Tag: Coronel Araújo

14 fev por João Ricardo Correia Tags:, , ,

Prefeitura vai pagar diárias operacionais para efetivo da PM no município de Ielmo Marinho poder chegar a dez homens

O município de Ielmo Marinho, distante 55 quilômetros de Natal, capital do Rio Grande do Norte, tem apenas cinco policiais militares para garantir a segurança de uma população com cerca de 14 mil habitantes, segundo dados do IBGE. Para dobrar o efetivo, vai ser necessário a Prefeitura pagar diárias operacionais e colocar em prática Convênio firmado com a Secretaria da Segurança Pública e da Defesa Social. O acordo só valerá se for aprovado pela Câmara Municipal.

Abaixo, na íntegra, em itálico, texto enviado pela Assessoria de Comunicação do deputado estadual Hermano Morais, que acompanhou a assinatura do convênio.

Uma Audiência na Secretaria Estadual da Segurança e da Defesa Social (Sesed), agendada pelo deputado estadual Hermano Morais (MDB), gerou assinatura de convênio entre o órgão e a prefeitura de Ielmo Marinho, na pessoa do prefeito doutor Cássio, que esteve presente. Inicialmente o intuito foi de solicitar aumento de efetivo no distrito de Canto de Moças.

Diante da necessidade, foi levantado pelo secretário titular da pasta, Coronel Araújo, a possibilidade de inserção do município no convênio amparado na Lei Complementar 624/2018, a qual dá autonomia a gestão de pagar diárias operacionais a policiais civis e militares.

O prefeito doutor Cássio destacou que em Canto de Moças o posto policial está abandonado, o que dá margem à criminalidade. “Canto de Moças é um distrito de grande extensão e precisa desse apoio da Segurança”, enfatizou o deputado Hermano, que assinou o convênio como testemunha.

O comandante da área, Tenente Wenderson, falou que em Ielmo Marinho possui apenas cinco policiais, e que agora pode até dobrar efetivo. “A localidade vinha muito sofrida com vários assaltos. Esse convênio vai melhorar bastante a situação”, disse.

Para efetivamente colocar em funcionamento o convênio, o executivo municipal tem que enviar ao legislativo um Projeto de Lei, que deverá ser aprovado.

Foto: Divulgação

2 jan por João Ricardo Correia Tags:, , , ,

Araújo e Osmir: dobradinha escolhida por Fátima para agradar as polícias Militar e Civil

[caption id="attachment_55910" align="aligncenter" width="646"] Vice-governador Antenor Roberto, coronel Araújo e a governadora Fátima Bezerra[/caption] A governadora Fátima Bezerra, conhecedora dos profundos problemas que enfrentará, principalmente no tocante à Segurança Pública, procurou agradar policiais militares e civis, escolhendo um coronel e um delegado como secretário e secretário-adjunto da Pasta, respectivamente. Com vasta experiência e atuação na área, o coronel Francisco Canindé de Araújo Silva e o delegado Osmir de Oliveira Monte foram empossados, nesta quarta-feira (2). [caption id="attachment_55911" align="aligncenter" width="665"] Experiente delegado Osmir Monte é o secretário-adjunto da Segurança do RN[/caption] Aos 54 anos, Araújo faz parte do quadro da Reserva da Polícia Militar. Natural de São Bento do Trairi/RN, integrou a Operação de Manutenção de Paz das Nações Unidas em Moçambique – ONUMOZ no ano de 1994, participou do Planejamento e Execução das Atividades de Segurança dos Jogos da Copa da FIFA – 2014, foi comandante-geral da Polícia Militar e presidente do Conselho Nacional de Comandantes Gerais das Polícias Militares e Corpos de Bombeiros Militares do Brasil, para a Região Nordeste, de 2010 a 2014. Antes de assumir a titularidade da Sesed, exercia a chefia do Gabinete de Segurança Institucional da Assembleia Legislativa. Ele é graduado em Segurança Pública na Polícia Militar de Pernambuco; licenciado em Administração Superior e Graduado em Ciências Policiais nos Carabineiros do Chile; licenciado em Letras pela UFRN; pós-graduado em Ciência Política pela Universidade do Chile; especialista em Segurança Pública e Cidadania pela UERN; especialista em Analise Internacional pela UFRJ; e especialista em Gestão Pública pela Escola da Assembleia Legislativa. Também é possuidor do Curso de Infantaria no Exército Brasileiro – NPOR; do Curso de Observador Policial para Missões de Paz das Nações Unidas no Corpo Nacional de Polícia na Espanha; e do Curso Superior de Inteligência Estratégica na Escola Superior de Guerra. Secretário-adjunto Nomeado delegado da Polícia Civil do Rio Grande do Norte em 1985, Osmir de Oliveira foi titular, em Natal, das seguintes delegacias: 4ª, 6ª, 7ª, 8ª, 10ª, 11ª, 12ª e 13ª. Além disso, já exerceu exerceu os cargos de diretor da Diretoria de Polícia do interior, diretor de Polícia de Natal e Grande Natal, diretor de ensino da Academia de Polícia Civil e respondeu interinamente pela Delegacia Geral de Polícia Civil. Também teve atuação na Delegacia Especializada em Defesa do Patrimônio Público e da Delegacia de Furtos e Roubos, Tóxico e Menores em Mossoró. Osmir Monte é irmão do economista Roberto Monte, que ganhou notoriedade na década de 1990, como coordenador do Centro de Direitos Humanos e Memória Popular do Rio Grande do Norte. Com informações e fotos da Assecom RN
× Fale no ZAP