7 jan por João Ricardo Correia

AÇÃO CIVIL

 

O Ministério Público Estadual do RN ajuizou duas ações civis públicas, com pedido de tutela antecipada; uma contra o Estado e outra contra o Município de Natal. O objetivo é obrigar a Assembleia Legislativa e a Câmara Municipal da capital a divulgar, nos meios de comunicação, lista individualizada e nominal constando a remuneração e subsídios recebidos por deputados, vereadores e servidores, ativos e inativos das duas casas legislativas. Nas duas ações, os representantes das promotorias de Justiça de Defesa do Patrimônio Público da Comarca de Natal pedem que as listas incluam também gratificações, auxílios, ajuda de custo, jetons, diárias, indenizações e quaisquer outras vantagens pecuniárias.

ByJoão Ricardo Correia

Formado em Comunicação Social pela UFRN. Experiências profissionais em rádio, jornais, TV, informativos virtuais e assessorias de imprensa. Editor do Companhia da Notícia.

× Fale no ZAP