Tag: Artista

23 jan por João Ricardo Correia Tags:, , , , ,

Caio Junqueira morre no Rio uma semana após acidente

O ator Caio Junqueira morreu no início da manhã de hoje (23) depois de ficar uma semana internado no Hospital Municipal Miguel Couto, na zona sul da cidade do Rio de Janeiro. O artista sofreu um acidente automobilístico no dia 16 de janeiro, no Aterro do Flamengo, também na zona sul.

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, ele estava internado no centro de tratamento intensivo (CTI) e morreu vítima de complicações do acidente. O ator tinha passado por uma nova cirurgia na última segunda-feira (21).

Caio Junqueira tinha 42 anos e trabalhou em várias novelas e séries televisivas. Também interpretou o aspirante Neto, no filme Tropa de Elite, lançado em 2007.

Por Vitor Abdala - Repórter da Agencia Brasil / Rio de Janeiro

21 out por João Ricardo Correia Tags:, , , , , , ,

Senhoras e senhores, Lulu Santos traz a Natal o “ClubeLux”

lulusantos2_tiago-cadena João Ricardo Correia Natal recebe hoje mais um show de Lulu Santos. Intérprete, compositor, excelente guitarrista, é um dos maiores artistas brasileiros. Uma verdadeira fábrica de sucessos. Suas canções se encaixam em situações diversas, desde as românticas, como "Apenas mais uma de amor", "Certas coisas", passando pela "A Cura", composta quando ele soube que Cazuza estava com AIDS e cantou que "em todo porto tremulará a velha bandeira da vida". Ao interpretar "Como uma onda", composta por Nelson Motta e ele, Lulu Santos permite que várias gerações viagem, levantem os braços, se mexam lentamente, fechem os olhos e se deixem levar, por alguns instantes, num ritmo que parecer ter saído de um lugar ideal e entrado no coração da gente. É bom demais ouvi-lo declamar sonoramente que "nada do que foi será de novo do jeito que já foi um dia, tudo passa, tudo sempre passará. A vida vem em ondas como um mar, num indo e vindo infinito...". Lulu é "Um certo alguém", talvez o "Último romântico"; encantador, como uma "Sereia". Apesar de a vida nos apresentar tantos momentos acinzentados, esse carioca tão autêntico e talentoso veio ao mundo para deixar "Tudo azul", propondo em determinado momento uma viagem à Califórnia, para viver a vida "sobre as ondas" e ser "artista de cinema". Lulu Santos dá um "Aviso aos navegantes": sempre é possível sonhar. Venha, Lulu Santos, a "Casa" é sua. Nesses "Tempos modernos", é cada vez melhor saber que você já passou dos 60 anos com a alegria de um garoto ao ganhar sua primeira bicicleta, sua primeira guitarra. "Assim caminha a humanidade", em busca dos "Tesouros da juventude" enterrados nas "Areias escaldantes", mundo afora. O espetáculo será às 21 horas, no Teatro Riachuelo.  
29 fev por João Ricardo Correia Tags:, , , , , ,

Pintor espanhol exibe cores do cangaço em mostra na Pinacoteca

MANUEL-BLAS1_DIVULGACAO O artista visual espanhol Manuel Blas abre nesta quarta-feira (3)  às 19h na Pinacoteca do Estado (Praça 7 de setembro S/N, Cidade Alta) a mostra “Iconografia brasileira – Aproximações a Lampião e Maria Bonita". A obra do artista se enquadra dentro do que se denominou Nueva Figuración Española nos anos 1970. Segundo Blas, a corrente pictórica contém elementos líricos relacionados com o expressionismo alemão dos anos 1920 e 1930 ao que se incorpora uma concepção plana das imagens com tratamento frontal que lhe aporta característica do Pop-Art. “Na minha obra em particular, o resultado poderia denominar-se figuração abstrata ou abstração figurativa, se fosse possível definir assim”, resume o pintor. Na exposição, que estará aberta ao público até 2 de abril, são apresentadas 44 obras, três delas realizadas sobre tela e o resto sobre papel. Técnicas Por serem suportes diferentes, o artista trabalha diversas técnicas. A pintura sobre tela é acrílica, enquanto que nos trabalhos realizados em papel ele  incorpora procedimentos mistos. “Dependendo do que “me pede” cada obra no seu processo de elaboração, rasgo com “punzón”, mancho com nanquim, aporto energicamente “creta” ou pastel, ou risco gestualmente o papel com lápis ou grafite negro em um “diálogo plástico” entre o que está resultando e eu”, explica Blas. Cangaço A exposição apresenta elementos da cultura e da realidade física nordestina universais que Blas inclui no trabalho, como o caráter dos personagens representados e as características meio ambientais. MANUEL-BLAS2_DIVULGACAO “Esteticamente, o cangaço me sugere uma infinidade de formas, de cores, de aspectos, gestos e emoções. Lampião e Maria Bonita são nas suas circunstâncias como uma realidade impossível... uma utopia nordestina. Evidentemente, Espanha e o Nordeste brasileiro, em muitos aspectos, o cultural, por exemplo, são tão diferentes que parecem contraditórios, mas  aprendemos o ser humano como referência e a sua existência como fato fundamental, observando-se que possuem muitos elementos complementários”, finaliza o artista europeu.   “Iconografia brasileira - Aproximações a Lampião e Maria Bonita” (Exposição com obras do pintor Manuel Blas) Abertura: Quarta-feira (3/03) às 19h Local: Pinacoteca do Estado ( Praça 7 de Setembro S/N, Cidade Alta) Fonte: Assessoria de Comunicação FJA
13 maio por João Ricardo Correia Tags:, , , ,

Câmara derruba veto e mantém projeto que beneficia artistas locais

[caption id="attachment_34403" align="aligncenter" width="2048"]LUIZALMIRPLENARIO_ELPIDIOJUNIOR Vereador Luiz Almir defendeu manutenção do texto-base do projeto de sua autoria: "Com isso, quem venceu foi o artista popular"[/caption] Na sessão ordinária desta terça-feira (12), o Plenário da Câmara Municipal de Natal derrubou o veto integral do Executivo ao Projeto de Lei de autoria do vereador Luiz Almir (PV) que estabelece um cachê mínimo para os artistas locais referente a 10% do valor recebido pelos artistas de fora. A iniciativa tem o objetivo de valorizar os talentos da terra e ajudá-los a conquistar o cenário nacional. "Faltou sensibilidade para a prefeitura quando vetou esta matéria que foi elaborada com a preocupação de promover a nossa cultura. Mas, felizmente, os parlamentares desta Casa foram lúcidos e mantiveram o texto-base do projeto. Com isso, quem venceu foi o artista potiguar", disse Luiz Almir. Já a proposta do vereador Fernando Lucena (PT) que obriga a toda casa ou apartamento acima de 100 metros quadrados de área construída possuir reservatório para armazenar água da chuva. De acordo com o líder da bancada governista, vereador Raniere Barbosa (PDT), a Procuradoria Geral do Município justificou o veto com o argumento de que a lei deveria ser oriunda de um projeto complementar e não de matéria ordinária.   Fonte: Assessoria de Comunicação da CMN / Foto: Elpídio Júnior
× Fale no ZAP