentes e Sargentos Policiais e Bombeiros Militares do RN (ASSPMBM/RN), Eliabe Marques, a medida reflete-se no descaso total do Poder Executivo à classe. O Hospital, que há mais de um ano não conta com uma equipe efetiva de psicólogos e psiquiatras ficará também sem UTI ativa, por tempo ainda indeterminado. “É no mínimo contraditório para todos nós militares da PM aprovar a decisão do Governo, principalmente porque nos últimos meses foi anunciada a ampliação do quadro de funcionários do Hospital, por meio de novas convocações, com a função de desafogar outras unidades médicas do Estado”, comenta. Eliabe também afirma que a ASSPMBM/RN irá cobrar providências dos agentes e órgãos públicos responsáveis pela medida, bem como do Comando Geral da PM, para suprir a demanda de profissionais do Hospital da Polícia Militar, que também realiza atendimentos voltados aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS). “Nós repudiamos essa atitude do Governo, que demonstra, mas uma vez, a falta de comprometimento com que tem lidado com as nossas demandas”, completa.   (Fonte: LetraA Comunicação)
× Fale no ZAP