Categoria: Últimas Notícias

6 maio por Henrique Goes Tags:, , ,

ESTADO ADERE AO PROGRAMA FEDERAL DE COMBATE AO CRACK

o Governo do Estado, por meio da coordenadoria do Programa RN Vida, assina amanhã o Termo de Adesão ao Programa Federal “Crack, é possível vencer”. A solenidade de assinatura contará com a presença do Ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo e inclui a adesão das cidades de Natal, Mossoró e Parnamirim. O evento está marcado para às 15h30 e será realizado no auditório da Escola de GoveRNo, localizada no Centro Administrativo. [caption id="" align="aligncenter" width="480"] Imagem de internet[/caption]   "Crack, é possível vencer" O programa do Governo Federal tem a finalidade de prevenir o uso e promover a atenção integral ao usuário de crack, bem como enfrentar o tráfico de drogas. Tem por objetivo aumentar a oferta de serviços de tratamento e atenção aos usuários e seus familiares, reduzir a oferta de drogas ilícitas por meio do enfrentamento ao tráfico e promover ações de educação, informação e capacitação. O projeto reúne diversas ações que envolvem diretamente as políticas de saúde, assistência social e segurança pública e, de forma complementar, ações de educação e de garantia de direitos. As ações são organizadas em 3 trechos temáticos: Prevenção, Cuidado e Autoridade. O Governo Federal disponibiliza recursos financeiros a estados e municípios, que aderem ao programa assumindo contrapartidas e implementando os equipamentos de saúde, assistência social e segurança pública.   Com informações da Assecom Governo do Estado
6 maio por Henrique Goes Tags:, , ,

COMISSÃO DOS DIREITOS HUMANOS DEVE VOTAR ESTA QUARTA PROJETO DE ‘CURA’ DE GAYS

A expectativa em torno da votação de um projeto que autoriza o tratamento psicológico ou a terapia para alterar a orientação sexual de gays reacendeu as críticas à Comissão de Direitos Humanos e Minorias (CDHM) da Câmara dos Deputados. Desde que o deputado Pastor Marco Feliciano (PSC-SP) assumiu a coordenação dos trabalhos do grupo, manifestantes contrários à sua escolha para o cargo organizaram vários protestos e conseguiram cancelar algumas agendas de trabalho da comissão. Agora, a mesma comissão se prepara para decidir sobre um dos temas mais polêmicos envolvendo homossexuais. [caption id="" align="aligncenter" width="480"] Foto: Reprodução/Valor[/caption] A apreciação do Projeto de Decreto da Câmara (PDC) que trata da "cura gay" deve ocorrer na próxima reunião do grupo, marcada para quarta-feira (8). O texto suspende resolução do Conselho Federal de Psicologia (CFP) que proíbe os profissionais da área de participar de terapia para alterar a orientação sexual e de atribuir caráter patológico à homossexualidade. Há quase 30 anos a homossexualidade foi excluída da Classificação Internacional das Doenças (CID). Apesar de toda a polêmica, o relator da proposta, deputado Anderson Ferreira (PR-PE), que apresentou parecer favorável ao projeto, garantiu que não vai mudar sua posição sobre a matéria. “Só estou tentando ajustar o desajuste que ele [o CFP] tentou fazer por meio dessa resolução. Todo ser humano tem direito a procurar ajuda e tentar entender um conflito interno”, disse. Segundo o parlamentar, a homossexualidade está relacionada a uma questão comportamental. “Em nenhum momento, disse que pode ser tratado como uma doença, apenas cito que é algo comportamental e se é comportamental você pode querer uma ajuda. Por que o conselho impede ajuda para ele tentar entender o comportamento que está tendo naquele momento?”, acrescentou. “Em nenhum momento a resolução [do CFP] cria obstáculos ao exercício profissional, mas oferece indicadores e situa a prática profissional em contextos éticos e tecnicamente qualificados”, rebateu Clara Goldman, vice-presidente do Conselho Federal de Psicologia. Para ela, o projeto em tramitação na Câmara fere um marco na defesa dos direitos humanos. A livre orientação sexual é um dispositivo reconhecido internacionalmente como promotor da garantia de direitos. “A Opas [Organização Pan-Americana da Saúde] tem posições claras sobre as terapias de cura, chamadas de terapias de reversão, que não têm fundamento do ponto de vista científico e são eticamente inaceitáveis. Se estamos lutando por uma sociedade livre de ódio, violência, preconceito, como retroceder a um patamar que o mundo já reconheceu como equivocado, que é a patologização (transformação em doença) da homossexualidade?”, acrescentou. Depois da apreciação e votação na Comissão de Direitos Humanos, o PDC 234/2011 ainda será analisado na Comissão de Seguridade Social e Família e na Comissão de Constituição e Justiça. Para a deputada Érika Kokay (PT-DF), que acredita que existe uma posição clara e já definida pela aprovação do projeto na CDHM, a matéria não deve ser aprovada em outras comissões. “O que os obscurantistas da Câmara querem é [que a homossexualidade] seja considerada uma doença e possibilitar que o profissional possa discriminar. Essa posição da Comissão de Direitos Humanos, tenho certeza, não será referendada em outras comissões”, disse. “Nunca houve qualquer nível de cerceamento a qualquer psicólogo de atender uma pessoa em sofrimento”, acrescentou a parlamentar.   Fonte: Agência Brasil
5 maio por Henrique Goes Tags:, , ,

RELATÓRIO DA COMISSÃO DA VERDADE VAI SER USADO PARA RESPONSABILIZAR CRIMINOSOS DA DITADURA

O relatório final da Comissão Nacional da Verdade (CNV) servirá para indicar a autoria dos crimes da ditadura, ou seja, a fim de fazer a “futura investigação judicial para a responsabilização dos agentes do Estado” que atuaram durante a ditadura militar, disse hoje (29) o coordenador da CNV, Paulo Sérgio Pinheiro. A intenção, segundo ele, é “derrubar a impunidade que ainda prevalece” no país. [caption id="" align="aligncenter" width="469"] Imagem de internet[/caption] “Em todas as comissões da Verdade, e que não tem nunca papel judicial, as investigações servem de horizonte sempre para a responsabilização dos perpetradores das graves violações de direitos humanos. Por isso o trabalho da comissão precisa ser consistente, denso e cuidadoso para que, no horizonte da responsabilização desses criminosos, o que nós encontrarmos e produzirmos possa servir para essa responsabilização”, declarou Pinheiro, em entrevista à imprensa. A previsão inicial é o relatório final (que será divulgado por meio de um livro, em versão acessível e também multimídia) ser entregue no dia 16 de maio de 2014, mas a data poderá ser alterada caso os trabalhos da comissão sejam prorrogados. “Depois do relatório, se fará verdade sobre os crimes da ditadura, e se estará mais perto do que nunca para que a impunidade dos mandantes e autores desses crimes não mais prevaleça”, completou. No próximo dia 13 de maio, em Brasília, a comissão vai divulgar, segundo o coordenador, um relatório parcial dos trabalhos, que Pinheiro chama de “balanço de prestação de contas”. No mesmo dia, a CNV deve divulgar um calendário de encontros que vão ocorrer com as sub-regionais do Pará, Recife, Rio de Janeiro, de São Paulo e Porto Alegre. E em setembro, os comitês regionais pretendem empreender uma marcha nacional até Brasília. Membros da comissão se reuniram hoje, em São Paulo, com representantes de vários comitês da Verdade, Memória e Justiça de todo o país. Os representantes dos comitês apresentaram aos integrantes da CNV uma série de demandas e reclamaram principalmente da “falta de transparência” dos trabalhos que estão sendo conduzidos pela comissão nacional. “Há falta de publicização da comissão, como por exemplo, a falta de audiências públicas televisionadas”, disse Ana de Miranda, do coletivo RJ Memória, Verdade e Justiça, do Rio de Janeiro. Segundo ela, outra demanda encaminhada à comissão é de que a participação da sociedade civil nos trabalhos seja maior. “A comissão já respondeu que vai estabelecer um canal permanente de diálogo. Vamos ver como isso vai ser”, disse ela. Para atender essa demanda, a CNV quer implantar um mecanismo de coordenação e cooperação, permanente, que funcionaria em conjunto com as comissões estaduais e os comitês. “Esse é um requisito obrigatório para atingirmos nossos objetivos determinados em lei”, disse Pinheiro, durante o discurso de abertura da reunião. Segundo ele, uma das decisões tomadas pela CNV visa a colaboração dos comitês estaduais nas audiências externas, ouvindo os "perpetradores de violações de direitos humanos". A outra, é mais transparência às audiências públicas. “Decidimos dar prioridade absoluta às audiências públicas com a presença de vítimas e parentes, inclusive com transmissão simultânea por televisão e internet para assegurar a mais ampla transparência e publicidade”, declarou. Os comitês estaduais se reuniram nesse fim de semana na cidade de Cajamar, na Grande São Paulo. Eles elaboraram uma lista de demandas que foi apresentada aos membros da CNV. Além de mais transparência, os representantes dos comitês também pediram um foco maior dos trabalhos da comissão na questão envolvendo os desaparecidos políticos, aprofundação das investigações nos locais onde ocorreram torturas e da continuação dos trabalhos da busca e identificação das ossadas no Cemitério de Perus, em São Paulo.   Fonte: Agência Brasil
4 maio por Henrique Goes Tags:, ,

PROFISSIONAIS DO HOSPITAL SANTA CATARINA PROMOVEM CAMINHADA NESTE DOMINGO

O Hospital Doutor José Pedro Bezerra,  o Santa Catarina) realiza neste domingo (05) a 2ª Caminhada “Viva com Saúde...Mexa-se- Abolindo o sedentarismo!”, que acontece às 6 da manhã. O objetivo da iniciativa é incentivar os servidores e a comunidade à prática esportiva e à busca pela qualidade de vida. O ponto de partida será no Shopping Estação com destino à Redinha Nova. Com informações da Assecom do Governo do RN
4 maio por Henrique Goes Tags:, ,

UNESCO REVELA QUE DE 10 HOMICÍDIOS CONTRA JORNALISTA POR CAUSA DO TRABALHO APENAS UM É JULGADO E TEM O AUTOR PUNIDO

Em terra de rabo preso, caneta e bloco não mão pode ser sentença de morte. A Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) informou que, quase toda semana, registra a morte de mais de um jornalista em decorrência da atividade profissional. Além disso, em média, um entre dez crimes contra jornalistas é levado aos tribunais e punido. [caption id="" align="aligncenter" width="380"] Imagem de internet[/caption] Este ano, o principal evento que marca a data está programado para amanhã (4) na Costa Rica – uma conferência internacional que discute temas como a garantia da segurança de jornalistas e profissionais da mídia, o combate à impunidade de crimes contra a liberdade de imprensa, além da segurança online. No encontro devem ser examinadas as dificuldades e os obstáculos que impedem as investigações de ataques contra a liberdade de imprensa, os meios de superá-los e as melhores práticas na luta contra a impunidade. A estimativa da Unesco é que, durante a última década, mais de 600 jornalistas tenham sido assassinados em todo o mundo. Apenas no ano passado, o órgão condenou o assassinato de 121 profissionais da mídia. “Garantir a segurança dos jornalistas tornou-se uma prioridade, e a Unesco liderou a elaboração do Plano de Ação das Nações Unidas sobre a Segurança dos Jornalistas e a Questão da Impunidade”, destacou o órgão. O pacote de ações prevê que as agências da Organização das Nações Unidas (ONU) e seus parceiros trabalhem juntos para criar um ambiente de trabalho mais seguro para os jornalistas. A versão em português do plano está disponível no sitewww.segurancadejornalistas.org.   Com informações da Agência Brasil
4 maio por Henrique Goes Tags:, ,

MUTIRÃO DO CNJ APONTA QUE SISTEMA PENITENCIÁRIO POTIGUAR TEM DEMANDA REPRIMIDA DE 2,5 MIL VAGAS

Depois de um mês visitando unidades prisionais de duas das principais cidades do Rio Grande do Norte para avaliar as condições do sistema carcerário, os dois juízes responsáveis por coordenar o mutirão concluíram que o estado precisa construir, urgentemente, novas e adequadas unidades prisionais para solucionar o problema da superlotação. [caption id="" align="aligncenter" width="444"] Reprodução: Marcelo Barroso/Tribuna do Norte[/caption] No relatório que vão encaminhar ao Conselho Nacional de Justiça (CNJ), os juízes Esmar Custódio Filho e Renato Magalhães também deverão recomendar a contratação de mais agentes carcerários; o aumento da estrutura das defensorias públicas e a reforma das unidades prisionais já existentes, como forma de reforçar a segurança e de garantir as condições mínimas de salubridade aos presos, entre outras recomendações. Responsável por coordenar o grupo que inspecionou as unidades prisionais e os processos criminais existentes nas varas de Natal, Custódio Filho disse à Agência Brasil que há um déficit de 2,5 mil vagas para abrigar os atuais 6,5 mil detentos da capital e de Mossoró. Além de apontar a superlotação, Custódio Filho comentou que as instalações existentes são precárias, com toda a sorte de problemas estruturais. “Há unidades com até três vezes mais presos que a capacidade”, disse o juiz, citando o caso da Cadeia Pública de Natal. De acordo com ele, embora tenha capacidade para 174 presos, ela abriga cerca de 400 pessoas. “Essa situação é comum a todas as unidades prisionais do estado e desencadeia uma série de eventos, como as fugas. Nos últimos dois anos e meio, 425 presos fugiram [em todo o estado], um dado que demonstra a ineficiência da segurança. Não sabemos quantos foram recuperados, porque o sistema informatizado de controle de presos é falho, quase inexistente, e se já é difícil saber quem está preso, que dirá quem fugiu”. Durante os 30 dias que durou o mutirão, foram analisados 6.478 processos. Desses, 4.584 envolviam presos já condenados. Os outros 1.894 diziam respeito a acusados detidos em caráter provisório. A averiguação dos trâmites processuais resultou na concessão de 610 benefícios como extinção de pena, livramento condicional, relaxamento de flagrantes, revisão de prisões preventivas, indultos, entre outros. Todos os processos foram atualizados e aqueles em que não cabiam benefícios, seguirão o trâmite processual normal. Para Custódio Filho, a quantidade de benefícios concedidos não é “assustadora”, não sendo possível afirmar que a superlotação carcerária esteja associada à lentidão ou ineficiência da Justiça. “Há sim uma certa demora no julgamento dos presos provisórios, o que contribui para que os presos permaneçam por mais tempo nas unidades. Isso acontece por falta de juízes e de servidores. Mas a principal causa da superlotação é a falta de investimento do Poder Executivo no sistema penitenciário”. Um concurso público para a contratação de novos juízes está em andamento. Além disso, uma iniciativa do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte promete levar equipes de juízes e funcionários da Justiça às comarcas onde haja mais processos para serem julgados. Cerca de 45 unidades prisionais foram inspecionadas, entre penitenciárias, presídios, centros de Detenção Provisória (CDPs), cadeias públicas, unidades de regime semiaberto e delegacias de polícia. Sobre os CDPs, o juiz Renato Magalhães afirmou, durante entrevista coletiva concedida hoje em Natal, que os centros de detenção provisória existentes no estado não poderiam ser classificados desta forma, já que não passam de delegacias adaptadas para abrigar presos. Procurado pela reportagem, o governo do Rio Grande do Norte ainda não se manifestou sobre o relatório. O juiz Custódio Filho destacou que uma das situações mais preocupantes foi verificada na Penitenciária de Alcaçuz, a maior do estado. “Ela está em uma situação muito complicada. Tanto em relação à superpopulação, quanto às condições gerais em que os presos se encontram. O esgoto corre a céu aberto pelo pátio onde os preso fazem o banho de sol. Há ratos e lixo por toda a parte. As celas estão todas quebradas. Só nos últimos sete anos foram registradas ao menos 17 mortes extremamente violentas, inclusive com o uso de arma de fogo, algo incompreensível dentro de uma unidade prisional. Mais de uma vítima teve a cabeça decepada. Outro foi estripado e as vísceras espalhadas. Eu vi essas fotos. São cenas de horror inacreditáveis”, acrescentou o juiz, garantindo que, em dois desses casos, não houve qualquer investigação. “Não há nem um boletim de ocorrência”. Fonte: Agência Brasil
3 maio por João Ricardo Correia

IV COLÓQUIO DO ‘BRASIL MAIS SEGURO’ ACONTECERÁ EM NATAL A PARTIR DE SEGUNDA-FEIRA

O IV Colóquio do Programa Brasil Mais Seguro acontecerá em Natal nos dias 6 e 7 (segunda e terça-feira) de maio de 2013, na Escola de Governo, no Centro Administrativo. Promovido pelo Ministério da Justiça e Governo do Rio Grande do Norte, o evento tem como objetivo discutir com técnicos e estudiosos as características e tendências das mortes violentas no país, bem como as possibilidades e desafios para a redução, controle e prevenção deste tipo de delito, a partir da exposição de diagnósticos e referência às políticas em curso. A partir das 9 horas da segunda-feira (6), haverá a recepção e acomodação dos convidados. Às 9h30, acontecerá a abertura do Colóquio, com presenças do ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo; governadora Rosalba Ciarlini; secretária nacional da Segurança Pública, Regina Miki; prefeito de Natal, Carlos Eduardo Alves; secretário de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social do RN, Aldair da Rocha; secretário de Reforma do Judiciário, Flávio Caetano e diretor do Departamento Penitenciário Nacional (Depen), Augusto Rossini. Alguns dos temas abordados no Colóquio serão: “Gestão em Segurança Pública e Redução de Homicídios”, “A análise criminal e a importância para definição das políticas de segurança pública: a experiência do RJ e de Alagoas”, “Fortalecimento da perícia forense”, “Fortalecimento da Polícia Civil” e “Ações de ensino e valorização profissional”. PROGRAMA BRASIL MAIS SEGURO O programa integra o Plano Nacional de Segurança Pública do Ministério da Justiça, que promove ações voltadas para o fortalecimento das fronteiras, o enfrentamento às drogas, o combate às organizações criminosas, a melhoria do sistema prisional, a segurança pública para grandes eventos, a criação do Sistema Nacional de Informação em Segurança Pública e a redução da criminalidade violenta. Lançado com o nome Brasil Mais Seguro, o Programa de Redução da Criminalidade Violenta tem como objetivo induzir e promover a atuação qualificada e eficiente dos órgãos de segurança pública e do sistema de justiça criminal, focado na qualificação dos procedimentos investigativos e na maior cooperação e articulação entre as Instituições de Segurança Pública e o Sistema de Justiça Criminal (Poder Judiciário e Ministério Público). O Brasil Mais Seguro prevê três eixos de atuação: a melhoria da investigação das mortes violentas; o fortalecimento do policiamento ostensivo e de proximidade (comunitário); e o controle de armas. (Fonte: Assessoria de Comunicação da Sesed/RN)
3 maio por Henrique Goes Tags:, ,

MÉDICOS VÃO PODER TIRAR DÚVIDAS SOBRE PROCEDIMENTOS POR TELEFONE 0800

A partir deste mês, os médicos que estão participando do Programa de Valorização dos Profissionais na Atenção Básica (Provab) do Ministério da Saúde podem recorrer ao número 0800 644 6543 para tirar dúvidas sobre procedimentos e diagnósticos ou obter segunda opinião formativa. O serviço, que conta com equipe composta por especialistas em Medicina da Família e Comunidade, funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h30. A ligação é gratuita e está disponível aos médicos do Provab, que visa levar profissionais às regiões mais carentes. [caption id="" align="aligncenter" width="480"] Imagem de internet[/caption] Ao todo, 3.895 médicos participam da atual edição do programa. Eles trabalham em Unidades Básicas de Saúde de 1.287 municípios localizadas, principalmente, nas periferias dos grandes centros urbanos, em regiões de difícil acesso, com população rural e pobreza elevada. Por meio do programa, cursam pós-graduação com duração de 12 meses e atuam com a supervisão de Instituições de Ensino Superior e acompanhamento dos gestores locais. Contam ainda com ferramentas digitais de apoio ao seu trabalho, como o 0800. “O 0800 é mais um instrumento para dar apoio ao médico que está na periferia de uma grande cidade ou em um município distante ou do interior. Através deste canal, o médico da Atenção Básica, antes de encaminhar o paciente para outra unidade ou nível da assistência, pode ter acesso a um médico especialista experiente, que vai tirar dúvidas e orientá-lo sobre como cuidar daquele paciente ali mesmo na periferia ou no interior. Isso vai qualificar e agilizar todo o processo de atendimento do SUS, reduzindo, por exemplo, o tempo de espera e as filas para exames/, esclarece o ministro da Saúde, Alexandre Padilha. SERVIÇO – Ao ligar para o 0800 644 6543, o médico é atendido por um profissional de call-center que confirma a participação dele no Programa e remete o atendimento para uma equipe qualificada, composta por médicos especialistas em Medicina de Família e Comunidade. O novo canal de comunicação faz parte do Telessaúde Brasil Redes, programa do Ministério da Saúde que utiliza as tecnologias de informação para apoiar os profissionais de saúde na sua prática clínica e processo de trabalho, oferecendo teleconsultorias, telediagnósticos e ações de teleducação aplicadas às questões e dificuldades vivenciadas na prática clínica, na gestão do cuidado e no processo de trabalho em saúde. Além do telefone 0800 644 65 43, os serviços de teleconsultorias, telediagnósticos e ações de teleducação, podem ser feitos de duas outras maneiras: pela Plataforma Online do Telessaúde Brasil Redes (disponível no endereço: www.telessaude.gov.br), onde o profissional envia a pergunta por texto e receberá a resposta em até 72 horas e também por webconferência por meio de software de comunicação online, que deve ser agendada junto aos núcleos de Telessaúde que dão suporte a região onde o profissional atua. “Desta forma integramos Unidades Básicas de Saúde (UBS) e serviços de saúde a Núcleos de Telessaúde Técnico-científicos, capazes de imergir no problema apresentado pelo médico da atenção primária e apresentar respostas mais rápidas para a população”, afirma Mozart Sales, secretário de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde do Ministério da Saúde. Outra ferramenta que os médicos têm a disposição para subsidiar a tomada de decisão no diagnóstico, no tratamento e na gestão é o Portal Saúde Baseada em Evidências(disponível no endereço periodicos.saude.gov.br), que possibilita o acesso as melhores publicações científicas, de conteúdo atualizado e com práticas clínicas. TELESSAÚDE A rede do Telessaúde Brasil é composta por 14 núcleos localizados em instituições formadoras de referência e órgãos de gestão. Conta com aproximadamente 2 mil pontos em Unidades Básicas de Saúde (UBS) de 1.152 municípios e 21.260 profissionais das equipes de Saúde da Família. Desde 2007, foram realizadas mais de 109 mil teleconsultorias, 859 mil telediagnósticos (análise de exames de apoio a distância) e mais de 346 mil participações em atividades de teleducação. “Onde o Telessaúde já foi implantado evitamos o encaminhamento dos pacientes para atendimento em outro serviço de saúde em 70% a 80% dos casos. Isso tem um relevante impacto financeiro, além de ampliar o acesso e melhorar a resolubilidade da atenção à saúde prestada à população”, enfatiza o Secretário Mozart Sales. Em 2012, o Telessaúde Brasil Redes recebeu um reforço de R$ 70 milhões para implantação de novos pontos e 64 núcleos, e estará presente, até o final de 2013, em 3.266 municípios de todas as unidades federativas. Fonte: Agência Saúde
3 maio por Henrique Goes Tags:, , ,

MEC LANÇA PROGRAMA PARA ESTIMULAR FORMAÇÃO DE PROFESSORES NA ÁREA DAS EXATAS

Com a meta de atrair 100 mil estudantes de ensino médio para seguir a carreira de professor da educação básica nas áreas de ciências exatas, o Ministério da Educação (MEC) irá lançar um programa de estímulos por meio de bolsas de estudo. [caption id="" align="aligncenter" width="359"] Imagem de internet[/caption] O governo quer atrair também os 10 mil estudantes de graduação em cursos de licenciatura do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência que oferece bolsas a alunos que se dediquem a estágio nas escolas públicas e se comprometam com o exercício do magistério na rede pública. De acordo com o MEC, a proposta está em fase de elaboração e prevê a oferta de bolsas de incentivo. Serão criados também estímulos a programas de formação e pesquisas de universidades, centros de pesquisas e institutos nas áreas de licenciatura e científica que envolvam professores e estudantes da educação básica. Ao participar de audiência pública na Comissão de Educação da Câmara dos Deputados, em abril, o ministro da Educação, Aloizio Mercadante, manifestou preocupação com a baixa procura por cursos superiores de licenciatura em física, química, matemática e biologia e antecipou que o MEC preparava um programa para, desde o ensino médio, atrair os estudantes para o magistério nessas áreas. Fonte: Agência Brasil
3 maio por Henrique Goes Tags:, , ,

ANATEL AFIRMA SER IMPOSSÍVEL DESCOBRIR SE TIM DERRUBA LIGAÇÕES

Um novo capítulo no folhetim de amor e ódio entre usuário e empresas de telefonia móvel. A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) informou hoje (2) que não é possível concluir que a operadora de telefonia móvel TIM estaria derrubando propositalmente as ligações dos clientes do plano Infinity, no qual o usuário paga pela ligação e não pelos minutos de chamada. O caso vem sendo anasilado pela agência reguladora desde agosto do ano passado, quando um relatório de fiscalização apontou que as quedas de chamadas do plano Infinity eram quatro vezes maiores que de outros planos da operadora. [caption id="" align="aligncenter" width="480"] Imagem: Reprodução/Veja[/caption] Segundo a Anatel, "não é possível concluir que a TIM estaria conferindo tratamento discriminatório aos usuários do plano Infinity pré-pago”. No entanto, a operadora recebeu uma multa de R$ 9,5 milhões por descumprimentos à regulamentação do setor, especialmente a relacionada aos índices de queda de chamadas. A TIM poderá recorrer da decisão. De acordo com a operadora, a decisão da Anatel “derruba as alegações noticiadas” e confirma os fatos que a empresa sempre sustentou e demonstrou com transparência e colaboração com a agência. Sobre a multa aplicada, a TIM esclareceu que vai analisar o processo para verificar os fundamentos e tomar as medidas cabíveis.   Com informações da Agência Brasil
2 maio por João Ricardo Correia

AABB NATAL INAUGURA NESTA SEXTA-FEIRA SEU ESPAÇO FITNESS

Depois de inaugurar, há um ano, uma moderna e bem aparelhada academia de musculação, a AABB Natal inaugura nesta sexta-feira, 3, a partir das 19 horas, a segunda etapa de seu complexo Fitness, que fica no primeiro andar, acima da academia.  São seis salas voltadas para o condicionamento físico, todas dotadas de equipamentos de última geração: sala de avaliação, de ginástica, de treinamento, funcional, de spinning (20 bicicletas) e de lutas. A academia de musculação da AABB Natal conta atualmente com 1.100 atletas inscritos. É uma das maiores do Nordeste. Com as seis novas salas, o número de usuários do complexo Fitness deverá ter incremento de até 30% ao longo do ano.
2 maio por Henrique Goes Tags:, ,

UFRN LANÇA CAMPANHA SOBRE ACESSIBILIDADE FÍSICA

A Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) vai promover, de 6 a 10 de maio, a campanha “Acessibilidade e respeito: Eu Posso! Você deixa?”. Durante a semana, serão desenvolvidas diversas atividades socioculturais de sensibilização e divulgação nos setores da UFRN. Para encerrar a programação, haverá ainda o I Fórum Permanente sobre Acessibilidade da UFRN: O direito de ir e vir.

[caption id="" align="aligncenter" width="420"] Imagem de internet[/caption]

A campanha traz à tona a discussão sobre a realidade atual da acessibilidade física da UFRN, com base nas dificuldades vividas por alunos e funcionários que se sentem excluídos de participação, sem autonomia para a realização de suas atividades na instituição.  

Na programação, acontecerão atividades nos três turnos do dia, com ações de intervenção e mobilização organizadas pelos alunos nos diversos setores da UFRN.

 Para finalizar os trabalhos, também será promovido, no dia 10, o I Fórum Permanente sobre Acessibilidade da UFRN: O direito de ir e vir, das 8h30 às 17h, no auditório do Centro de Educação da Universidade. As inscrições serão feitas no local, com vagas limitadas.

 O Fórum, que objetiva discutir sobre um direito garantido constitucionalmente, será composto por palestras e mesas-redondas. Ao final das atividades, haverá ainda o lançamento do Concurso de Fotografia “Acessibilidade e Respeito. Eu posso. Você deixa?”.

 Outras informações devem ser obtidas pelo telefone 3342-2501 ou pelo e-mail: inclusão@reitoria.ufrn.br.

Fonte: Agecom

2 maio por Henrique Goes Tags:, , , ,

JUDICIÁRIO POTIGUAR VAI REALIZAR MUTIRÃO DE CONCILIAÇÃO COM A TIM

O Centro Judiciário de Solução de Conflitos de Natal realizará, no período de 15 a 17 de maio, mais um Mutirão de Conciliação com a empresa TIM. Estão pautados mais de 200 processos das varas cíveis e dos Juizados Especiais. As partes estão sendo intimadas e devem comparecer no dia e hora marcados com a intimação e seus documentos pessoais.

[caption id="attachment_2174" align="aligncenter" width="468"]{80493a41-2fe2-4c6f-b156-57c8ea0161e3}_justiçafederal Imagem de internet[/caption]

As audiências serão realizadas na 1ª Câmara Cível de Resolução de Conflitos, localizada no Núcleo de Práticas Jurídicas da Faculdade Maurício de Nassau (rua Walter Fernandes - entre o estacionamento do Supermercado Favorito e a Farmácia Pague Menos na Av. Roberto Freire).

É importante frisar que mesmo aqueles que não receberam intimação, mas têm processos judicias contra a Empresa TIM podem comparecer nos dias do mutirão para tentar o acordo, no horário de 9h às 16h.

No último Mutirão da TIM, em março deste ano, o índice de acordo foi de 80%. Mais informações através do telefone 0800-284-6474

Fonte: TJRN

2 maio por Henrique Goes Tags:, , ,

CERCA DE 20 MIL SE INSCREVERAM COMO VOLUNTÁRIOS PARA ABERTURA DA COPA DAS CONFEDERAÇÕES

Quase 20 mil pessoas se inscreveram para atuar como voluntários no elenco ou no suporte das apresentações de abertura e encerramento da Copa das Confederações, nos dias 15 e 30 de junho. Os números foram consolidados pela Federação Internacional de Futebol (Fifa). [caption id="" align="aligncenter" width="345"] Imagem de internet[/caption] A cerimônia de abertura será no Estádio Nacional, em Brasília, e recebeu a maior parte das inscrições: 10.175. Mais 9.118 pessoas manifestaram interesse em se apresentar no encerramento da competição, no Estádio Jornalista Mário Filho, o Maracanã, no Rio de Janeiro. Para concorrer não era necessário ter experiência como bailarino. As exigências eram morar nas capitais ou em cidades vizinhas e ter disponibilidade para ensaiar no período da noite ao menos três vezes por semana. Após uma pré-seleção, os papéis de cada um dos voluntários serão definidos em triagem. O espetáculo será comandado pelo carnavalesco da Unidos da Tijuca, Paulo Barros. A abertura contará com 2.600 bailarinos e 200 voluntários de suporte, que incluem produção de elenco, figurino, alegorias, gerência de palco e auxiliar de produção.   Fonte: Agência Brasil
2 maio por Henrique Goes Tags:, , ,

CONCENTRAÇÃO DE ETANOL NA GASOLINA VOLTA A SER DE 25% NAS BOMBAS

A gasolina vendida nos postos do país volta a ser comercializada com 25% de etanol anidro, e não mais 20%, como estava em vigor desde 2011. A medida foi adotada como um incentivo aos produtores de cana-de-açúcar e antecipada pelo governo para ajudar a reduzir o impacto do aumento do preço da gasolina, registrado em janeiro deste ano. [caption id="" align="aligncenter" width="480"] Imagem de internet[/caption] O aumento de etanol na mistura não prejudica o motor dos carros nem reduz seu desempenho, segundo a Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea). De acordo com a entidade, os motores estão preparados para receber gasolina com porcentagem média de 22% de etanol, mas existe uma margem que permite percentuais maiores ou menores. A Anfavea lembra que a medida já foi adotada outras vezes e que isso não causa problemas nos automóveis. A União da Indústria de Cana-de-Açúcar (Unica) estima que a produção do etanol anidro (destinado à mistura com a gasolina) no Centro-Sul do país deve crescer 28,29% na safra 2013/2014 em relação ao período anterior, por causa do aumento do percentual de etanol na gasolina. “A Unica considera a decisão positiva, na medida em que gera demanda adicional, garantida pelo etanol anidro, beneficiando produtores e consumidores, já que o incremento na mistura gera redução nas emissões de gases causadores do efeito estufa”, diz a entidade. A medida faz parte de um pacote de ações lançado pelo governo para incentivar a produção de etanol no país, que inclui a concessão de um crédito tributário de R$ 1,181 bilhão por ano aos produtores, que poderá ser reduzido do recolhimento do Programa de Integração Social/Contribuição Social para o Financiamento da Seguridade Social (PIS/Cofins). Para o ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, a mudança é benéfica para os consumidores, produtores e para o país como um todo. “A venda de gasolina com maior volume de etanol anidro possibilita aos produtores elevar a comercialização de um combustível com maior valor agregado, permite a redução da importação de gasolina, disponibiliza ao consumidor um combustível menos poluente, além de criar condições para uma ligeira redução nos preços da gasolina”. Segundo ele, essa redução deve ficar em torno de 0,5%. Em outubro de 2011, o governo havia determinado a redução da quantidade de etanol anidro misturado à gasolina de 25% para 20%, como precaução, em função das incertezas em relação à safra de cana-de-açúcar e ao comportamento dos mercados global e interno de etanol.   Fonte: Agência Brasil
× Fale no ZAP