Tag: Mortos

17 fev por João Ricardo Correia Tags:, , ,

Número de mortos em Brumadinho sobre para 169

O Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais atualizou para 169 o número de mortes em decorrência do rompimento de uma barragem da mineradora Vale em Brumadinho. Mais cedo, a corporação informou que dois corpos foram retirados da lama de rejeitos nos últimos dois dias. Fragmentos de corpos também foram localizados pelas equipes nas últimas horas.

De acordo com boletim da Defesa Civil do estado divulgado hoje (17), todos os óbitos já foram identificados. A tragédia na mina Córrego do Feijão, nos arredores da capital Belo Horizonte, deixou ainda 141 pessoas desaparecidas – entre funcionários da mineradora, terceirizados que prestavam serviços à Vale e membros da comunidade.

As buscas seguem na cidade desde o rompimento da barragem da mineradora Vale, no dia 25 de janeiro. Os rejeitos invadiram áreas da Mina do Córrego do Feijão, onde a estrutura estava, e das proximidades, deixando um rastro de mortes e destruição.

Desde o início das buscas, foram localizadas 393 pessoas, das quais 224 da “lista da Vale” e 169 da comunidade. Não há mais hospitalizados, segundo o balanço atualizado pela Defesa Civil.

Por Paula Laboissière - Repórter da Agência Brasil / Brasília

8 fev por João Ricardo Correia Tags:, ,

Operação para combater guerra entre facções deixa 14 mortos no Rio

Uma ação de tropas de elite da Polícia Militar, do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) e do Batalhão de Choque resultou na morte de 14 pessoas em comunidades em Catumbi e em Santa Tereza. A operação, realizada hoje (8), ocorreu devido a uma guerra entre facções rivais que lutam pelo domínio do tráfico de droga, iniciada na quarta-feira (6), nas comunidades da Coroa, Fallet e Fogueteiro, no bairro do Catumbi, e do Morro dos Prazeres, em Santa Teresa.

Numa casa na Rua Eliseu Visconti, no morro da Fallet, estavam escondidos mais de dez pessoas. Policiais do Choque receberam uma informação passada pelo Disque-Denúncia de que o local era um esconderijo de homens ligados ao tráfico de drogas.

Os criminosos reagiram à voz de prisão e atiraram contra os militares. No confronto, 13 bandidos ficaram feridos e foram levados para o Hospital Municipal Souza Aguiar, na região central da cidade. 

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, 13 pessoas que estiveram em confrontos com a PM chegaram mortos ao hospital, sendo que um 14º morreu em seguida e mais dois estão sendo socorridos na unidade de saúde.

8 fev por João Ricardo Correia Tags:, ,

Incêndio no centro de treinamento do Flamengo deixa dez mortos

Um incêndio no centro de treinamento do Flamengo, na zona oeste da cidade do Rio de Janeiro, deixou dez mortos e três feridos na madrugada de hoje (8). O Corpo de Bombeiros ainda não tem informação sobre os nomes das vítimas.

Equipes dos bombeiros ainda trabalham no local, conhecido como Ninho do Urubu, que fica no bairro da Vargem Grande.

As chamas atingiram principalmente os alojamentos onde dormiam os jogadores de base do time.

Por Vitor Abdala - Repórter da Agência Brasil / Rio de Janeiro

6 fev por João Ricardo Correia Tags:, ,

Número de mortos em Brumadinho chega a 150 e 182 estão desaparecidos

O número de mortos após o rompimento de uma barragem de rejeitos da mineradora Vale em Brumadinho, Minas Gerais, subiu para 150, conforme balanço divulgado hoje (6) pela Defesa Civil do estado. Desse total, 134 vítimas foram identificadas e 16 permanecem sem identificação até o momento.

Ainda de acordo com a atualização, 182 pessoas continuam desaparecidas, sendo 55 funcionários da Vale e 127 terceirizados e membros da comunidade.

A tragédia deixou, ao todo, 103 desabrigados. Três pessoas permanecem hospitalizadas.

Por Paula Laboissière - Repórter da Agência Brasil / Brasília

4 fev por João Ricardo Correia Tags:,

Número de mortos na tragédia de Brumadinho sobe para 134

Foto: Corpo de Bombeiros de Minas Gerais

O Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais e a Defesa Civil do estado atualizaram para 134 o número de mortos, após o rompimento da Barragem 1 da Vale, em Brumadinho (MG). Desse total, 120 já tiveram as identidades confirmadas pelas autoridades. Além disso, 199 pessoas ainda permanecem desaparecidas. Ao todo, 394 foram localizadas.

Segundo o porta-voz da corporação, tenente Pedro Aihara, a previsão é de chuva para os próximos dias, mas as condições meteorológicas não deverão representar um obstáculo, uma vez que parte do efetivo ainda está trabalhando no que chamam de área quente – região mais afetada pelo fluxo de lama e onde há maior chance de vítimas serem encontradas.

Ainda de acordo com o tenente, devido ao deslocamento da lama, foi possível encontrar três corpos de vítimas perto do que as equipes acreditam ter sido o vestiário da mineradora Vale.

Durante a coletiva de imprensa, o tenente também informou que 15 máquinas deverão auxiliar nas buscas da força-tarefa estruturada no local.

Por Letycia Bond - Repórter da Agência Brasil / Brasília

30 jan por João Ricardo Correia Tags:, , , ,

Brumadinho: sobe para 99 o número de mortos e há 259 desaparecidos

Militares israelenses ajudam nos trabalhos de busca

A Defesa Civil de Minas Gerais atualizou, no final da tarde hoje (30), em 99 o número de vítimas do rompimento da barragem da mina Córrego do Feijão, da Vale, em Brumadinho, nos arredores de Belo Horizonte, identificadas pelo Instituto Médico Legal (IML). O último balanço da corporação registra 259 desaparecidos.

De acordo com a Polícia Civil, dos 99 mortos, 57 foram identificados. A orientação é que as famílias não compareçam ao IML e, sim, comuniquem-se via internet e redes sociais.

Segundo a Defesa Civil, cinco dias após o desastre causado pelo rompimento da barragem, ainda há regiões de Brumadinho que sofrem com a falta de energia.

O tenente-coronel Flávio Godinho, coordenador da Defesa Civil, disse que os trabalhos na região da mina do Córrego do Feijão começaram por volta das 4h da manhã.

A barragem B6, com água, segue monitorada 24 horas por dia, segundo o órgão, sem risco de rompimento. Um plano de contingência, entretanto, foi elaborado de forma preventiva.

Por Agência Brasil / Brasília
Foto: Israel Defense Forces

28 jan por João Ricardo Correia Tags:, ,

Sobe para 65 número de mortos em Brumadinho

O número de mortos após o rompimento de uma barragem da mineradora Vale em Brumadinho, nos arredores de Belo Horizonte (MG), subiu para 65, segundo informações divulgadas pela Defesa Civil de Minas Gerais. Dos 65 mortos, 31 foram identificados.

A Defesa Civil informou que há 279 pessoas desaparecidas e 386 foram localizadas, entre funcionários da Vale e moradores da região. Há ainda 135 desabrigados. Segundo a Defesa Civil, foram resgatadas com vida 192 pessoas.

Para o coordenador da Defesa Civil, tenente-coronel Flávio Godinho, o momento não é para doações. Ele negou a existência de contas bancárias para doações financeiras.

A previsão é que as operações de resgate durem semanas devido às dificuldades de locomoção e dos trabalhos em si. As ações começaram há três dias. As operações hoje (28) foram retomadas às 4h, quando as equipes de busca conseguiram recuperar dois corpos que estavam no segundo ônibus encontrado submerso na lama de rejeitos.

Equipes do Corpo de Bombeiros conseguiu localizar o imobiliário do refeitório, no local estavam alguns corpos. Os bombeiros tiveram dificuldades ao longo do dia por causa dos drones que estão na região. Esses equipamentos atrapalham o sobrevoo das aeronaves da corporação.

Por Agência Brasil / Brasília

28 jan por João Ricardo Correia Tags:, , , ,

Sobe para 60 número de mortos em tragédia de Brumadinho

O número de mortos após o rompimento de uma barragem da mineradora Vale em Brumadinho subiu para 60, segundo informações divulgadas há pouco pela Defesa Civil de Minas Gerais. De acordo com o porta-voz do órgão, tenente-coronel Flávio Godinho, 382 pessoas foram localizadas, e 191 foram resgatadas e 292 permanecem desaparecidas. Dos 60 mortos, 19 foram identificados até o momento. Há ainda 135 pessoas desabrigadas.

Durante coletiva de imprensa, o porta-voz do Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais, tenente Pedro Aihara, lembrou que o tipo de atuação realizada pelas equipes de busca e resgate é bastante delicada, já que envolve milhões de metros cúbicos de rejeito. A previsão, segundo ele, é que os homens permaneçam no local por semanas. As chances de encontrar sobreviventes, entretanto, são consideradas baixas.

“As chances são muito pequenas considerando o tipo de tragédia, que envolve lama”, disse, ao explicar que os rejeitos dificilmente permitem a formação de bolsões de ar. “É uma operação de guerra, que demanda esforços e compreensão de todas as partes”, concluiu.

Por Paula Laboissière – Repórter da Agência Brasil / Brasília

27 jan por João Ricardo Correia Tags:, , , , ,

Tragédia: número de mortos chega a 58 em Brumadinho

O Corpo de Bombeiros informou na noite deste domingo (27) que 58 pessoas morreram na tragédia de Brumadinho (MG), onde uma barragem de rejeitos de mineração da empresa Vale se rompeu na tarde de sexta-feira (25). Até o momento, 305 pessoas estão desaparecidas e 192 foram resgatadas com vida. Um ônibus foi encontrado nesta noite com corpos. Não se sabe o número de corpos, por isso as equipes de resgate continuarão os trabalhos durante a noite.

O coordenador da Defesa Civil de Minas, tenente-coronel Flávio Godinho, explicou que o número de desaparecidos aumentou, pois mais nomes foram incluídos na lista em relação a que foi divulgada pela manhã.

De acordo com o tenente Pedro Aihara, porta-voz dos bombeiros, as equipes elencaram 14 áreas prioritárias de busca, entre elas locais onde estão soterrados uma locomotiva, uma pousada, ônibus e o refeitório da mineradora Vale, onde a maioria dos funcionários estava na hora do rompimento da barragem.

Os bombeiros trabalham com a possibilidade de encontrar sobreviventes. Mas o porta-voz admite que alguns corpos poderão não ser localizados.

As equipes interromperam as buscas durante o dia de hoje, após alerta de que uma segunda barragem, neste caso de água, corria risco de rompimento por causa do aumento do nível. As sirenes foram acionadas de madrugada pela Vale e moradores orientados a deixar suas casas. No meio da tarde, a Defesa Civil descartou o risco e os bombeiros retomaram as buscas.

Por Agência Brasil / Brasília
Foto: Presidência da República

26 jan por João Ricardo Correia Tags:,

Sobe para 40 número de mortos em Brumadinho

O governo de Minas informou que subiu para 40 o número de mortos no rompimento da barragem de rejeitos da mineradora Vale no Córrego do Feijão, em Brumadinho (MG), sendo que oito já foram identificados. As buscas por sobreviventes foram suspensas às 20h de hoje (26) e serão retomadas às 4h deste domingo.

Até o momento, foram resgatadas 366 pessoas, sendo 221 funcionários da Vale e 145 terceirizados. Desse total, 23 estão hospitalizados.

As equipes do Corpo de Bombeiros incluem 205 integrantes, sendo 175 especializados no trabalho de resgate de vítimas de soterramento. O trabalho de monitoramento da barragem B6 continua.

Multa

A Secretaria Estadual de Meio Ambiente de Minas Gerais estipulou multa de R$ 99 milhões à empresa Vale, por responsabilidade dos danos causados pelo rompimento da barragem. Os recursos, segundo o governo mineiro, serão destinados aos reparos. O secretário de Meio Ambiente, Germano Vieira, informou que a empresa deverá ser notificada até segunda-feira (28) e, a partir daí, terá 20 dias para recorrer.

Luto

O governador Romeu Zema decretou luto oficial de três dias a contar da data do decreto que foi ontem (25). Zema voltou a agradecer o empenho de todos que colaboram neste momento de sofrimento, desde os bombeiros que vieram de outras cidades e estados, até as autoridades que foram a Brumadinho conferir de perto os estragos, prestar solidariedade e contribuir com medidas que ajudarão a resolver os problemas da região e dos atingidos. O governador destacou as presenças do presidente Jair Bolsonaro - que sobrevoou hoje a região -,do procurador-geral de Justiça de Minas Gerais, Antônio Sérgio Tonet; da procuradora-geral da República, Raquel Dodge; do ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles; do ministro da Defesa, Fernando Azevedo; do Secretário Nacional de Defesa Civil, Alexandre Lucas Alves.

Por Cristina Ìndio do Brasil - Repórter da Agência Brasil / Brasília

22 jan por João Ricardo Correia Tags:, ,

Suspeitos de ataques no CE são mortos em troca de tiros com PMs

Força Nacional continua reforçando segurança no Ceará

Policiais militares do Ceará mataram dois homens na cidade de Quixadá, distante 166 quilômetros da capital do estado, Fortaleza, na madrugada desta terça-feira (22). Segundo a Secretaria Estadual da Segurança Pública e Defesa Social, Marcos Juan Ferreira de Sousa e Wesley Miguel Fernandez Muniz são suspeitos de integrar um grupo criminoso e dispararam contra os policiais militares, que revidaram.

Ainda de acordo com a secretaria estadual, homens do Comando Tático Rural, da PM, foram ao local investigar uma denúncia anônima de que cinco suspeitos estavam reunidos em uma casa planejando ações criminosas, entre elas, assassinatos. Os militares não encontraram ninguém na residência indicada pelo denunciante, mas identificaram um acampamento no meio de um matagal próximo. Ao se aproximarem, os policiais foram recebidos a tiros.

Segundo a secretaria estadual, duas armas foram apreendidas com Sousa e Muniz, sendo uma delas de uso restrito. A pasta garante que os dois suspeitos também portavam munição de vários calibres e tinham antecedentes criminais por homicídio, tráfico de drogas e crimes contra a administração pública.

Durante a troca de tiros, mais três suspeitos conseguiram fugir. As investigações apontam que Sousa e Muniz participavam, junto com mais suspeitos, do planejamento e execução de assassinatos e de ações criminosas contra prédios públicos, veículos e propriedades privadas.

Por Alex Rodrigues - Repórter da Agência Brasil/  Brasília 

2 out por João Ricardo Correia Tags:, , ,

Terremoto na Indonésia: passa de 1.200 o número de mortos

As autoridades da Indonésia confirmaram hoje (2) que aumentou para 1.234 o número de mortos em conseqüência do terremoto de magnitude 7,5 e o posterior tsunami que atingiram a ilha de Celebes há três dias. Até ontem (1º) a Organização das Nações Unidas (ONU) havia estimado que 191 mil pessoas na região afetada precisam de ajuda urgente, incluindo 46 mil crianças e 14 mil idosos. Para o porta-voz da Agência Nacional de Gestão de Desastres (BNPB), Sutopo Purwo Nugroho, o número de mortos pode aumentar porque há "centenas de vítimas" soterradas em Petobo, uma área de Palu.
20 nov por João Ricardo Correia Tags:, , , , , ,

Polícias do RJ de prontidão e domingo promete ser um dia tenso na “Cidade de Deus”

[caption id="attachment_51774" align="aligncenter" width="611"]bope_apreensao_rj1 Parte do material apreendido pelo Bope, durante operação deste sábado, no Rio de Janeiro[/caption]   João Ricardo Correia O clima é de tensão no Rio de Janeiro e este domingo, 20, promete ser um dia de medo e apreensão na comunidade de Cidade de Deus e adjacências, na zona Oeste da capital fluminense. A situação ficou mais grave depois da queda de um helicóptero do Grupamento Aeromóvel (GAM), que apoiava uma operação contra traficantes, resultando na morte dos quatro policiais militares que estavam na aeronave. Todas as unidades policiais estão de prontidão. Áudios circularam neste sábado à noite, por algumas redes sociais, dando conta do terror que toma conta da "Cidade Maravilhosa". Fontes do Companhia da Notícia garantem que as gravações são autênticas. Confira as gravações: [audio mp3="https://www.companhiadanoticia.com.br/wp-content/uploads/2016/11/AUDIO_RJ01.mp3"][/audio] [audio mp3="https://www.companhiadanoticia.com.br/wp-content/uploads/2016/11/AUDIO_RJ02.mp3"][/audio] [audio mp3="https://www.companhiadanoticia.com.br/wp-content/uploads/2016/11/AUDIO_RJ03.mp3"][/audio] [audio mp3="https://www.companhiadanoticia.com.br/wp-content/uploads/2016/11/AUDIO_RJ04.mp3"][/audio] Durante a operação, na tarde de ontem, houve confrontos na região, o que ficou ainda mais intenso após a queda do helicóptero. Ainda não foi confirmada o que provocou a queda, se uma pane mecânica, falha humana ou tiros disparados pelos traficantes revoltados com a presença dos policiais. A Linha Amarela e a Avenida Ayrton Senna chegaram a ser fechadas, provocando engarrafamentos. Os PMs mortos são o major Rogério Costa (piloto), capitão Schort, subtenente Barbosa e sargento Félix. A Secretaria de Segurança informou que as causas da queda do helicóptero serão investigadas pelo Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa). Segundo "O Dia Online", os confrontos entre policiais e traficantes começaram por volta de 9h30, quando PMs em patrulhamento na região encontraram bandidos armados, dando início a uma perseguição seguida de troca de tiros. Alguns homens foram detidos e levados para a delegacia.
1 nov por João Ricardo Correia Tags:, , , ,

Celebrando a vida eterna

cemiterio2 Paiva Netto* Dois de novembro é dia de celebrar a vida. Respeitamos o gesto dos que vão reverenciar os mortos, em visita a túmulos de parentes e amigos. Porém, acreditamos que a destinação de nosso Espírito, depois de se despedir do corpo físico, é muito superior. Por isso, convidamos todos a lembrar-se dos entes queridos com a natural saudade de sua companhia, mas sem tristeza e enviando-lhes, acima de tudo, vibrações de Amor Fraterno e Paz, porquanto, para alegria nossa, permanecem vivos. Aos que porventura se encontram desesperados pela perda de um familiar ou pessoa amiga, vislumbrando até no suicídio o alívio para suas dores, aproveito o ensejo para esclarecer: O suicida mata-se à procura da paz, todavia, depara com o maior tormento, algo pior que o nada, que, por sua vez, não existe, pois a vida não cessa.
27 jul por João Ricardo Correia Tags:, , , , ,

Réus do processo da Boate Kiss vão a júri popular

BOATE_KISS Os quatro acusados de ser responsáveis pelo incêndio na Boate Kiss serão julgados pelo Tribunal do Júri. A decisão foi proferida hoje (27) pelo juiz Ulysses Fonseca Louzada, titular da 1ª Vara Criminal da Comarca de Santa Maria, cidade da região central do Rio Grande do Sul onde ocorreu o incêndio, em janeiro de 2013. Sete jurados vão decidir se Elissandro Callegaro Spohr, Mauro Londero Hoffmann, Marcelo de Jesus dos Santos e Luciano Augusto Bonilha Leão são culpados ou inocentes das acusações apontadas pelo Ministério Público Estadual (MPE-RS). Spor e Hoffmann eram sócios da boate, enquanto Santos e Leão integravam a banda que se apresentava na casa na noite do incêndio. Os quatro são acusados de homicídio duplamente qualificado, consumado contra as 242 vítimas, e tentado contra mais 636 pessoas que estavam na boate.
× Fale no ZAP